auravide auravide

Às vezes, precisamos viver nosso Deserto



Quando vivemos situações nas quais o desespero nos toma, quando as atribulações são tantas que não conseguimos sequer pensar, os problemas parecem insolúveis, então somos impulsionados a nos retirarmos, buscar nosso Deserto. Distanciar-se de tudo e refugiar-se em nosso Deserto não é uma fuga, mas uma forma de “descer do trem” da vida e olhar para ele "de fora", de uma nova perspectiva, mais realista.

Deserto é escassez de água, de comida, nele existe a solidão; isso nos impulsiona a nos afastarmos do que é supérfluo, nos despojarmos de fardos pesados mas também de nossas vaidades e assim nos sentimos mais leves pois, fazendo isso, abrimos espaço para a simplicidade e conseguimos um olhar mais natural para a vida, uma atenção à nossa própria natureza e o universo do qual somos parte, enfim, nos focamos em nossa vida espiritual. O Deserto nos leva a entrar em contato com a realidade espiritual que direciona e sustenta a vida humana.
Situações difíceis na vida são, muitas das vezes, um chamado de Deus a mergulharmos na solidão para viver uma experiência espiritual autêntica.
"Procurar entender racionalmente esta experiência é inútil, pois é preciso vivenciá-la".

O Deserto, não é uma punição divina, ele tem o objetivo de nos desepertar do orgulho, nos arrancar das garras do pecado.  Percebemos como somos tolos e nos afastamos de nosso caminho espiritual para vivermos com foco em um mundo físico e com um olhar míope para o mundo físico, não conseguindo enxergar o que está mais próximo ainda de nós, pois está dentro.

Durante a rotina de nossa vida mundana ou mesmo nos momentos dificeis, muitas vezes não ouvimos o chamado para nosso Deserto e não nos damos conta de que estamos deixando passar uma oportunidade especial e única de vivermos nossa espiritualidade, a partir da qual poderemos ser realmente felizes, vivendo nossa realidade, cumprirmos nossa missão nesta vida.

No Deserto, entendemos que devemos colocar nossa confiança não em nossa inteligência, carreira, dinheiro ou na conquista de bens materiais para nos mantermos seguros, pois isso não é nada diante da beleza da vida. 

Somos confrontados com a verdade de que somos responsáveis por tudo o que acontece conosco. No Deserto, não há onde se esconder, somos obrigados a reconhecer nossas fraquezas, nossa pequenez e, quando isso ocorre, nos transformamos e conseguimos perceber que aqueles problemas que nos assolavam tanto, não eram tão grandes assim.

 


Publicado dia 29/7/2018
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 2



foto-autor
Autor: ROBERTO DANTAS   
Roberto Dantas é psicoterapeuta holístico em São Paulo, onde realiza atendimentos em Terapia Transpessoal e Hipnoanálise, desde 1999. (Metrô Trianon e Metrô Santana) Contatos com o autor: E-mail: psicoterapeuta@outlook.com.br – Whatsapp: 11 9 8330 3302
E-mail: psicoterapeuta@outlook.com.br | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa