auravide auravide

Espiritualidade- experiência espiritual da nossa autotransformação - 2ª parte



Nesta segunda parte do tema, iniciamos por afirmar que examinarmos atenciosamente nosso lado não experimentado e abraçá-lo, representa passo essencial para nossa integridade, e parte complementar da experiência espiritual da nossa autotransformação. Muitas vezes, isso é o mais intimidador, porque requer movermos áreas de conforto e segurança em nossas vidas.

Vamos, então, continuar a refletir?

Procurando significados ao buscarmos respostas na falta de sentido e no que não encontramos ressonância conosco, perguntas como: “Preciso que minha vida seja significativa?”; “O que é significativo no que faço?”; “O que é preciso para eu criar significado?”

Todos nós procuramos dar sentido ao que fazemos, no entanto, poderemos nos defrontar com essas questões se esse for o caso. Poderemos no nosso empenho de autotransformação interior e exterior priorizarmos o que seja importante ou não. Mas ao final do dia, a questão do significado poderá permanecer aberta para muitos de nós, não é verdade?

Muito está escrito e dito no como nos relacionamos e sobre a importância como nutrimos nosso amor interior, mas realmente abraçamos esse entendimento em nossas vidas?  Permitimos expressar nossas necessidades?  Respeitamos nosso corpo, mente, sentimentos, emoções, Alma como seres integrados de Corpo-Mente-Alma? Caminhamos pela vida no nosso próprio ritmo?

Precisamos para adquirir autenticidade, esclarecer nosso relacionamento conosco!

Deveremos explorar até que ponto ‘eu venho primeiro’ - não por egoísmo, mas por respeito à nossa própria experiência e limites de individualidade, o que não significa individualismo. Faz sentido?

Quaisquer que sejam as circunstâncias ou razões, às vezes falhamos conosco e com os outros, assumindo mais do que podíamos, e assim manipulando situações, ou ferindo pessoas devido à ausência de consciência. Abracemos cada desafio em nossas vidas como oportunidades
para a autotransformação.

Perguntando a nós mesmos, como enfrentamos erros e falhas, como nos tratamos quando erramos, o que sentimos quando nos sentimos ao não corresponder às nossas expectativas e às dos outros? O que precisamos conscientizar para nos olharmos sem culpa? Poderemos permitir que a vida nos confronte com experiências que nos deixem excluídos, julgados ou pagando pelas consequências de nossas ações, e ainda assim retornarmos ao estado de inocência?

Como atingirmos o ponto em que poderemos começar de novo, de novo e de novo . . . ao ponto em que o resultado seja enfrentarmos nossa culpa sem levá-la ao lugar de autopunição contínua.

Muitas vezes por constrangimento ou conformidade e ignorando ouvir e falar com nossa intuição, essa sensação sutil de desconforto, poderá nos colocar em situações que parecerão erradas. Estando cientes de que temos um corpo vivo, e percebendo quando houver tensão em nosso corpo, mente, isso já será revelação importante.

Então, poderemos ter nossa própria experiência espiritual da nossa autotransformação, ouvindo-a e respondendo de acordo com nossa intuição.

Autotransformação predispõe nossa intenção de irmos além do normativo para redescobrirmos o que transcenda, ou seja, o que está além dos limites dos nossos conhecimentos racionais.

Inspiração autêntica nos dá energia mental e espiritual para serem transformadas em ações positivas.

Poderá fazer toda a diferença entre nós seres humanos espirituais, não permitir que o desânimo paralise nossos sonhos, exercendo o poder da livre vontade para transformá-los os em realidade. Sonhar é de graça!

Passar por transformações pessoais é um processo laborioso, mas necessário de amadurecermos até a manifestação final do nosso ‘eu’ desejável, requerendo que avaliemos nossa espiritualidade interior.

De forma séria a experiência espiritual da nossa autotransformação dos valores e crenças indesejáveis, nos colocará aptos a eliminarmos conflitos, confusões e desorientações. Quando deixarmos de pensar em nossa própria autopreservação, passaremos por uma transformação em níveis de consciência. Manifestação do Eu Alma representa deslocamento e desarticulação do eu egótico!

Sri Chinmoy (1931-2007) filósofo hindu, compositor, guru espiritualista nos diz: “Ouça tua luz interior; ela irá guiá-lo; ouça tua paz interior; ela irá te alimentar; ouça teu amor interior; isso irá te transformar; irá te divinizar.”

Peçamos ao Ser Maior Criador Deus que nos mostre como podemos ser uma bênção onde estejamos. Continuemos Honrando-O para que os outros possam Enxergá-Lo através de nós. Quanto mais permanecermos na Luz da Vontade Divina, mais Sua Graça e Poder nos transformará em “Sua Imagem e Semelhança” - Gênesis 1-26.

Racionalismos ainda continuam sendo os maiores impedimentos para compreendermos os mistérios do Ser Maior Criador Deus. Correto?

Todos crescemos ao nosso próprio ritmo e nível de consciência, e quando nos apoiamos uns aos outros, o processo sempre vai mais suave. Está claro?

Um dos maiores indicadores da experiência espiritual da nossa autotransformação é revelado em como respondemos às fraquezas, à inexperiência e às ações ofensivas dos outros.

Voltaremos ao assunto.

Texto Revisado

Publicado dia 19/8/2018
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1



foto-autor
Autor: Marcos F C Porto   
Marcos F C Porto – Terapeuta Holístico - Psicoterapia Holística Transpessoal – CRT 44432, Diplomado em ITC - Integrated Therapeutic Counselling, Stonebridge, UK, trabalha auxiliando pessoas na busca da sua essência, editor do OTIMIZE SEU DIA! há 20 anos, autor do livro - Redescobrindo o Eu Verdadeiro, facilitador de Grupos de Reflexão há 17 anos.
E-mail: portomfc@gmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa