Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Mas eu fui tão bonzinho...

por Lucius Augustus

Publicado dia 9/6/2012 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Você é uma pessoa que se empenha para caminhar com retidão, está bem adequada à moral vigente, distinguindo com naturalidade o que é tido como certo e errado, optando por aquilo que é convencionado como certo, útil, agradável e bom.Você é uma pessoa que se importa com as que a cercam, com o mundo que a rodeia. Você é uma pessoa que sabe amar, ser generosa e, ainda por cima, é cumpridora de seus deveres cívicos.

Então, como pode ter acontecido algo ruim com você? Como?

Parece não fazer sentido. Você é uma pessoa boa, fez tudo direitinho e parece que o céu quer desabar sobre sua cabeça. Não parece justo.

O que é comum: recompensar comportamentos desejáveis e censurar, até punir comportamentos não desejáveis. A criança cresce e conserva um padrão que filtra sua realidade desse modo: "eu fiz tudo direitinho, Lucius, porque estou sendo punido?".

Querida amiga, estimado amigo, não há punição no universo. Segundo a Lei do Karma, há o ajustamento dos efeitos, alinhando-os às suas causas, para preservar equilíbrio. Não castigo, punição. E você é alguém que merece ser amada. É, também, uma pessoa boa. Inegável.

Mas esse padrão: associação de um comportamento reto com uma recompensa ou ausência de algo que pareça castigo, não mais tem serventia.

Você fez tudo em ordem, não se esqueça de que plantou. Mas essas sementes não germinam na hora.

Plante ordem sempre que puder, que em algum momento você se encontrará com os efeitos do plantio ordenado. Inevitável. E não se esqueça de que há plantios passados que geraram seus efeitos presentes. Alguns plantios você nem se recorda mais que fez. A boa notícia. De agora em diante, quanto mais ordem você colocar em movimento, mais investimento em seu futuro você estará fazendo.

"E agora, que parece que vivo um castigo, o que faço?"

Tenha confiança na vida, em Deus e, muita, muita confiança em seu próprio poder realizador.

Passa. Tudo passa. E pode até ser surpreendente. Sabe quando a gente toma um chá amargo, como boldo bem concentradinho, e se sente bem do estômago depois? Considere que você está tomando um chá amargo. Algo fabuloso está guardado para você. Mesmo não sabendo o que é, confie na vida, tome o chá e caminhe em ordem.

Abraço,
Lucius Augustus, IN, seu amigo.


Texto revisado

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 9

Sobre o Autor: Lucius Augustus   
Lucius Augustus é o autor do blog Zerando Karma - espiritualidade para todos, sem fronteiras, sem dogmas, sem pré requisitos, amando e respeitando a todos e a cada crença. http://zerandokarma.blogspot.com , Facebook: www.facebook.com/lucius.augustus , Twitter: @ZerandoKarma
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.





horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa