auravide auravide

O caos de nossas vidas


Facebook   E-mail   Whatsapp

Estamos vivendo momentos difíceis em nossas vidas. Basta olhar ao lado, no espelho, no semelhante, e encontraremos expressões vazias, zumbis programados e infelizes.

Por mais que tentemos nos equilibrar diante das questões mais triviais de nossas rotinas, acabamos nos perdendo em nós mesmos, sempre buscando e buscando mais; um mais que não se justifica.

Embora estejamos recobertos de boas intenções, estas não nos são suficientes para suprir o vazio que vamos deixando como pegadas em nossa história.

Penso isso em relação ao trabalho, aos estudos, aos relacionamentos, a nós mesmos.

Quantos não desenvolvem suas atividades profissionais apenas pelo dinheiro no fim do mês, sem rota, objetivos ou qualquer vestígio de prazer; quantos não investem suas vidas em relações infrutiferas, almejando um status, ou uma vantagem qualquer, mergulhando mais e mais no nada?

O mais interessante é que o caos é reconhecido e citado várias vezes, e ainda assim, não tem a força propulsora suficiente para assinalar um compromisso maior com a virada na proposta de nossos dias.

Parece difícil reconhecer que determinados aspectos destrutivos façam parte de nossas vidas de uma forma tão intensa, mas é assim mesmo que se processa.

Ao analisarmos mais profundamente, se dermos a oportunidade do silêncio em nossos corações, perceberemos que muito daquilo que nos incomoda, que nos traz infelicidade, são escolhidos e autorizados por nós mesmos.

De uma forma ou de outra, por amor ou pela dor, toda e qualquer característica insustentável de nossos horizontes, acabarão por vir abaixo, assim como um castelo de cartas em meio a uma leve brisa.

Não é honesto que façamos de nossa existência um grande pesar por escolhas próprias.

Mas, como romper com esse processo vicioso, que já se acomodou convenientemente em nossas vidas?

É preciso coragem. Muita coragem e a disposição verdadeira em recomeçar. Também precisaremos de fé, e o reconhecimento de que aqui na Terra, todos somos instrumentos transformadores na vida uns dos outros. De que nesta grande escola encontraremos o nosso auxílio e remédio.

Quando reconhecemos esse transtorno, ou chegamos a essa conclusão, nos encontramos diante de uma encruzilhada.

De um lado temos apenas perspectivas, com muito trabalho a ser refeito; de outro, o conforto de uma situação insatisfatória, mas pronta a seguir nossa rotina.

Portanto, quando chegamos a esses caminhos, temos que ter determinação na escolha e nos responsabilizarmos por ela, para que depois, ao final dos vários ciclos de nossa jornada, não fiquemos importunando os outros e a nós mesmos com a falta do brilho no olhar. Brilho este que é característico de todos aqueles que souberam escolher, arregaçaram as mangas e fizeram o seu melhor.

É sempre bom lembrar: Fazemos nossas escolhas e somos responsáveis por elas.

A imutável lei universal é clara: O plantio é livre, porém a colheita é obrigatória!

Pensemos com responsabilidade e amor no propósito de nossa existência; não joguemos ladeira abaixo a responsabilidade de uma vida plena e feliz.

Paz, Luz, Amor, Harmonia e Prosperidade a todos!

Texto revisado


Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 18


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Ana Silvia   
RADIESTESISTA GENÉTICA ACUPUNTURISTA CROMOPUNTURISTA TERAPEUTA FLORAL REIKIANA Escritira Tel. (11) 986830132
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa