Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
Home > Espiritualidade
Espiritualidade - a prática do Amor Verdadeiro

Espiritualidade - a prática do Amor Verdadeiro

por Marcos F C Porto
Facebook   E-mail   Whatsapp   chat aura


Todas as vezes que quisermos ter idéia de qual é a preocupação fundamental de determinada cultura de um país, prestemos atenção às letras de suas canções. Na maioria das culturas, o que aparece é uma concentração no tema do amor. A maioria das canções fala do êxtase de encontrar o amor ou do sofrimento ao perdê-lo. O amor tem sido o tema central da arte, da literatura, da música e da poesia através dos tempos.

O que é esse elemento mágico, esse poder transfigurador, que no enlevo comparamos a ‘uma viagem à lua’ e na dor da perda ‘a vida não merece ser vivida’? Que coisa é essa chamada amor, e aprofundando o sentido espiritual, por que buscamos o Amor Verdadeiro na espiritualidade?

Vamos lá refletir sobre o tema?

Nós, seres humanos, queremos amar e ser amados. Estes desejos são parte de nossa natureza vivencial como filhos e filhas de Deus. Todavia em muitas das tradições espirituais entre nós seres humanos, o amor pessoal vem sendo através de épocas desprestigiado e muitas vezes fortemente criticado.

Sendo assim, enquanto as religiões promovem os valores da família, os congregados têm sido alertados dos perigos do amor fortuito. Embora sejam no geral bem intencionadas, estas predisposições amorosas fazem os adeptos sentirem-se culpados como estando cometendo erros ao desejar o amor através de relacionamentos pessoais. Podemos adiantar que a conclusão será uma infortunada má interpretação da sabedoria tradicional.

Amor no relacionamento entre pessoas não é necessariamente assunto pecaminoso ou não espiritual. Muito ao contrário! Para nós, seres humanos espirituais, o amor é espiritualmente crucial – importante para nossa auto-estima e fundamental  para vivermos em harmonia como Deus nos criou.

Com estes esclarecimentos, podemos então refletir sobre o que iremos denominar de duas formas de atitudes evolutivas de autocultura espiritual, ou seja, a resultante de nossos esforços de crescimento pessoal e espiritual e o significado do Amor Verdadeiro na espiritualidade.

A primeira atitude evolutiva é direcionada à nossa interiorização. Esta atitude se apóia fortemente no desenvolvimento de nossas energias interiores, as quais já estão conosco desde o nascimento, mas que precisam ser desenvolvidas.

Tal desenvolvimento significará a elevação de nossos níveis de consciência, onde nossa transformação é conseguida através do desenvolvimento de forças vitais e vibrações.

O desenvolvimento de energias está ligado à abrangência de diferentes exercícios de mentalização – quando intencionalmente conduzidas com este propósito – os quais são conhecidos como técnicas místicas mediúnicas. Esta atitude inclui também renúncias, o que aumentará a capacidade vibracional favorecendo seu efeito. A atitude de interiorização também envolverá esforço de auto-entendimento através do qual surgirá o controle, resultando em mudanças de formas de pensamento e de comportamento. Por exemplo: adquirir hábitos de disciplina mental, visualizações ou antevisões relacionadas ao ‘fazer’ ou ao ‘não fazer’. Faz sentido?

A segunda atitude é direcionada à nossa exteriorização. Esta atitude foca nossa disciplina ética, ou seja, nossa conduta humana em relação ao amor universal ou espírito de identificação universal no amor incondicional. Assim, teremos condições de depurar nossas aspirações amorosas, enquanto ao mesmo tempo eliminamos nossas arrogâncias, favorecendo o sentido de responsabilidades pessoais. Especificamente, estas práticas incluem a melhoria da nossa elevação espiritual, mantendo presente as boas intenções, contemplando tanto a verdadeira natureza de nós mesmos como a de todas as outras pessoas, as afetivamente próximas, as conhecidas e as desconhecidas.

Estas técnicas são na sua maioria contemplativas, ou seja, admirar com o pensamento, e neste sentido seu efeito resultante também será de interiorização. Correto?

No entanto, mantemos como sendo atitudes de exteriorização, porque estão se referindo ao nosso relacionamento com o mundo exterior. A atitude autocultura espiritual direcionada à exteriorização também destaca a intimidade do nosso relacionamento com Deus e com a humanidade através do trabalho auto transcendental, ou seja, do que se refere ao conhecimento das condições anteriores à experiência em si.

Não necessitamos de energia cósmica para isso; podemos assumir esta atitude no nosso nível normal de energia. Em outras palavras podemos afirmar que pessoas quaisquer que sejam os níveis ou estados de consciência poderão ajudar a criar uma grande causa. Está claro?

Ao expressarmos nossa relação de ajuda ao ambiente ao nosso redor, praticando o Amor Verdadeiro, estaremos tornando nossas vidas muito mais significativas e valorizadas.

Acima de qualidades individuais, os pré-requisitos necessários estão com nosso sentimento de amor universal, dizendo para nós mesmos: “Você como eu e todos os outros ao redor, somos filhos e filhas de Deus e sendo assim, eu amo Você!”.

Amor Verdadeiro na prática da espiritualidade é a característica do Amor que Mestre Jesus recomendou e viveu Seu exemplo para nós.

No Evangelho de Felipe, discípulo de Mestre Jesus que conviveu todo tempo com Ele, cujos escritos foram encontrados e resgatados nas descobertas do que ficou conhecido como Biblioteca Nag Hammadi a partir de 1945, em uma das passagens do Mestre falando sobre Fé e Amor está escrito: “Fé recebe e Amor dá. Ninguém recebe sem Fé. Ninguém dá sem Amor. Para receber, Creia; para Amar, dê. Se você der sem Amor, ninguém saberá qual a fonte, e nem quem deu”.

O Amor Verdadeiro já está conosco.

Voltaremos ao assunto.

Texto revisado

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo




Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 17
Atualizado em 25/10/2009

Veja também
artigo A resiliência pode ajudá-lo a superar a crise
artigo Só o agora importa
artigo Você sabe quem é quem na trama familiar da mãe abusiva?
artigo Coração Ardente

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




horoscopo



Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa