auravide auravide

DIA-A-DIA MEDIÚNICO


Facebook   E-mail   Whatsapp

Esta noite aconteceu de novo. Muitos possuem certa sensibilidade mediúnica e comentam estas vivências. Naquele finzinho de madrugada, quando estamos entre lá e cá, por vezes acontecem encontros, cenas, fatos interessantes dos quais, todavia, por se darem naquele limiar da nossa volta, não são lembrados com exatidão. E às vezes isso chateia. Hoje, por exemplo; recordo com clareza que durante um longo intervalo do desprendimento noturno conversei com conhecidos, e houve trocas bem humoradas e compartilhamento feliz de acontecimentos. Mas também conversei com o meu atual parceiro das invisibilidades, autor de minhas próximas obras mediúnicas. E, lembro bem, ele me dava algumas sugestões, e conselhos para o dia-a-dia.

Trata-se de Iohan, um espírito sensível, muito amoroso; um artista em sua essência! Dizia-me alguma coisa importante, a qual eu dava o máximo de atenção, feliz com o diálogo proveitoso. Pois, de repente, como fio subitamente arrancado da tomada, ou corte de energia elétrica em meio à produção de um trabalho importante no pc, reabri os olhos. Voltei, de abrupto, e, embora me console saber que a conversa certamente se concluiu, e que o que na verdade falhou foi somente o registro final, no cérebro, daquelas impressões tão agradáveis, a frustração fica!

Ainda ontem, também meu pai me digita no celular, de Aracaju: Estou aqui lendo Caminhos da Alma! Recebi a mensagem e, confusa, respondi de volta: Que livro é este?!

Meu pai deve ter dado boas risadas ao me responder mais uma vez: pergunte à Tarsila que ela lhe explica! E, só então, a ficha caiu!

Tarsila é a autora do meu último livro, Ecos na Eternidade. E Caminhos da Alma - entendi, enfim, para meu pasmo - é apenas o título do primeiro capítulo! Que apagou-se da minha memória, simplesmente, como usualmente acontece após o recebimento das obras. Característica da modalidade da psicografia mais apropriadamente chamada semi-mecânica, na definição clássica da Codificação - de vez que nem é totalmente consciente, nem inconsciente - é comum que mais da metade dos detalhes caiam numa espécie de não existência na memória do médium, com o fim do trabalho, razão pela qual durante esta semana comentei com um amigo, que se disse interessado em ler o próximo livro de Iohan: Também estou ansiosa. É que, para o médium, no fim das contas o prazer é o de quem lê um livro novo!...

Trata-se de nuances de sensibilidade mediúnica, peculiaríssimas de uma para outra pessoa, mas fáceis de se verificar no cotidiano, embora, na grande maioria dos casos, não sejam devidamente observados e interpretados. Deste modo, são praticamente ignorados a conta de minúcias sem importância, despercebidas sob o peso da avalanche de obrigações e atividades que nos arrastam na maior parte do tempo da nossa jornada material.

Ainda outro dia aconteceu também: minha filha expressou uma frase que estava na ponta da minha língua sobre algo que via na tv. Também, tão logo eu e Iohan (um músico) principiamos nossa parceria, principiou simultaneamente, vinda de pessoas que nem ao menos me conhecem pessoalmente, uma sucessão deliciosa de emails com belas imagens, ou textos versando sobre o papel importante das energias da boa música na influenciação saudável dos nossos dias.

O conjunto de fatos, analisado em conjunto, reverte maravilhoso. Uma profusão de se adivinhar pensamentos, de simultaneidade de idéias e de trocas de mensagens, e de atitudes que vêm em nosso auxílio da parte de pessoas afins, que nem mesmo detêm a consciência de que estão em plena sintonia momentânea com algum período especial de nossas vidas!

Um telefona e comenta algo útil e bem a propósito. Outro inicia conosco algum assunto prazeroso, que mais à frente desagua em ideias oportunas. Ainda alguns completam nossas frases, ou nos incentivam em momento estranhamente necessário. Ou compartilham alguma experiência cujo relato funciona como ótimo aprendizado, em hora certa. Prestamos auxílio a alguém que se socorre do nosso apoio e orientação, e mais à frente descobrimos que o auxílio foi mútuo - por esta ou por aquela razão inesperada. Ganhamos um amigo precioso, um afeto sincero que nos oferece novas oportunidades de crescimento, em verdade, após aquela chance tão diminuta de só apoiá-lo nalgum momento de necessidade.

Recordo-me bem de vezes valiosas em que isto aconteceu. Ocasiões em que, por ter tão somente sido solidária com pessoas de minhas relações, terminei conquistando amizades preciosas que me valeram sempre, posteriormente, com carinho e sugestões úteis, em suma: com autêntico aprendizado de vida!

É assim, pois, que funcionam as leis da sintonia, ao nos dispormos a vibrar e a viver na luz e na criação de situações úteis para a vida - sobretudo, para muitos outros além de nós mesmos!

E nos basta, para tanto, talvez que não mais do que gosto franco de viver! A liberação feliz da criatividade entusiasmada, dormente em cada um de nós, à espera de que a expressemos com generosidade e destemor.

Seja no lazer, no trabalho, na convivência. No médium escritor, pelo não esmorecimento na atividade que tanto alento e esclarecimentos veicula a pessoas ansiosas por saber, através do doce sabor do se embevecer com um simples romance espírita. No passe aplicado com sinceridade, na mediunidade desobsessiva. Num simples se estender de mãos!

Descobriremos, fatalmente, que nunca nos achamos sozinhos! Amigos em sintonia nos comparecem, aos grupos, felizes, entusiastas desta química amorosa tão grata, tão curativa! Eles simplesmente vêm, como em passe de mágica! E novas parcerias surgem! Renovam-se afetos e cresce a limites inimagináveis nossa simbiose no Amor! Ainda que, após as etapas noturnas de desprendimento, não nos recordemos de todos os nossos bate-papos!

Texto revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 13


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Christina Nunes   
Chris Mohammed (Christina Nunes) é escritora com doze romances espiritualistas publicados. Identificada de longa data com o Sufismo, abraçou o Islam, e hoje escreve em livre criação, sem o que define com humor como as tornozeleiras eletrônicas dos compromissos da carreira de uma escritora profissional. Também é musicista nas horas vagas.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa