auravide auravide

Na busca da realização!


Facebook   E-mail   Whatsapp

Há várias teorias que subdividem a vida do Ser Humano. Como disse Albert Einstein: "Tudo deve ser apresentado da maneira mais simples possível, porém, não mais simples do que isso". Portanto, podemos considerar que são três os segmentos que trilhamos complementarmente em nossas vidas: o pessoal, o profissional e o espiritual. O equilíbrio ocorre quando os temos harmonizados e coerentes.

Mas vejamos como na maioria das vezes temos nos comportado, isso depois do que chamamos "atingirmos nossa idade adulta", aquela onde nos consideramos donos de nós mesmos. Dizemos professar uma crença e seguimos nosso caminho sem muito nos lembrarmos dela. Mas às vezes, em conversas com amigos, até citamos que somos isso ou aquilo. É lógico que com um pequeno vazio, pois sabemos não militarmos (entendam praticarmos, vivermos) nossos ensinamentos. Sem contar aqueles que dizem: "sou ateu, sim, graças a Deus".

Também muito comum é irmos de crença em crença, na busca do atendimento de nossas aflições ou anseios, levando em conta que uma irá complementar a outra, verdadeira transferência de responsabilidade para elas do que nos pertence e que estamos tendo dificuldades de suportar. E muitas vezes, nem é pelo peso, mas por nossos desejos imediatistas e nossas incapacidades de enfrentarmos frustrações. Nesta busca desenfreada, tarólogas e cartomantes ganham uma conotação de "tábuas de salvação", como se ao buscar orientações, estivéssemos isentos do fazer. "Fui lá, ela me disse isso. Tudo vai dar certo". Pronto, todas as nossas angústias podem sossegar.

Na verdade, ocorre uma redução de nossa ansiedade, o que nos permite passarmos mais um tempo "tranqüilos" e quando a situação não tem o desfecho esperado, em nova consulta, "o que você fez que alterasse o que estava previsto?" e começa tudo de novo. Porém, tenho visto pessoas irem assiduamente em busca de orientação e serem bem sucedidas. Quando comecei a verificar essa diferenciação, deparei-me com pessoas que tiveram na orientação apenas um balizamento e a partir daí, saíram fazendo, realizando, lutando, enfrentando.  

Profissionalmente, quanta insatisfação! Poucos foram os que disseram "faço o que gosto e como gosto". Muitos os que fazem o que gostam, mas de maneira que os deixam insatisfeitos, e a grande maioria faz o que aparece, pois não se percebem como podendo definir o que gostam e dedicam-se realmente a isso. É comum vermos pessoas solicitando encarecidamente a vaga disponível e logo após consegui-la, nada fazerem para corresponder à função para a qual foram contratadas. No dia anterior, "tenho filhos e família. Preciso!". No dia posterior à contratação: "Estão querendo me esfolar, não fui contratado para isso". E quanto aos vendedores? Hoje, o que mais se oferece é na função de vendas e todos nos intitulamos vendedores. Quanto desatino e desperdício de tempo, dinheiro, esforços, insatisfações e o pior: a sensação de fracasso frente aos resultados atingidos.

Na vida pessoal, a busca pelo amor. Encontrar alguém para compartilhar nossa existência. Benção maior que podemos ter. Desfocados de nós mesmos, apenas sentindo os vazios não identificados de nossos sentimentos, turbilhões que nos inquietam e nos fazem nos sentirmos desacolhidos pela humanidade. Ou fechamos as portas para o amor, ou saímos em busca frenética por ele, onde encontros que não se encontram prevalecem e ferem cada vez mais a integridade de cada Ser. Como podemos achar o próprio amor, de forma realizadora, se não cultivamos o nosso amor-próprio?

Hora de nos perguntarmos: "O que estou fazendo comigo mesmo? Como estou frente ao que busco? Sei o que busco?"

Texto revisado
Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 8


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Paulo Salvio Antolini   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa