Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

A bulimia, o demônio e o parasitismo

por Wilson Francisco
A bulimia, o demônio e o parasitismo

Publicado dia 22/5/2009 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Um marido trouxe um apelo em favor de sua esposa, que, segundo ele, estaria com bulimia, eu pedi apoio para uma amiga, da Espanha e outra do Rio de Janeiro, elas não se conhecem, são internautas que entraram em sintonia comigo há algum tempo: A primeira trouxe o problema do filho esquizofrênico, fizemos os processos através dela, desenvolvendo de forma surpreendente seus talentos na Apometria. O filho voltou com todo entusiasmo à vida normal. A amiga do Rio de Janeiro estava com dificuldades na vida, hoje está bem.

Observemos a coincidência no processo que ambas desenvolveram, atendendo meu apelo. Eu apenas informei que a esposa dele estava com bulimia e queria ajuda. Recomendei ao marido, como sempre faço, os procedimentos de praxe: exercício respiratório, para conexão, meditação e oração.

Da Espanha, a internauta informa: Fiz o Portal hoje para a mulher com bulimia (se refere ao Portal das Flores, uma visualização criativa), e infelizmente foi bastante desagradável. No começo, vi muitos bichinhos pretos, incontáveis, a palavra que me veio na mente foi "larvas". Esses bichinhos ou larvas enchiam todo o espaço da minha tela mental, se movimentando muito depressa, como se fosse um formigueiro. Resolvi então fazer uma prece. A seguir, vi a mulher no jardim, mas rapidamente apareceram quatro personagens vestidos com roupas compridas e escuras, com o rosto coberto por um capuz, só com buracos para os olhos. Cada um deles puxava uma corda e a mulher ficava no meio deles, amarrada, lutando para se soltar. Como digo, foi bem desagradável o que vi!

Em outro e-mail, ela informa: No portal de hoje, tornei a ver a mulher do mesmo jeito, continua entre os personagens, se bem que hoje eram só três, e ela lutando para se liberar das cordas. Vi sofrimento no gesto dela, mas parecia estar fazendo um esforço inútil.
No dia seguinte:“Hoje no Portal vi de novo a mulher e ela estava livre, sem aquela quadrilha que a prendia com cordas. Um Mestre estava ao seu lado. Ele tinha vários potes com uma espécie de pó, cada pote de uma cor diferente. Esse pó colorido era soprado sobre a mulher (não sei se era o vento ou o Mestre soprando) e ela ficava dessa cor no lugar onde o pó batia. Achei o processo bonito, as cores eram irisadas, muito brilhantes e o ar em torno dela tudo estava da mesma cor”.

Por sua vez, a amiga do Rio diz, “Wilson, atendendo sua solicitação fui olhar a mulher da bulimia, ela estava tremendo e muito febril. Falava que estava sofrendo e eu vi, dentro da cabeça dela, muitos bichos se enrolando, um tumulto de coisas escuras. Sinceramente, não sei como consegui ver o que tinha dentro da cabeça dela, era horrível. Pedi para o Giancarlo ( integrante da equipe espiritual que coordena no mundo paralelo o Portal das Flores), mandar um cobertor de pétalas de rosa para colocarmos nela. Ele concordou e me mandou flores e o cobertor. Coloquei sobre ela e eu disse a ela que precisava parar de pensar em tudo o que estava pensando, esvaziasse a mente daquilo tudo. Ela disse que se sente muito só”. Veja que interessante, a coincidência das informações, demonstrando uma perfeita sintonia de duas pessoas, uma na Espanha e outra no Rio de Janeiro.

Mas a sincronicidade se amplia. Em fevereiro, uma cliente me trouxe um livro, Madalena, escrito por Jean Yves Leloup. Ela não sabia, mas adoro toda e qualquer literatura sobre essa personagem da história da humanidade. O Prof. José Herculano Pires escreveu um verdadeiro tratado sobre o amor puro e a força do perdão, num livro também intitulado Madalena.

Pois bem, no livro trazido pela minha cliente, li com inusitado interesse um “toque” muito importante. O autor explica que um dos demônios que envolviam a cortesã dominava-a pelo estômago, causando nela um vazio interno. Agia como um invasor que devassando suas vísceras e incendiava nela o desejo desenfreado de comer. Ao mesmo tempo, oprimia-lhe os órgãos para o regurgitamento. E diz ele que a ação desse tipo de demônio é designada hoje em dia por BULIMIA.
Tudo isso aconteceu justamente no período em que o internauta pedia auxílio para sua esposa, com Bulimia.

A minha leitura do processo é que o Universo intuiu a minha cliente para que trouxesse o livro, onde eu teria este esclarecimento sobre a doença, que hoje em dia está afetando jovens de nossa sociedade.

E aproveito a oportunidade para esclarecer que as informações dadas pelas duas amigas internautas são verdadeiras, porque esse processo de invasão microbiana é o mesmo a que se refere Yves Leloup, quando diz que um demônio invadia o estômago de Madalena, consumindo sua alimentação e provocando regurgitamentos. Na verdade, o demônio não existe, toda essa ação nefasta que pode dominar a mente e o corpo humano, apresentando-se às vezes como larvas, ou insetos, nada mais é do que o resultado das atitudes doentias da mente humana ou da mente de seres que estão localizados no mundo paralelo, ainda com sensações e pensamentos terrenos, mas que de nenhuma maneira podem ser declarados como demônio, satanás ou diabo.

Os seres com capuz, referidos, também fazem parte dos subterrâneos da mente humana, designados pela psicologia como sombra ou dos umbrais de zonas energéticas e espirituais de baixo teor vibratório e que podem ser atraídos por mentes humanas indefesas ou negligentes, que desdenham sua fidelidade a Deus para ensaiar jornadas pelos desvãos da tristeza, do medo e da covardia moral. Essas pessoas que desistem de si próprias, permitindo invasões doentias em seus sítios mentais.

Em processos desse tipo, o primeiro passo é desfazer-se desses hábitos nocivos e atrair para si a presença de Deus. A pessoa deve se propor realizar sonhos e projetos sadios, estabelecendo fronteiras jamais ultrapassadas pelo Mal.
Desistam da tristeza, da melancolia e agreguem valores do Bem em suas mentes e corações e estarão eliminando de sua atmosfera e corpo físico os “demônios” e as invasões microbianas, para serem contempladas com a presença dos Seres de Luz, que depositarão em suas almas as flores perfumadas e cores do Bem e da Paz.
 

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 215

Sobre o Autor: Wilson Francisco   
Terapeuta Holístico. Desenvolve processo que faz a Leitura da Alma; Toque Quântico para dar qualidade à circulação e aos campos vibracionais; Purificação do Tronco Familiar e Cura de Antepassados para Resgatar, Atualizar e Realizar o Ser Divino que há em você. Agendar pelo WhatsApp 011 - 959224182 ou pelo email [email protected]
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.





horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa