auravide auravide

Perdão: Amor em Ação


Facebook   E-mail   Whatsapp

Quem verdadeiramente ama, é capaz de perdoar! Uma idéia bonita, que soa como coerente, mas que é tão difícil de ser vivida... Porque para perdoarmos é preciso, em primeiro lugar, que aceitemos o outro como ele é e também a situação criada como decorrente desta diferença.

Sabemos que estamos todos numa escola, no planeta Terra e que é aqui que treinamos a vivência do que já aprendemos; no convívio com pessoas que não estão no mesmo estágio de compreensão que nós. Numa mesma família, necessariamente todos os seus membros não estão na mesma “classe”, nem todos se compreendem e daí é que surgem os desentendimentos inevitáveis e que causam tanto sofrimento.

Estamos misturados, aqui na nossa casa planetária, para que em contato com os que nos cercam, possamos aprender e ensinar. Como nem sempre temos consciência disto, queremos exigir um comportamento de cada um, da forma que achamos correto. Almejar isto é até um bem, pois quando nos colocamos contra uma atitude de alguém, se fazemos isto de forma não violenta, estamos até esclarecendo aquela pessoa. Mas o pior é que muito raramente conseguimos perdoar àqueles que nos fazem sofrer e chegamos, inclusive, a nos vingar da ofensa recebida.

Como podemos exigir que um aluno que ainda não foi alfabetizado leia um discurso? Alguém que nunca estudou física pode entender fenômenos que esta matéria ensina? Quem nunca tocou um instrumento pode tocar a partitura de um clássico? Sabemos que não e se não o podem, procuraremos ensiná-los, se for o caso, mas não viraremos as costas para eles como se nos devessem alguma coisa. Na verdade, eles estão precisando de nossa ajuda e se pudermos e eles o quiserem, através do ensinamento os ajudaremos.

As diferenças de nível de compreensão, causadas pela diversa evolução espiritual de cada irmão, não poderiam ser tratadas da mesma forma, por cada um de nós? É claro que posso declarar ao outro que me magoou, mas será que sabendo do porque dele ainda estar ferindo, ao agir, não é mais fácil que eu o perdoe?

Se não somos capazes de perdoar, criamos correntes fluídicas entre nós e os nossos ofensores, que só serão cortadas quando um de nós for capaz de perdoar o outro. Cada um em seu nível de entendimento. Parece-me que aquele que já cresceu é mais capacitado a compreender o deslize do outro e tentar ir adiante, sem carregar tamanho fardo pesado e incômodo.

Mágoas causam doenças no físico, pois são inicialmente feridas da alma. Quando chegam a extravasar no corpo, nos fazem sofrer muito e até nos levam a desencarnar antes do tempo que foi programado quando encarnamos. Muitos cânceres têm esta etiologia.

Como este momento planetário é de transformação para todos nós, as relações estão ainda mais complicadas, pois nós somos os espíritos endividados que estamos, nesta última chance, sendo chamados a uma encarnação de aprendizado rápido, diante de um tempo que é muito breve. É como se cursássemos vários anos em um apenas, fazendo uma analogia com nossas escolas. Foi-nos dada oportunidade de apressarmos o nosso crescimento espiritual, para que fiquemos capacitados a fazer parte de uma Terra que se prepara para mudar de nível evolutivo, justo nestes anos que estamos vivendo.

Aceitando melhor os outros com suas dificuldades, procurando ter mais paciência com os que erram, podemos até lhes ajudar a seguir mais rápido na mesma direção que estamos tentando caminhar.

Podemos olhar o que cai como alguém que precisa aprender, ou como alguém que precisamos apenas punir e diminuir, banindo de nossa visão. Como seres que já vivenciamos muitas experiências diferentes, no curso dos tempos, quase tudo que vemos no outro como erro, já cometemos também e justamente por isto é necessário que não sejamos tão duros e prepotentes, pois diante do Universo de Amor e do conhecimento de seres de outras dimensões, ainda nada sabemos ou somos.

Parece-me que PERDÃO é o AMOR EM AÇÃO. Se a gente ama, pode e deve procurar perdoar, sempre lembrando que talvez, na nossa ignorância, já tenhamos aprendido aquela lição que não chegou ainda a ser compreendida por aquele irmão.

Perdoando, aceitando, podemos seguir caminhando! Não precisamos ficar estacionados e afivelados a um passado que já aconteceu e que não podemos fazer nada para mudar.

Um Pai perdoa sempre e Jesus nos deu este conselho, quando esteve entre nós. Limpando nosso coração de mágoas, estaremos criando para nós um futuro mais livre e mais saudável, ao mesmo tempo em que daremos ao outro um exemplo de vida mais feliz.



Texto revisado
Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 126


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Maria Cristina Tanajura   
Socióloga, terapeuta transpessoal.
E-mail: tinatanajura@terra.com.br | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa