Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Lá se vai mais um dia...

por Mônica Erichsen Nassif
Lá se vai mais um dia...

Publicado dia 7/11/2009 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Lá se vai mais um dia... Ensolarado, quente, sexta-feira. A semana passou e muitas coisas aconteceram da mesma forma, encontramo-nos com, praticamente, as mesmas pessoas. No trabalho, as atividades parecem não se modificar e, constatamos que são muito rotineiras!  Em casa, os dias parecem ser cópias uns dos outros: horários, filhos, refeições, programas de televisão...Enfim, lá se vai mais um dia...

Em meio a tantas atividades, obrigações e repetições, que aspectos foram positivos? Notícias boas, conversas com filhos e amigos, uma caminhada ao ar livre, uma boa leitura e uma boa música... O retorno tranquilo e garantido de todos para casa ao final de cada dia e, sobretudo, deste dia que se vai...

Entretanto, ao nosso lado, tantas coisas diferentes acontecem ao mesmo tempo e nem nos apercebemos delas. Claro, coisas boas, pessoas e lugares bonitos, notícias alegres. Mas, vivemos em um momento tão intenso que somente conseguimos nos lembrar de poucas coisas boas e, infelizmente, de um número um pouco maior de situações nada agradáveis ocorridas conosco ou com outras pessoas. A ênfase nas notícias e olhares voltados para mentiras, sabotagens, roubos, mortes e crimes nos fazem estar sempre em estado de alerta e prontos para nos defendermos seja lá do que for. Vivemos voltados para a escassez, para a desconfiança, para a dor e o sofrimento. É uma paranóia crônica.

Ando me perguntando com bastante frequência: e se olharmos cada uma das situações consideradas "negativas" abrindo um pouco mais o nosso ângulo de visão... E se, ao invés de darmos atenção à mentira, procurássemos o ser humano que tem medo, que está inseguro, que não sabe como solucionar uma dificuldade... E se perguntássemos ao autor da mentira: o que lhe aflige? o que gostaria de ser ou fazer e perdeu a esperança e "tem que" estar ou ser alguém que não tem nenhuma conexão com a sua alma? 

Tenho a impressão de que veríamos outras coisas e outras pessoas, começaríamos a ouvir que algo está transbordando e não faltando, começaríamos a sentir bons aromas, a delicadeza e força das árvores, a parceria dos animais ... Não seria diferente? Não estaríamos alimentando positivamente os nossos dias neste planeta das energias da abundância, da prosperidade, do compartilhamento e, enfim, do tão reverenciado amor?

Lá se vai mais um dia, mas o céu estava lindamente azul e o sol brilhava tanto; a minha filha disse que eu sou fofa, a minha amiga Maria estava lá na Internet, fiz o meu trabalho rapidamente e ainda consegui ir dar um passeio, telefonar para uma tia que há muito não vejo, bater papo com a minha mãe e ainda escrever este pequeno texto... 

Texto revisado

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 4

Sobre o Autor: Mônica Erichsen Nassif   
Reikiana e floralterapeuta. Atendo de forma presencial e à distância. Faça contato!
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.





horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa