auravide auravide

Quem Sou Eu?


Facebook   E-mail   Whatsapp

De vez em quando recebo e-mails de pessoas que leram o que escrevi e que me falam do vazio existencial que estão vivendo. Percebo a presença de uma terrível depressão se alastrando entre muitos de nós que estamos vivenciando momento tão decisivo de grandes mudanças para a humanidade.

Procuro responder-lhes da forma mais carinhosa e verdadeira que posso, recebo agradecimentos como respostas, mas sinto que tudo continuou como antes para essas pessoas. Fico muito triste e me ponho a pensar no que fazer, pois além de escrever o que sinto com relação à vida, nada mais posso lhes dar, a não ser pedir ao Amor Todo Poderoso que os ajude a se livrar deste sofrimento enorme de se sentirem perdidos e sem saber porque, ou para onde caminhar.
Continuo perseverando e colocando em palavras o que me chega pelo canal intuitivo do coração pois me sinto melhor fazendo isto do que apenas deixando pra lá...

A primeira pergunta que me ocorre é a seguinte: como podemos viver aqui, no mundo material, sem jamais ter nos perguntado quem somos e o que realmente viemos fazer? Alguém consegue suportar as dificuldades deste mundo sem ter respostas claras para essas perguntas?

Tudo se move e muda a todo instante em torno de nós. Não temos qualquer segurança de que estaremos ainda “vivos” no instante seguinte... Nada é nosso de forma garantida. Hoje temos família, amigos, alguns ou muitos pertences, no momento seguinte podemos nada possuir...
E então? Vivemos num caos? Somos alguma coisa sem importância, sem uma função, sem qualquer propósito de vida?

Observando a Natureza vemos que o caos não existe. Os astros não se chocam neste infinito espaço sideral. O ritmo é característica de tudo que existe em torno de nós e se cumpre, apesar da confusão toda que criamos. Por que só nós seríamos diferentes? Por que nossas vidas não teriam também um sentido maior, quando mesmo um pequenino inseto tem sua função precisa no Universo?

Tentando responder a esta indagação existencial, vamos procurando, no conhecimento acumulado por tantos e através das nossas respostas internas, uma explicação que se adeque às nossas perguntas e diminua as nossas dúvidas.

No momento em que realmente nos preocupamos em encontrar uma resposta para essas questões, tão fundamentais para que nos fortaleçamos e nos reconheçamos, vamos encontrando amigos que nos ajudam, livros que nos respondem, muitos sinais que irão nos levando através de caminhos que nunca pensamos antes existir e o Sol do entendimento vai clareando a escuridão de nossas almas.

A depressão é o início de uma busca. Não é o fim. Este sofrimento todo nos dá uma razão maior para que não permaneçamos parados, mas para que peçamos ajuda! Não apenas aos remédios – que nessa hora não deixam de ser importantes – mas a uma Energia (que ainda não conhecemos) que deve existir, ou não faríamos parte de um Todo tão complexo e ao mesmo tempo tão simples e harmonioso, conhecido como Universo!

Tenho a certeza, depois dos muitos anos que já pude viver nesta encarnação, que sem conseguir entrar em contato – da forma que for – com esta energia de Amor, curadora e criadora, não podemos ter a condição mínima de viver nesta dimensão em que estamos de forma saudável, principalmente enfrentando os terríveis problemas por que passamos.

Quem se deprime, pelo menos mostra que de alguma forma está insatisfeito e buscando uma resposta. E isto já é uma luz no fundo do túnel. É preciso caminhar e procurar a saída. Não se entregar às fugas mais rápidas e fáceis, mas pedir com sinceridade pra dentro de si mesmo e a pessoas especializadas em estudos da alma, uma resposta, um alento, uma orientação. Pode acreditar que ela virá! De que forma? Não importa. Mas virá.
Estamos no momento da grande virada, da transformação da última hora e é natural que muitos estejam justamente neste ponto da caminhada. Quem sou? Pra onde vou? De onde vim? Para que estou aqui?

Todos temos guias espirituais – ou Anjos da Guarda – que aceitaram nos apoiar nesta encarnação. Estão alertas, o tempo todo esperando que abramos o coração e o entendimento para que possam fazer um contato mais efetivo conosco.

Somos todos parte de uma belíssima sinfonia onde cada ser vivo é uma nota – única e imprescindível – para que a bela sonoridade se faça. Afinemos o instrumento que somos, para que a música toque ainda mais alto e embeleze a vida, acordando os que ainda dormem.

Para isto estamos ainda aqui: pra sermos parte desta harmonia, que quando totalmente atingida vai nos permitir viver a paz e a felicidade que há tanto, tanto tempo esperamos!

Texto revisado
Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 141


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Maria Cristina Tanajura   
Socióloga, terapeuta transpessoal.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa