auravide auravide

Mudança no Modo de Pensar


Facebook   E-mail   Whatsapp

Devemos mudar o foco de nossa atenção sobre o significado da existência humana no planeta.

Vivemos hoje como se tudo o que precisássemos fosse encontrar novas e cada vez mais novas formas de sentir o prazer. É certo que conquistamos muitos instrumentos que facilitam a vida. Nos últimos cem anos o homem foi capaz de reinventar a vida de maneira espantosa. A tecnologia nos permite estar em vários lugares ao mesmo tempo!

Mas a onipresença conquistada não nos garantiu paz de espírito. Nem tampouco nos respondeu às perguntas básicas: quem somos nós? De onde viemos? Qual o verdadeiro propósito da criação universal? 

Somos crianças no jardim de infância. E, como crianças, não temos como responder a isso. Vamos precisar crescer em luz. Abrir a mente e deixar que se manifeste em nós a vibração sutil que nos aguarda em planos superiores da existência. Para que isso ocorra, teremos que regular nossa mente a sintonias cada vez mais elevadas, abrindo mão do corpo físico desejante.

O planeta traz no cerne a semente das mudanças. É inevitável. Todos teremos que ir, queiramos ou não. Mas, poderemos escolher de que forma iremos: com dor, inconscientes? A escolha é nossa!Vai depender daquilo que pudermos crer.

Desejar sair do mundo físico onde predomina a lei do mais forte; deixar de ser animal e passar a ser divino requer de nós uma postura diante do caos cotidiano. Ter em mente nosso verdadeiro propósito e objetivo ajuda a modular nossos desejos e emoções no firme propósito de avançar para a luz.

Vou colocar aqui a síntese do que alguns esotéricos conceituados dizem a respeito do processo evolutivo pelo qual estamos passando para, desta forma, adquirirmos mais instrumentos de ampliação da nossa mente pequenina.

O planeta Terra evolui através de fases. Na primeira fase, era apenas um aglomerado líquido e quente. Calor vivo e pulsante. Na segunda, criou-se um estado gasoso e quente, semelhante ao ar. Na terceira, o elemento água estava presente juntamente com o resto, sem ainda vislumbre de matéria sólida. Somente numa quarta fase o mundo foi se solidificando e criando, aos poucos, formas terrenas. Para o futuro, nossa próxima fase, ou etapa, será a desolidificação, até voltarmos a mais completa abstração, só que agora, com consciência.

Estamos em outra volta da grande espiral evolutiva e essa desolidificação será vivida com outro sentido... E nem todos estão preparados para participar desta viagem e terão que ter outros rumos que não a Terra. Serão conduzidos a outros mundos. Mestres, manifestando-se através de canalizações, estão nos dizendo como serão as coisas no planeta dentro em breve. Vamos aqui, a título de conhecimento, discorrer sobre teorias.

Devemos fazer nossa escolha e aderir à vibração mais pura que pudermos atingir, para começar a perceber quais os passos que haveremos de dar quando vier o momento da transformação. Para que nos adequemos ao novo ciclo, teremos ajuda de outros planos dimensionais, com novas formas de percepção da matéria. Assim como o Homem aumenta seu coeficiente intelectual e mental, elevando-se ao mundo espiritual, todos os outros reinos que convivem conosco na Terra irão evoluir (animais e vegetais). E será agora que irá acontecer.

Milhares de naves já estão a postos preparadas para realizar seu trabalho. Nossa vibração ainda não é sutil o bastante para vê-las. Apenas alguns já conseguem fazê-lo. Os seres que estão nestas naves são de hierarquias mais evoluídas e estão incumbidos de nos ajudar. "Na casa de meu Pai há muitas moradas" - disse o Cristo.

Aquele de nós que puder será resgatado. Os seres humanos que entrarão nas naves serão aqueles que tiverem alcançado uma vibração o mais sutil possível, numa entrega total ao desconhecido, ancorados pela fé, entregando o corpo e a própria vida. Aquele que desapegou-se do passado, que desenvolveu em si uma coerência lógica com novos paradigmas.

Uma vez resgatados, viverão situações ainda inacessíveis à maioria como, por exemplo, a de estarem libertos de pensar no dia de amanhã. Poderemos ser resgatados em corpo físico ou em corpo sutil. Depende. Os engenheiros das naves lidam com redes de energias que, ainda desconhecidas de nós, farão o trabalho de nos manter conscientes. Portanto, é possível que muitos de nós entremos nas naves em corpo físico. Claro que sairemos de lá diferentes de quando entramos. As mudanças deverão transformar nosso DNA em GNA, aumentando os níveis vibratórios e nos tornando menos densos do que temos sido.

Despertar o Homem do sono do mundo dos desejos, retirá-lo da ilusão da vida tridimensional e introduzi-lo em níveis sutis de consciência, é uma tarefa que somente seres de suprema renúncia, de completa entrega e dedicação podem realizar. 

Dizem que o Homem que estiver dentro da nave, estará como que adormecido para tudo o que se passou na Terra; suas emoções e sentimentos aflitivos passarão por uma espécie de processo de purificação, libertando-se da memória terrestre.

A Terra de hoje é apenas uma sombra do que está destinada a ser. No momento certo, aqueles que forem resgatados e purificados, receberão novos conhecimentos através de novos canais de percepção, através de seu novo GNA e depois, trazidos de volta ao planeta, para novamente habitá-lo e, continuando sua jornada evolutiva, munido de novas formas de compreensão do propósito da existência como um todo e em acordo com as leis do universo.

Portanto, segundo as teorias, será um momento de libertação, embora não ainda da perfeição do ser. Nem todos que entrarem nas naves estarão em condições de enfrentar os tempos novos. Somente a partir da ajuda e do tempo, isso será possível.

O trabalho com o ser humano será feito de dentro para fora, ou seja, de tomada de consciência de si, libertando-o das lembranças do passado. Todos passarão a perceber o que somos em essência.

Viveremos uma profunda transformação. Eu diria mesmo, uma transmutação!

Eu mesma não sei se acredito nisto tudo que acabei de escrever. Não há como saber, de fato, já que os universos paralelos e sutis não obedecem às leis naturais da ciência do mundo, e muito menos se apresentam a nós apenas porque queremos.

Porém, andamos sofrendo tantas transformações, mesmo na vida diária, que já podemos experimentar em nós um desassossego. Aqueles que reconhecem em si mesmos essas angústias de mudanças, identificam-se com elas e sabem que essas ideias não podem ser nunca comprovadas pela lógica e sim interiormente, intuitivamente!

Texto revisado
Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 18


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Carmem Farage   
Fundadora do Instituto Lumni, criadora da Terapia Lumni - uma terapia quântica que une ciência e espiritualidade sob a mentoria de Teillhard de Chardin. Psicóloga, Psicanalista, especialista em Regressão de memória, apometria Clínica, Mestra de Reiki Usui Tibetano, especialista em Medicina Chinesa.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa