auravide auravide

Nosso lugar de poder


Facebook   E-mail   Whatsapp

Somos a expressão e a manifestação da Divindade. Para que pudéssemos existir na terceira dimensão, a Consciência Divina "se projetou e imprimiu" as energias necessárias à nossa existência individual, criando assim, um lugar energético especificamente para nós, para que pudéssemos nos expressar a partir dele. Esse lugar contém todas as forças, diretrizes, potências e impulsos, necessários ao desenvolvimento da nossa missão de vida.

Esse lugar de poder foi criado para que sua força de luz nos impulsionasse nos conduzindo ao desenvolvimento de nossos dons, capacidades e potenciais criativos que carregamos impressos em nosso ser. Tudo o que Somos e contemos em poderes de luz potencializa-se e nos leva à conexão com a Mente Divina quando estamos dentro de nosso lugar de poder, levando-nos a expressar nossa Luz de forma intensa, irradiando-a a todos. Fora de nosso lugar de poder, somos como um vaga-lume voando de um lugar a outro, sem pousar em um lugar específico, acendendo e apagando sua Luz, sem mantê-la acesa e firme.

Quando nascemos, somos pura Luz e entramos diretamente nesse lugar de poder que nos acolhe e fortalece. Porém, justamente ao ingressarmos no mundo, quando estamos brilhando intensamente, sentimos a força da negatividade existente na dualidade, e as energias negativas emanadas pelas pessoas que nos recebem, nossos familiares. Sentimo-nos ameaçados e desprotegidos de imediato. A simples "saída" do ventre materno, onde éramos supridos em todas as nossas necessidades e nos sentíamos protegidos, já nos traz a sensação de desproteção e abandono. Logo de inicio fazemos uma associação negativa entre a expressão de nossa luz divina e a força da negatividade ameaçadora. A conclusão que tiramos é que é muito perigoso brilhar manifestando nossa luz.

Com o passar do tempo, enquanto crescemos, percebemos que quanto mais estamos firmados nesse lugar de luz, mais brilhamos e mais nos expressamos com força e poder, e que isso chama a atenção e incomoda aqueles que não reconhecem seus próprios poderes e brilho, fazendo com que queiram "tomar nossos poderes de luz" e nos tirar de nosso lugar de poder. Isso se torna uma grande ameaça para nós e concluímos que é perigoso demais estarmos em nosso lugar de luz e que, se desejamos estar seguros, devemos abandonar nosso lugar. E assim o fazemos.

Porém, fora de nosso lugar de poder, fica muito mais difícil manifestarmos nossa expressão divina para realizarmos nosso propósito. Vamos enfraquecendo, perdendo a intensidade de nossa luz, tentando desesperadamente encontrar algum lugar onde possamos novamente sentir a segurança e a força de nossa expressão. Mas não há nenhum outro lugar que possa nos trazer essa força. O tempo passa e acabamos esquecendo daquele lugar, e passamos a viver como errantes, criando falsos lugares de poder.

Infelizmente, não sabíamos que o lugar de poder é verdadeiramente de poder  e que nenhum mal nos aconteceria se nos mantivéssemos firmes nesse lugar, a despeito de qualquer agressividade ou ameaça manifestada contra nós.

Somente para lembrar, assim como os outros nos influenciam negativamente para que deixemos nosso lugar de poder, nós também fazemos o mesmo com os outros. Não existem vítimas, somente responsáveis.

Se somos capazes de constatar que estamos fora de nosso lugar de poder, somos também capazes de resgatar nosso lugar, reassumindo todas as energias de luz e poder que ele contém. Para isso, basta que tenhamos uma Vontade Forte, pedindo e buscando o apoio Divino para potencializar nossa vontade, com a intenção de reencontrarmos e reassumirmos o lugar que é nosso, de direito. Devemos fazer isso através da meditação, com total atitude de abertura e entrega ao Divino que há em nós e em conexão com a Mente e o Coração de Deus, a pura Consciência Divina, pedindo para sermos levados e conduzidos ao nosso lugar de poder.

Nesta meditação, sentiremos a conexão com nosso lugar e sentiremos sua força nos "puxando" para ele. Porém, a crença de que é perigoso estar nesse lugar, continua viva em nós, assim, ao nos sintonizarmos a ele, sentiremos sua intensa vibração que nos causará profunda emoção e a sensação de termos encontrado nosso "verdadeiro lar", ao mesmo tempo em que sentiremos emoções e sentimentos confusos, de angústia, medo, desconforto e uma certa rejeição ao lugar poderá se manifestar. Isso será perfeitamente normal, justamente por associarmos esse lugar a algo ruim e perigoso. Conscientes disso, deveremos nos manter firmes em nosso propósito. Diante da proximidade do retorno ao nosso lugar, de onde extrairemos forças e poder para firmarmo-nos em nosso propósito de vida, inevitavelmente o ego irá entrar em pânico e fará o possível para nos fazer desistir do lugar. Ele intensificará os desconfortos, fará com que sintamos muito medo do lugar. Isto poderá fazer com que algumas cenas de acontecimentos dolorosos em nossa infância, possam se mostrar a nós como um filme, passando rapidamente "partes" de cenas que não queremos ver e nem sentir as emoções dolorosas a que elas nos remetem. Reafirmo que deveremos persistir, mesmo se essa meditação nos trouxer muitas sensações ruins, pois é preciso que enfrentemos nossas crenças, nossos traumas e medos, deixando-os apenas se soltarem de nosso inconsciente, passando rapidamente por nossa mente. Isso é pura liberação de conteúdos. As sensações desagradáveis somente se intensificam porque, como eu já disse, o ego tenta potencializá-las para que venhamos a desistir da meditação e, consequentemente, da intenção em resgatarmos e reassumirmos nosso lugar de poder. Nesta firmeza de propósito, sem lutar contra o que está acontecendo de ruim dentro de nós, as energias negativas se dissiparão e iremos sentir alivio e serenidade.

Para que possamos verdadeiramente resgatar nosso lugar de poder, precisaremos fazer essa meditação algumas vezes, até que as sensações desagradáveis não ocorram mais e as sensações de prazer, certeza, satisfação e força aconteçam com mais frequência e intensidade. Ficamos muito tempo fora de nosso lugar, sustentando a crença de que era perigoso estar dentro dele, por isso, precisamos ser pacientes e amorosos conosco. Precisaremos de um tempo até nos acostumarmos novamente com as forças de luz de nosso lugar de poder. Passamos a vida acreditando que expressar nossa luz e poder era ruim, agora precisamos reaprender a viver na luz de nosso ser, para voltarmos a acreditar na vida e deixar fluir e acontecer...

Texto revisado
Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 115


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Teresa Cristina Pascotto   
Atuo a partir de meus dons naturais, sou sensitiva, possuo uma capacidade de percepção extrassensorial em níveis transcendes. Desenvolvi a Terapia Transcendente, a qual objetiva conduzir à Cura Real e à libertação integral do ser. Sou uma pesquisadora do inconsciente profundo, para descobrir seus mistérios e as chaves para a libertação real.
E-mail: crispascotto@hotmail.com | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa