auravide auravide

Fluindo no trabalho


Facebook   E-mail   Whatsapp


Quando estamos fluindo no trabalho, não existe esforço nem combate. A sensação de que “temos que fazer algo” passa ao longe... Claro, vemos pessoas que colaboram e pessoas que atrapalham... e dizemos sim para o movimento que elas fazem. As que desejam ficar paradas, deixamos paradas. As que desejam andar, deixamos andar. Nos aliamos àquelas que estão prontas para colaborar, e sentimos em nossa intuição onde ela será útil, como, e até quando.

Percebemos em nós mesmos como está o nosso movimento: estou num momento de elaboração? De estagnação? De ação? Estes movimentos não são dominados pela própria vontade. Servimos a Algo maior, que diz o que devemos fazer, se é que devemos fazer.


Sim, eu sei: a mente tem expectativas. O nosso lado masculino, planejador e fazedor deseja resultados, pois foi ensinado assim pelos homens (ou pela falta de...) que influenciaram nossa vida. E às vezes, este lado masculino veio da própria mãe. Já que o pai não estava presente... trabalhava demais... estava envolvido em suas profundas dores emocionais e neuras a respeito de sobrevivência, sucesso e dinheiro.
E então, onde está o lado feminino real? Como está minha capacidade de aguardar, sustentar o movimento estático? Como está minha capacidade de não acreditar nas bobagens e nas guerras que a mente cria? Como fica o meu lado de sorrir, ao ver as peraltices que a racionalidade cria, sem nenhuma necessidade, enquanto observo minha barriga gestando um projeto, crescendo, pouco a pouco? A mente gostaria de fazer uma cesariana, e arrancar aquela vida antes do prazo. Quer ver para crer! E dá inúmeras explicações para este absurdo. Mas a minha mãe interior aguarda, amorosamente.

Os planos acontecem em algum outro nível de consciência. Aquilo que nosso coração deseja já está concretizado, realizado, pronto... Quando as duas sementinhas do masculino e feminino se unem, o milagre da vida acontece por si só, e basta acompanharmos a criação se desenvolvendo, protegermos, cercarmos de mimo e garantirmos o seu crescimento saudável. Embora nem isso seja o nosso direito, pois às vezes, o projeto dura o infinito de alguns segundos. E desaparece... Assim é a vida. Assim é a natureza. Dominar a arte de trabalhar com esta visão que une pragmatismo e poesia, ação e espera, solidão e colaboração, é uma delícia... Um exercício fantástico, onde nos tornamos somente um canal. Um canal que transforma os pensamentos de Deus em algo visível, concreto, real. Damos vida ao barro. E depois deixamos, entendendo que a vida, um dia, irá para outro lugar, e o barro retornará a ser pó, como sempre foi.





Texto revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 6


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Alex Possato   
Terapeuta sistêmico e trainer de cursos de formação em constelação familiar sistêmica
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa