Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Prazer, chamo-me felicidade!

por Flávio Bastos
Prazer, chamo-me felicidade!

Publicado dia 15/3/2009 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


"Quando a maioria dos homens estiver imbuída dessa idéia, quando professar esses princípios e praticar o bem, disso resultará que o bem se imporá sobre o mal neste mundo, que os homens não procurarão mais se prejudicarem mutuamente; que eles regularão suas instituições sociais para o bem de todos, e não em proveito de alguns; em uma palavra, compreenderão que a lei da caridade ensinada pelo Cristo é a fonte da felicidade, mesmo neste mundo, e basearão suas leis civis sobre a lei da caridade".
(O que é o Espiritismo, Allan Kardec)

Expressão da alma, bem-estar, saúde integral, sentimento religioso. Enfim, escrevem os poetas e compositores, informam os médicos e terapeutas de todos os cantos do planeta, discursam os homens públicos, orientam os religiosos e proclamam os apaixonados: "A felicidade existe!"
No entanto, de onde vem essa energia contagiante, esse sentimento de paz, plenitude e de exaltação à vida, que não existe dinheiro que compre, muito menos fórmula pronta de como ser feliz?

Os grandes filósofos da Antiguidade bem que tentaram chegar a um denominador comum a respeito do conceito de felicidade. As religiões divergem... tentam... deixam pistas, caminhos. Sigmund Freud e seus seguidores também tentaram, mas terminaram se dedicando aos estudos das origens do sofrimento humano como uma possibilidade de cura através da psicanálise, ou seja, a ciência observada como um instrumento de libertação do sofrimento psíquico e em busca da felicidade possível. Até surgirem as psicoterapias de vidas passadas que associaram o conhecimento científico da psicanálise à transcendência do espírito através da regressão da memória extra-cerebral, cujas metodologias também buscam o "nirvana" da felicidade através do autoconhecimento.

Se juntarmos a filosofia da linha transcendente, as religiões reencarnacionistas (budismo e espiritismo), mais o pensamento junguiano e a experiência das psicoterapias de vidas passadas, inclusive a psicologia transpessoal, teremos uma síntese aproximada do que seja o conceito de felicidade, pois esse sentimento que passa-nos um sentido de completude, representa para cada indivíduo um caso a parte a ser considerado.

Não esqueçamos que sob o ponto de vista da teoria reencarnacionista, somos individualidades inseridas em uma coletividade humana cujo contexto social é a base de nossas experiências e vivências, e somente evoluímos dessa forma, convivendo entre semelhantes, embora a nossa trajetória vital esteja embasada no livre-arbítrio e no senso de auto-responsabilidade e de responsabilidade em relação ao outro e também à natureza, vista como uma inseparável companheira de jornada.

E nesse sentido... o individual, somos histórias à parte do coletivo humano, em que cada um possui o seu currículo ou o seu livro da vida, cujos registros encontram-se inseridos em sua consciência. Portanto, a "felicidade possível", vista como um nível de consciência temporário ou permanente, passa pela síntese das múltiplas vivências do espírito, pois somente atingimos a felicidade possível a cada um, quando essa "síntese" representar um estado de consciência em que o equilíbrio bio-psico-eco-sócio-espiritual possibilitar a visão de que a vida é sempre uma nova oportunidade de renovação e de crescimento para o espírito.

Analisado pela ótica reencarnacionista, percebemos que a felicidade possível a cada ser, não é uma "fórmula mágica" que se adquire aleatóriamente, mas uma consequência do que somos em relação ao que viemos sendo através de nossas escolhas e atos durante sucessivas vivências. E é impressionante como nos fascina o poder e o acúmulo de riquezas materiais, como se isso representasse moeda de troca de nossa felicidade...

Quanto mais estivermos próximos da natureza. Quanto mais higienizarmos o nosso pensamento e, em decorrência elevarmos a nossa sintonia. Quanto mais praticarmos o bem e cultivarmos a paz interior, mais simples seremos. E sendo simples e serenos, estaremos desfrutando do estado de contemplação existencial ao qual denominamos "felicidade".

O grande desafio do homem moderno que busca a sua felicidade, é conseguir transpor os obstáculos que mais o mantém cativo de si mesmo durante as suas jornadas vitais, que são o orgulho e o egoísmo. E nesse sentido, o autoconhecimento abre as portas de nossas limitações para que a luz da lucidez e do discernimento afaste as sombras do passado, possibilitando que o indivíduo consiga, com a persistência necessária, alterar o próprio padrão comportamental e o nível vibratório de sua realidade espiritual. E isso tudo sem abdicar de sua valorização pessoal e profissional que independe da condição social, do nível de formação ou da área de trabalho em que estiver atuando.

Somos "partículas cósmicas inteligentes" à procura de algo especial que represente a nossa integração com o universo, ou seja, a razão de existirmos através de um ciclo de vida e morte que parece-nos não ter fim, que nos angustia, mas que também nos estimula a buscarmos esse algo mais na vida ou na morte... ou onde estiver, chamado felicidade.

Psicanalista Clínico e Interdimensional.
flaviobastos


Texto revisado por: Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 16

Sobre o Autor: Flávio Bastos   
Flavio Bastos é criador intuitivo da Psicoterapia Interdimensional (PI) e psicanalista clínico. Outros cursos: Terapia Regressiva Evolutiva, Psicoterapia Reencarnacionista, Terapia Floral, Psicoterapia Holística, Parapsicologia, Capacitação em Dependência Química, Hipnose e Auto-hipnose e Dimensão Espiritual na Psicologia e Psicoterapia.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.





horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa