auravide auravide

Agradar a todos


Facebook   E-mail   Whatsapp

"Redundâncias e repetições", "permanecer no lugar comum", "bater sempre na mesma tecla", são afirmações muito usuais e que procedem, já que é necessário que elas aconteçam para que tomemos real consciência de algo e aí sim, revejamos nossos conceitos. Por que será que isto ocorre? Porque em um processo de mudança pessoal não basta uma simples informação e pronto, tudo muda. Faz-se necessário, após uma descoberta, que nos reorganizemos internamente sob esse novo foco e aí surgem novos questionamentos que nos afastam temporariamente do que "descobrimos" e nos propusemos seguir, adotar ou fazer e quando percebemos, lá estamos nós "reincidindo".

Falar de autoconhecimento e repetir sobre ele na maioria dos artigos não é ser repetitivo, mas sim, é realçar a importância de estarmos atentos a nós mesmos a cada momento, a cada situação, pois quando nos deparamos com a verdade, estamos nos afastando de nós mesmos e agindo pelas forças das circunstâncias.

Auto-imagem é o como a pessoa se vê. Auto-estima é como a pessoa se sente frente ao que vê de si mesma e autoconhecimento é o quanto ela se percebe e tem consciência de si. Nas solicitações e correrias do dia-a-dia, as pessoas estão cada vez mais buscando o acerto e o bem estar, o que é louvável, porém de formas mirabolantes e que, ao invés de os levarem ao atingimento de seus objetivos, afastam-se deles. Muitos são os fatores que propiciam tal acontecimento, mas vamos falar deste que tem sido um dos principais e mais freqüentes: querer agradar a todos que nos cercam.

O Evangelho diz: "Não dá para servir a Deus e a Mamon". Ou se atende os princípios de um ou de outro. Sempre haverá pessoas querendo que sejamos ou nos portemos de forma diferente à que adotamos, pessoas que pensam e agem de maneira diferente à nossa.

É muito mais comum do que se imagina recebermos em nossos consultórios pessoas que, vivendo grande estado de ansiedade, ao buscar a origem da mesma, deparam-se com a intensa expectativa que mantêm de serem aceitas e compreendidas por todos os que as cercam. Maior ainda é o golpe ao perceberem-se tornando os outros mais importantes do que elas mesmas.

Conheci uma pessoa que era uma excelente cozinheira. Pratos maravilhosos e saborosíssimos. Depois de algum tempo, percebi que já não eram mais tão bons os pratos que servia e isso me chamou a atenção. Com cautela para não melindrá-la, fui buscar o que havia acontecido e descobri: ela estava tentando agradar o filho, que gostava de pimenta, a nora que não gostava de comida muito temperada, a neta que achava o alho uma droga e o marido que queria todas as pessoas juntas nas refeições. Ela simplesmente desaprendeu cozinhar. Ela poderia ter buscado um ponto de equilíbrio em seu tempero, diminuir a pimenta talvez, mas sem descaracterizar sua habilidade culinária. Conheço todos eles e sei que gostavam da comida dessa pessoa. Mas cada um queria dar o seu palpite e fazer com que fosse do seu jeito. Preciso dizer que todos foram concordantes em achar que ela não sabia mais cozinhar? Funcionários que, temerosos de se indisporem com chefias e colegas de trabalho deixam de expressar o que realmente sentem e pensam, e ainda pior, comportam-se com cada um como se eles estivessem com toda razão, não percebem o porquê do mal-estar que sentem. Pior ainda é quando identificam a falha e não se sentem com forças para mudar esta situação.

Sermos nós mesmos é o que todos dizemos, afirmamos e desejamos, mas há pessoas que o dizem apenas tentando se auto-afirmar, sem uma base concreta.

Respeitar formas diferentes de se perceber a mesma coisa é uma postura sábia. Permitir-se ser coerente consigo mesmo é muito mais. E quando se respeita o outro, não é preciso criar polêmica, discussões estéreis e inúteis, pois estariam preenchendo o tempo com situações que se pulverizam. Vejam esta afirmação: "Não existe uma fórmula para o sucesso. Mas para o fracasso há uma infalível: tentar agradar todo mundo."  Herbert Bayard Swope - Editor e escritor Americano.

Agrade a si mesmo. Preocupe-se menos com a opinião alheia e seu bem estar estará garantido.

Texto revisado
Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 10


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Paulo Salvio Antolini   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa