auravide auravide

Quem está com a bola da vez no jogo da vida?



Outro dia estava pensando como o jogo de futebol é parecido com o jogo da vida! A partida começa, jogadores e torcedores partem para o ataque, investem muito nisso, pois há muitos interesses em jogo, e o que importa é a vitória, mostrar quem é melhor, doa a quem doer! Mas é preciso lembrar que, se não houver boa retaguarda, a defesa ficará fragilizada e o adversário levará vantagem.

Todos querem ver o time marcar um golaço depois de terem tomado uma falta, ver a bola passando pela trave, chacoalhando a rede, rir do goleiro que não foi esperto o bastante! Bem poucos são capazes de ter humildade para tirar “a trave dos próprios olhos”, ver suas próprias faltas, reconhecer seus próprios “frangos” (ou erros), e rir mais de si mesmo para destravar os ressentimentos presos no peito!

Todos anseiam por gritar a palavra “Goool”, e comemorar a vitória sobre o adversário, provocando a torcida oposta, movidos pela falsa sensação ondulante de superioridade e inferioridade. Poucos sabem aceitar as contrariedades, a derrota sem queixumes, sem se sentir injustiçado!

Em lugares públicos, todos palpitam como se fossem técnicos de futebol, profundamente entendidos no assunto, falando com cabeça erguida e peito estufado, gesticulando com ar de sabedoria e vasta experiência. Muitas vezes desencadeiam brigas ferozes que acabam em agressividade física, alguns vão parar na cadeia, outros no Instituto Médico Legal. Bem poucos têm humildade para saber ouvir sem se irritar, sem se contrariar! Poucos sabem usar a inteligência ao invés da emoção, saber discernir opinião de provocação, e saber se preservar é o que mais importa. Que a paz comece dentro de nós!

Muitos comemoram a rasteira que o artilheiro do seu time passou no adversário para tomar a bola e gritam palavrões indignados quando o juiz levanta o cartão vermelho. Sentem-se injustiçados. Por acaso, jogadores e torcedores desconhecem as regras? Desconsideram que toda ação gera uma reação? Julgam os outros pelas suas próprias leis? E depois mais tarde, nas voltas que a vida dá... como será? Há jogadores que respeitam as regras quando lhes parece mais conveniente. Torcedores se divertem. Há barganha, há falsidades e façanhas para ganhar tempo, alguns gostam de se fazer de vítima, e ainda saem aplaudidos do campo. Mas para quem têm olhos de ver, nada há para aplaudir, só lamentar. Principalmente sobre a quantidade absurda de lixo deixado em volta dos estádios.

Por acaso, assim também nos comportamos no dia a dia? Ora como jogadores, ora como torcedores? Conhecer e seguir as regras é essencial para viver com a consciência tranquila. Quem está disposto a ganhar pelos méritos do seu próprio esforço? Quem está disposto a saber perder a bola da vez, sem se revoltar, e sem entrar em depressão por causa disso? Que tal aprender a reconhecer que o adversário mais difícil de ser vencido não é o da torcida oposta, mas aquele que convive no nosso interior, 24 horas por dia, sete dias por semana? Que tal aprender a não sujar as praças e vias públicas?

Tenham a certeza que há uma grande torcida angelical vibrando para que sejam vitoriosos neste jogo da vida! Eles investem neste treino diariamente! E, quando terminar a partida e chegar a hora de partir, serão por eles recebidos com uma bela medalha de honra ao mérito!

Iris RF Poffo - um fóton (uma partícula) a serviço do Sol Maior - Setembro de 2018 - SP/SP (irisp@uol.com.br)

Notas:

Mensagem inspirada por um alguém que gostava de futebol quando vivia materialmente, e que continua gostando ainda mais, agora que está do lado astral. Ele me contou que pode assistir muito mais partidas, ir a estádios diferentes, até mesmo em outros países e tudo de graça. Disse também que só faz isso nas horas de folga, pois na maior parte do tempo se dedica a aprender e a ajudar a quem precisa.

Recomendamos ler os textos bem inteligentes e humorados do time da Companhia do Amor, transmitidos pelo Prof. Wagner Borges, que são muito melhores que este texto aqui! Acesse: http://www.ippb.org.br/textos/companhia-do-amor

E, se você anda estressado com a vida agitada, com as ideias passando a mil por hora, fazemos um convite para desacelerar seus pensamentos assistindo os três vídeos que o Músico multi-instrumentista Áurio Corrá preparou, dos quais tive a honra de colaborar, filmando momentos especiais junto à Mãe Natureza. Acesse:

Parte 1: https://www.youtube.com/watch?v=7Ho4Ehzgy10

Parte 2: https://www.youtube.com/watch?v=bKwx1qcytBM

Parte 3: https://www.youtube.com/watch?v=8jYuHBMIWCk
 
Texto Revisado

Publicado dia 20/9/2018
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 6



foto-autor
Autor: Íris Regina Fernandes Poffo   
Bióloga, espiritualista, terapeuta holística e escritora.
E-mail: irisp@uol.com.br, irisrfp@gmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa