Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Espiritualidade - navegando ao sabor do vento.

por Marcos F C Porto
Espiritualidade - navegando ao sabor do vento.

Publicado dia 30/8/2009 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


A Suprema Sabedoria de Deus, a qual conhecemos como Divina Providência, pode ser representada como o sopro do vento no nosso coração e Alma. Este sopro oferece dinâmica à nossa vida, plena de energia e inspiração - a vida energizada pela vontade e entendimento Divino. Nossa tarefa, caso escolhendo por aceitar, é posicionar nosso barco e navegar ao sabor do vento. A resposta para tudo e para a vida em si mesma estará ao sabor do vento. No entanto, este sopro do vento Divino será inútil, caso não respeitemos sua importância. E a Divina Providência saberá que seremos pobres navegadores que negligenciamos em içar nossas velas, quando sopram os ventos favoráveis.

Por que remar tão exaustivamente, para criarmos uma vida feliz, nos tornarmos úteis ou espiritualmente maduros, quando os Ventos Divinos poderão nos favorecer a chegarmos lá - agora, se nos deixarmos levar ao sabor do vento? Vamos lá refletir sobre o tema?

Sejam quaisquer os ângulos que enxergarmos tanto a vida real como a beleza ao nosso redor, estaremos sob os efeitos dos Ventos Divinos. Assim como o som do roçar das folhas secas caindo das árvores, ou o lento movimento das nuvens nos céus, também são os mais inspirados movimentos de voluntários, ou os gentis sorrisos de gratidão, todas as manifestações dos Ventos Divinos sempre soprando sobre nós. Quando resolvemos a ver a vida exatamente como ela é, e não como nossas personalidades individualistas a projetam, sentiremos o soprar dos Ventos Divinos em nossas faces.

Quaisquer que sejam nossas manifestações de criatividade, elas são inspirações do trabalho Divino, porque estaremos deixando que os Ventos Divinos soprem sobre nossas velas içadas, para que aconteçam as belezas das criações. Deixemos então nos levar pelos Ventos Divinos quando nos movermos para a ação. Como que surfando, não mediremos o tamanho da onda antes de nos lançarmos a ela - simplesmente nos lançamos! O mesmo é verdadeiro com as inspirações de Deus. Sem analisá-las racionalmente, ou pensar se devemos ou não, nos lancemos para permanecer nelas, navegando ao sabor do vento.

Não nos preocupemos em como fazer. Cada inspiração Divina nos diz não só o que, mas como, despertando nossos sentimentos a serem expressos nas ações. Por exemplo: quando somos inclinados a dizer uma palavra de Amor para alguém, é o sentimento manifestado na mensagem, muito mais do que as palavras em si que irão significar. As ações que somos inspirados a realizar são formas do Amor, Diligência e Energia de Deus aos que estão a nossa volta. Não há necessidade de estocarmos os dons que Deus nos dá. A vida é muito semelhante ao vento, ou seja, não é algo que possuímos eternamente. O vento não pode ser contido. Não há como guardarmos o vento em uma caixa, mesmo porque as laterais da caixa não o deixariam soprar. Faz sentido?

Saber e inspiração Divina são iguais. A verdade sobre tudo está sempre disponível para nós, no ar, no coração de Deus, e no mais profundo da Alma de cada um de nós. O verdadeiro saber não equivale a ter muitas moedas guardadas no bolso. Não podemos colecionar o saber, colocando-o no cofre.

Da mesma forma espiritualidade não é algo para colecionar ou ganhar, mas para ser vivida. Ambos, Mestre Jesus e o Buda, não ficavam distribuindo livros, não carregavam sacos de moedas. Ambos sempre foram conscientes que estavam envolvidos em Viver, e que a Vida iria tomar conta deles. Deus estará mais do que feliz em nos dizer - o que, como e quando - de tudo que precisamos saber sobre a Vida.

Então, podemos concluir que não há necessidade de acumular e estocar conhecimentos, mas sim, vivenciar cada aspecto do nosso conhecimento de acordo com nossa evolução. Está claro? Flores fenecerão quando colhidas, e ficaremos então com um ramalhete de flores murchas nas mãos, e não poderemos mais admirar sua beleza. Ao contrário, nossa fé sempre garantirá flores novas!

Khalil Gibran (1883-1931) poeta libanês interpretando com maestria a palavra de Deus nos diz: "Dizeis: darei só aos que precisam. Mas os vossos pomares não dizem assim; dão para continuar a viver, pois reter é perecer".

Deus providenciará sempre com Amor, Sabedoria, Compreensão, Energia e Inspiração necessária para todos os momentos do Aqui - Agora. Mantermos sintonizados no Aqui - Agora é como cuidar das flores no jardim para que se conservem longamente. A Vida sábia flui e as respostas vêm como que sopradas pelo vento. Somos o vento - quando sentimos que vamos de acordo com o vento, nos tornamos o vento. Reconhecemos, então, que o Vento Divino que sopra em nós não é estranho, e não é outro senão nós mesmos. Nós somos o vento - o verdadeiro Vento de Deus.

Somos nascidos da inspiração amorosa de Deus. A resposta a todas nossas dúvidas está navegando ao sabor do vento. De idêntica forma, a resposta ao nosso esforço de evolução está navegando ao sabor do vento. Voltaremos ao assunto.

Texto revisado por: Cris

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo

auravide auravide
Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 11

Sobre o Autor: Marcos F C Porto   
Marcos F C Porto – Terapeuta Holístico - Psicoterapia Holística Transpessoal – CRT 44432, Diplomado em ITC - Integrated Therapeutic Counselling, Stonebridge, UK, trabalha auxiliando pessoas na busca da sua essência, editor do OTIMIZE SEU DIA! há 19 anos, autor do livro - Redescobrindo o Eu Verdadeiro, facilitador de Grupos de Reflexão há 17 anos.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Sabedoria
artigo Quais as deusas que habitam dentro em mim?
artigo Felicidade em suas asas
artigo Coração Ardente II

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




horoscopo

auravide auravide

auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa