auravide auravide

Espiritualidade - cuidados para com a Alma


Facebook   E-mail   Whatsapp

No nosso mundo atual, temos a tendência de separar os aspectos da vida cotidiana dos assuntos espirituais e, sendo assim, interpretamos muitas vezes nossas dificuldades emocionais como tendo a ver com relacionamentos domésticos, profissionais, ou ainda com nossos estilos e preferências de vida pessoal, mas não com a espiritualidade. Desta forma, não diagnosticamos uma crise emocional como sendo "perda de sensibilidade espiritual" ou mesmo de "falta de consciência espiritual".

Vamos, então, refletir sobre o tema?
A Alma precisa de uma articulada visão de mundo, um esquema cuidadosamente trabalhado de valores e um sentimento de integração com o todo. Ela precisa de um mito de imortalidade. Ela também prospera na espiritualidade transcendente, tal como o espírito do amor decorrente de tradições e valores que têm sido parte dos hábitos e costumes há gerações.

Thomas Merton (1915-1968) monge trapista, escritor espiritualista, poeta, ativista, referindo-se ao tema nos diz: “A Alma, o berço de nossas emoções mais profundas, pode se beneficiar enormemente com os dons de uma vida espiritual viva, ou sofrer quando privada deles".
Nossa espiritualidade não aflora, nem é completamente formada sem esforço! A vida espiritual requer atenção constante e prática, muitas vezes sutil em sua beleza para que os princípios espirituais sejam mantidos vivos. É fácil para nossas mentes se alojarem no mundo material e esquecerem o espiritual.

Assim como a mente elabora ideias, a Alma se alimenta da vida e digere-a, criando sabedoria da experiência. O mundo externo serve como meio de profunda espiritualidade e a transformação da experiência comum na essência da Alma é muito importante.
Caso nossa ligação entre a experiência de vida e imaginação seja inadequada, ficamos então em divisão entre vida e Alma, e essa separação vai sempre se manifestar em sintomas emocionais e sentimentais. Faz sentido?

Outro aspecto da vida moderna é a perda da prática espiritual formal no cotidiano de muitas pessoas, não sendo apenas uma ameaça para a espiritualidade como tal, mas também privando a Alma da valiosa experiência simbólica e reflexiva. Quantas vezes perdemos uma ocasião de trabalho da Alma, saltando à frente para soluções definitivas, sem parar para saborear os tons? Somos uma sociedade radicalmente racional, ansiosa por agir e acabar com a tensão, e assim perdemos oportunidade de conhecer a nós mesmos com nossos motivos e segredos. Cuidados para com a Alma podem incluir a recuperação da prática espiritual que seja vivencial, intelectual e sentimentalmente satisfatória. Fontes de renovações espirituais estão ligadas às tradições com as quais fomos educados e criados.

Algumas pessoas são afortunadas em que suas tradições espirituais de infância, ainda sejam relevantes. No entanto, as ideias fundamentais de cada tradição estão sujeitas a imaginação do aqui agora em uma série de mudanças de comportamentos e costumes.

Kahlil Gibran, (1883-1931) renomado poeta, escritor no livro “O Profeta”, nos diz: “Não diga - "eu encontrei a verdade", mas sim, "eu encontrei uma verdade". Não diga, "eu encontrei o caminho da Alma". Diga sim, “eu encontrei a Alma andando em meu caminho". Pois a Alma caminha sobre todos os caminhos. A Alma não caminha sobre uma linha, nem vai crescer como o junco. A Alma desdobra-se, como um lótus de pétalas incontáveis".

A espiritualidade nos ensina tanto direta como simbolicamente a enxergarmos as dimensões sagradas da Alma na nossa vida cotidiana. Neste sentido, é "arte da memória", a maneira de sustentar a atenção plena sobre o espiritual inerente a tudo o que fazemos. Correto?

Como podemos apreender o sagrado nos objetos e circunstâncias mais comuns? Por um lado, podemos criar anotações em cadernos ou diários e, atualmente, com o auxílio da informática organizar uma maneira muitas vezes pequena, mas significativa de podermos fazer o sagrado aflorar em nós todos os dias. As reflexões quinzenais que tenho elaborado e desenvolvido, ininterruptamente, por estes onze anos podem ser um exemplo.

Esse tipo de espiritualidade, digamos, tão comum e doméstica, é especialmente nutritiva para a Alma. Sem essa incorporação humilde do sagrado na vida, o espiritual poderá se tornar tão distante da nossa condição humana, como também chegar a ser irrelevante.

Para a Alma, os mais ínfimos detalhes e as atividades mais comuns, realizadas com plenitude de mente e arte, têm efeito muito além de sua aparente insignificância. Está claro? uando nos relacionamos com nosso corpo como sendo Alma, estaremos cuidando de sua beleza, poesia e expressividade. Nossos hábitos mais comuns são tratar o corpo como máquina, cujos músculos agem como polias e motores dos órgãos, de modo que experimentamos o corpo como ferramenta, dando-lhe valor somente na doença.

A espiritualidade é semeada, germinada, e brota, floresce no mundano. Sendo assim, é para ser encontrada e cultivada nas nossas atividades diárias. Tudo o que fazemos, não importa quão simples, tem um halo de imaginação em torno dele e pode servir à Alma, enriquecendo a vida, tornando as coisas ao nosso redor mais preciosas, e dignas de nossa proteção e cuidado.

A Alma é parte integrante do nosso Ser Divino em estreita conexão com o Ser Maior Criador Deus.

Voltaremos ao assunto.

Texto revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 13


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Marcos F C Porto   
Marcos F C Porto – Terapeuta Holístico - Psicoterapia Holística Transpessoal – CRT 44432, Diplomado em ITC - Integrated Therapeutic Counselling, Stonebridge, UK, trabalha auxiliando pessoas na busca da sua essência, editor do OTIMIZE SEU DIA! há 21 anos, autor do livro - Redescobrindo o Eu Verdadeiro, facilitador de Grupos de Reflexão há 18 anos.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa