auravide auravide

Podemos aquilo que queremos?

por Vicente Godinho

Publicado dia 17/3/2008 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Eu quero !!!

Percebemos logo cedo o poder dessas palavras. Quando criança elas pareciam uma sentença mágica nos aproximando daquilo que mais queríamos. Era só expressar, ou melhor, gritar as tais palavrinhas que logo um adulto, sem paciência, nos fazia calar garantindo aquilo que reclamávamos.

O tempo passou, crescemos e descobrimos que as tais palavras não são tão poderosas assim ou estamos fazendo algo de errado com essa mágica. O fato é que nem tudo o que queremos, podemos ter. Será que essa era uma fantasia típica de criança, que só funcionava quando éramos pequenos e ingênuos, como quando acreditávamos em Papai Noel e no Coelhinho da Páscoa?

Certamente essa não é uma mágica furada. Ela continua tendo muito poder e é capaz de realizar e concretizar nossos ideais. A questão é saber usá-la.

Quando queremos alguma coisa somos mobilizados por uma poderosa energia que nos impulsiona. Movimentamos os obstáculos à nossa frente a fim de garantirmos o que queremos. É uma energia que nos mantém vivos, pulsando. É o contrário da apatia; pelo menos é como deveria ser.

E é justamente aí que andamos falhando: estamos acomodados, continuamos com aquela atitude infantil, esperando passivamente que algo aconteça. A vontade sem ação de nada vale. É como a água que parada apodrece e vira veneno. Já em uma hidrelétrica, onde é bem utilizada, é muito poderosa, garante até mesmo que você leia este texto.

Queremos tudo: um aumento de salário, um carro melhor, uma promoção, perder uns quilinhos... Ter o que deseja não é problema. A dificuldade está em concretizar, realizar. É como ficar olhando uma vitrine, sonhando com o tal objeto de desejo, mas não dar o primeiro passo para de fato possuir e se realizar com tal consumo. Não percebemos, mas muitas vezes estamos assim, entorpecidos, cheios de vontades, porém, sem nenhuma ação.

Corremos o risco de ficar resmungando para cima e para baixo, reclamando da sorte, justificando nossas frustrações na atuação do governo, no mercado de trabalho, no tempo. Inventando mil e uma desculpas para explicar nosso comodismo, ou melhor, o nosso fracasso.

Isso acontece porque entregamos nosso poder de realização nas mãos do outro, da situação: são eles os grandes vilões. E nós estamos sentenciados à imobilidade. Não podemos fazer nada, somos vítimas. Mas, é claro, é mais fácil se acomodar e aceitarmos nossas frustrações, do que fazer algo para que tudo seja diferente. É confortável ficar se justificando, tentando acreditar que você é mesmo um coitadinho, vítima das circunstâncias. Essa é uma escolha. Já para aquele que acredita em si mesmo, no seu poder, tudo estará garantido.

Sim, eu sou o grande e único responsável pela minha vida e por tudo que nela acontece. Tudo depende de mim, do rumo e do movimento que dou à minha história. Tomar consciência dessa verdade é urgente. Aí está o “x” da questão, o poder dessa mágica.

Agora, só cabe a você usar eficientemente essa poderosa energia. Não dá mais para ficar se desculpando. Claro que isso pode ser um tanto assustador. “É muita responsabilidade”, você poderia pensar. No entanto pode ser um grande alívio – a varinha de condão está em suas mãos. Você é o grande e único agente transformador de sua própria vida.

Já pensou nisso? Pois é, temos o poder e o direito à felicidade. De ser e ter o que quiser. Basta querer e, lembre-se, agir.

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 5

Sobre o Autor: Vicente Godinho   
VICENTE GODINHO é Terapeuta corporal e naturopata, trabalha a partir de uma abordagem psicoespiritual, focado na filosofia oriental e no Xamanismo. Seu trabalho propõe facilitar nosso processo de autoconhecimento e transformação interior para que possamos viver a partir da nossa essência divina. Contato:[email protected]
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa