Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide
Home > Espiritualidade
O que fazer para angariar fundos?

O que fazer para angariar fundos?

por Wilson Francisco
Facebook   E-mail   Whatsapp


Psicólogos e psiquiatras orientam que o vício do Bingo é um distúrbio psicossocial. Na USP, o ambulatório que cuida de viciados informa que a procura de tratamento aumentou consideravelmente no período em que houve o "boom" dos bingos.

Felizmente, houve uma ação social/judicial e ficou decidido que o Bingo é ruim e causa distúrbios na mente humana. E ficou decidida a proibição deste jogo e fechamento das Casas de Bingo.
Na época em que o bingo era permitido, surgiu inclusive um grupo "Jogadores Anônimos", que prestava assistência a viciados compulsivos. Reúnia, em sua maioria, dependentes de bingo.

A Organização Mundial de Saúde, desde 1992, reconheceu o jogo patológico como uma doença, enquanto Daniel Fuentes, neuropsicólogo, relata que "a fissura do jogador compulsivo ultrapassa a do cocainomano (viciado em cocaína)".

Em minha atividade terapêutica, observo que, em relação ao jogo e outros vícios, há pessoas propensas e outras autoimunes.
A dificuldade é que não se sabe quem é propenso ou não. A pessoa, por si mesma, é que deve refletir e ver até onde vai a sua resistência ao vício.

Eu, quando jovem era propenso, me deixava envolver pela oportunidade e companhias.
Marli, uma amiga, era tipicamente autoimune. Saía com a gente e não bebia, não fumava nem se entregava ao prazer do sexo irresponsável. Se divertia conosco, e era uma companhia agradável.

A dificuldade pode estar no caráter da criatura. Sua fragilidade ou autocontrole.
Há criaturas que têm propensão, nem sempre sabem deste estado genético ou psicopatológico;
Se ela estiver no jogo e surgir a compulsão, dificilmente conseguirá sair dela;

Por outro lado, há o ambiente, a oportunidade e a oferta do jogo.
O que fazer quando a oferta e a oportunidade estão no recinto religioso, que se utilizam deste expediente para angariar fundos?
Uma das medidas preventivas indicada pelos cientistas é manter a pessoa viciada ou fragilizada, longe dos lugares onde há "ofertas".

Então, quando as ofertas estão numa Igreja ou num Centro Espírita, o que há de se fazer?

Eu testemunhei o caso de um dirigente espírita que teve recaída e voltou a beber depois de participar de um almoço beneficente patrocinado pelo CE que ele participava.
No evento, para angariar fundos, eram servidas bebidas alcoólicas!

Atualmente, foram fechadas as Casas de Bingo. Entendo como importante as Instituições religiosas utilizarem outros meios para angariar fundos.

Almoços, tardes de pizzas, bazares, jantares dançantes, podem ser programações atrativas, inclusive, porque reúnem a família e podem mostrar um lado atraente para a união dos frequentadores em torno do ideal de manter a Instituição

Por outro lado, a inclusão do bingo pode ser uma atitude permissiva a influências espirituais, além de invalidar os aconselhamentos e instruções dadas nos plantões de atendimentos das Casas Espíritas, ao receber pessoas que procuram se livrar de vícios.

E mais, o bingo é proibido por Lei!
Vamos refletir sobre isso?

Texto Revisado

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo




Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstar Avaliação: 2 | Votos: 26
Atualizado em 09/10/2019

Veja também
artigo A resiliência pode ajudá-lo a superar a crise
artigo Só o agora importa
artigo Você sabe quem é quem na trama familiar da mãe abusiva?
artigo Coração Ardente

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa