auravide auravide

A vitimização impossibilita a evolução


Facebook   E-mail   Whatsapp

Todos nós, em algum momento da vida, nos colocamos na posição de vítimas, de “coitadinho de mim”, culpando o mundo e o externo, a fim de justificar os erros e não agir. Sem perceber, temos benefícios ocultos ao permanecer como vítima de uma situação, um deles é tercerizar nosso crescimento pessoal.

Já falamos ou ouvimos “a vida não dá certo para mim”, "sou azarado”, “eu não faço por que meu marido não gosta”, “as pessoas são más comigo”, “a razão de eu não progredir é meu chefe”, e muitas afirmações, que mostram a tercerização da responsabilidade que é instransferível e pessoal.

A postura de vítima nos tira o poder interno e nos afasta da realização de nossos projetos, pois vemos o que está fora como algo mal, que nos prejudica, justificando o que não tem justificativa.

Quando vibramos na energia do coitadinho, achamos que a infância é o problema, que os pais são o problema, mas até quando vou culpar meus pais, que me deram a vida, por aquilo que eu não faço no presente?

Criticar o trabalho, reclamar do emprego, do chefe, da crise, é mais uma desculpa para não procurar outro emprego ou buscar um trabalho que traz prazer.

É impossivel evoluir enquanto acreditarmos que existe um culpado externo pelo sofrimento ou por algo que não deu certo em nossa vida. Nós fizemos escolhas, ainda que algumas inconscientes, e o que temos no hoje é o resultado dessas escolhas.

A postura de vítima nos coloca como pequenos, indefesos e é uma forma de postergar nossa evolução. A verdade é que a vítimização é uma desculpa para não evoluir, em qualquer área da vida.

E por que algumas pessoas são viciadas no coitadismo? Por que é a razão da existência! Durante a vida inteira, usaram a vitimização como desculpa e sair dessa postura os obriga a assumir a responsabilidade por suas vidas, sem tercerizar seu bem-estar e sucesso.

E quem convive com uma “vítima crônica”, não se frustre por não conseguir ajudar; quem se sente coitadinho não quer ajuda, quer alguém que confirme suas crenças, portanto, nunca alimente a vitimização alheia, estará criando um monstro.

E você, em que setor da vida, ainda se dá desculpas? Que responsabilidade que é sua e está delegando a terceiros?

O primeiro passo para sair da situação de vitimização é perceber que não existe uma força superior totalmente focada em você com o intuito de lhe prejudicar ou atrasar sua vida. No mínimo, isso seria muito egocêntrico!

Pare de dar desculpas, aceite quem você se tornou devido às suas decisões. E agora você tem duas escolhas: continue se vitimizando e nada mudará em sua vida, ou assuma a responsabilidade única por sua existência e expanda.

As desculpas e a vitimização paralisam, a ação e autorresponsabilidade libertam.

Texto Revisado
 


Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Viviane Draghetti   
Terapeuta Holística, Coach de Autoconhecimento, Instrutora de Yoga, Mestre Reiki, Karuna Ki e Seichim, Especialista em Geobiologia Alquímica, técnica de limpeza energética profunda, à distância. Há 10 anos, sua missão é auxiliar no Desenvolvimento Pessoal e Espiritual das pessoas, através de atendimentos, cursos, treinamentos, palestras.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa