auravide auravide

Espiritualidade - experiência espiritual com nossa consciência não-dual - 3ª parte



Como dissemos na conclusão da segunda parte da reflexão, nossa jornada espiritual não é apenas sobre ascensão. Precisamos também mergulhar na profundidade de nossas mentes, criando comunicação com o Eu Alma.
Neste sentido, unidade e integridade se sentem holísticas e realistas - mais verdadeiras!

Unidade é uma experiência que transcende a mente. Quando experimentamos a unidade, sentimos conexão com tudo que existe em todos os níveis. Em outras palavras, nos sentimos "unidos" com tudo o que a vida oferece.
Vamos, então, continuar a refletir?
Nos ensinamentos espirituais dos nossos ancestrais notáveis, todo o caminho gira em torno da nossa inerente consciência pura, e lá residirmos. Ao nos fundirmos na consciência não-dual, o ego, ao menos temporariamente, evapora.

Consciência irrestrita substitui o ego como estrutura de nós mesmos, na sua totalidade unificadora na qual nada poderá ser separado, revelando o ego como sendo ilusório e desautorizado. Ao invés de nossa consciência submeter-se à alguma distração, problema ou dificuldade, permanecemos na plenitude autêntica da unidade não-dual.
A princípio, a percepção da experiência espiritual da nossa consciência não-dual será intelectual.
Quando a visão verdadeira se manifestar, no entanto, será ao mesmo tempo surpreendente e magnífica.

Problemas se dissolvem; amor, alegria e compaixão surgem naturalmente. Faz sentido?
Desta forma nossas vivências, por ocasião deste primeiro sabor da experiência espiritual da nossa consciência não-dual, entrarão espontaneamente em uma visão clara de consciência estável e duradoura.
Perceberemos que iluminação espiritual é nossa verdadeira natureza, necessitando de desapegos e estarmos sempre presentes no Aqui-Agora.

Vale observar que a grande maioria entre nós, principalmente por inexperiência, não está preparada espiritualmente para alcançar a iluminação espiritual no primeiro contato com a consciência pura, e desta forma retornam ao piloto automático da zona de conforto das crenças. Não poderemos aprender a ‘andar na bicicleta’ da experiência espiritual da nossa consciência não-dual sem as rodas do treinamento.
Precisaremos que nossa estrutura interior nos possibilite conciliar entre as autotransformações do momento presente, e a possível volta para a visão egocêntrica.

Assim, nos concentraremos em práticas que envolverão o cultivo gradual do aprofundamento espiritual, contato e organização de energias vibracionais, consciência corporal, aceitação amorosa de nós mesmos, observando as influências dos processos de apego em nós.

Experiência espiritual da nossa consciência não dual não é difícil de ser experimentada. Permitirmos que as nuvens dos pensamentos críticos, das emoções negativas e mágoas do passado flutuem, sem obscurecer nosso Aqui-Agora. Nossa consciência pura precede a tudo; forma o substrato que recebe a experiência de vida. Esse nosso estado de ser maravilhoso nos permitirá acessar a satisfação plena da consciência não-dual.
A experiência espiritual da nossa consciência não-dual nos atrai a procurá-la diretamente.

Mas, para nos estabelecermos na consciência, precisamos de um caminho equilibrado de cultivo do Eu Alma. Correto?
Este enigma tem sido amplamente refletido nos círculos espirituais por milênios. No início o enfoque tomou a forma do cultivo gradual versus despertar súbito. Os Mestres, nos ensinaram tanto a necessidade, como a complementação de ambos.

Nosso despertar súbito na experiência espiritual da nossa consciência não-dual nos confere a libertação do egocentrismo.
Com esse peso alavancado, poderemos respirar livremente o ar do Aqui-Agora, retornando autotransformados ao nosso estado habitual.  A partir de então, o reconhecimento da consciência intuitiva como sendo nossa própria essência, orienta a busca de práticas no cultivo gradual de nosso ser, e a confiança no nosso aprofundamento espiritual torna-se inabalável. Está claro?

Mensagem recebida por Maria Aparecida do Vale Porto, minha esposa, no Cerimonial do Primeiro Domingo do Mês da Comunidade Triângulo da Fraternidade Essenoi em 02-09-2018, esclarece o entrelace entre nossas emoções e apegos: “Desapeguem-se das emoções. Sejam humildes, aceitem suas emoções negativas e as libertem. O orgulho e a vaidade os impedem de se elevarem, pois os aprisionam dentro de vocês mesmos. Sejam claros e honestos consigo mesmo, assumam quem são com toda a carga de emoções que têm dentro. Quando se libertam das emoções densas abrem passagem para a manifestação do Amor. Amem-se nas imperfeições, só assim encontrarão a perfeição”.

Estamos nesta vida para servir propósito mais abrangente. Vivermos em consciência não-dual está de acordo e apoia esse propósito nas formas sutis do plano espiritual.

Nossas obrigações não terminam aí. Respeitando ambas as tradições espirituais do Oriente, com seu foco em ser e do Ocidente, com seu foco em saber, observamos que pureza de ser e consciência não dual, promovem a purificação da nossa livre vontade, e o desprendimento dos apegos e egoísmos. Gradualmente expandindo nossa livre vontade, empoderada pelo querer do coração, primeiro para o próprio Eu, nossa individualidade e depois para a Vontade Divina da Generosidade do Ser Maior Criador Deus, nos permitirá redescobrir nosso desígnio de serviço ao TODO.

Voltaremos ao assunto.

Texto Revisado

Publicado dia 30/9/2018
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1



foto-autor
Autor: Marcos F C Porto   
Marcos F C Porto – Terapeuta Holístico - Psicoterapia Holística Transpessoal – CRT 44432, Diplomado em ITC - Integrated Therapeutic Counselling, Stonebridge, UK, trabalha auxiliando pessoas na busca da sua essência, editor do OTIMIZE SEU DIA! há 20 anos, autor do livro - Redescobrindo o Eu Verdadeiro, facilitador de Grupos de Reflexão há 17 anos.
E-mail: portomfc@gmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa