Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide
Home > Espiritualidade
RELAÇÕES DOENTIAS

RELAÇÕES DOENTIAS

por Sissi Semprini
Facebook   E-mail   Whatsapp


As relações humanas ao longo da historia recente, a que conhecemos esta baseada em apegos, exigências, dominações, manipulações, intromissões, desrespeito, sentimento de posse.

Hoje há uma explosão comportamental entre os seres humanos, talvez fruto de milênios de distorção em nossas relações.

Mas ainda assim, elas não alcançaram ainda o equilíbrio e a plenitude de coexistir.
Toda passeata é  desnecessária, a grande mudança ocorre na solitude do eu individualizado. Cada Eu transformado internamente atrai  para si uma egrégora de energia e força de identidade da transformação verdadeira, e ai sim, o
coletivo percebe a nova freqüência, a mudança evolutiva, do contrario é só bagunça e mais conflito.
 
Ainda vemos agrupamentos, afrontas e desrespeitos. Uma relação para ser saudável, em especial as relações afetivas diretas, entre dois seres humanos, deve ser pautada a priori na informação de que cada um é pleno em si mesmo. Deixar cair por terra essa idéia de metade de laranja. Não somos metade, Somos TODO.

Cada um de nós, a despeito de todas as dificuldades que se apresentem diante da vida, sejam  elas, medo, insegurança, autoestima comprometida, etc. Não podemos parar na expectativa de encontrar uma parte fora de nós que nos ajude a estabelecer nosso equilíbrio existencial.

A busca pela cura e pelas saídas pode acontecer através de inúmeros profissionais de várias áreas terapêuticas e médicas, cujas profissões estão baseadas em ajudar e a curar. Mas apostar a sua solução de existência em outro Ser é loucura, é impossível. 

Você busca a cura para você, vai, e resolve. O Outro é outro, também pleno em si mesmo. Você convive com ele ou ela, mas não pertence a ele ou ela e nem ele ou
ela a você. Você compartilha, troca, divide. Só isso. Ninguém é dono de ninguém.

É muito mais fácil, entretanto, ligar a TV e assistir a novela das seis, ou das sete, ou das oito, ou das nove ou das dez, e depois passar a maior parte do tempo
preocupada com a expectativa do próximo capítulo, ou com a maldade da vilã, ou com o sofrimento dos mocinhos. Tudo isso, ajuda a você não olhar para dentro.

Há toda uma distração do lado de fora.

Há um chamamento para o consumo, há uma vendagem de ilusão nas capas de revistas transformadas tecnicamente criando a ilusão de juventude e beleza humana permanente.

Há uma infinidade de crenças bloqueadoras. E você fica preso nessa teia de mentiras e inconsistências.

Esta na hora do grande salto, se você gosta de ver as suas novelas, que as veja sem conta transferência, apenas como entretenimento.

Se você gosta de revista de modas, então, as veja sem o compromisso de se parecer com uma mulher ou o homem fabricados, os  reais esta na casa deles, enfrentando as dificuldades deles, sentindo dores de barriga as vezes, tendo diarréia, acordando descabelados e de mau hálito, como você, como eu. Podem ter sido vistos na Índia, no Japão, na Austrália, podem estar andando nos carrões mais fantásticos que o homem criou, mas ainda assim, são só pessoas. E é você quem muda essa informação quando ajuda a comprar revistas de futrica e intromissão. Eles são apenas funcionários da mídia cinematográfica ou televisiva, e a sua profissão os coloca em evidência, mas ainda assim, são só pessoas, alegres ou tristes, bem ou mal humoradas, com uma família cheia de confusões como a nossa, iguaizinhos. Seres de Luz, manifestos na forma humana.
  
Você pode estar usando uma calça Armani, uma bolsa Prada, Um Perfume Chanel n. 5, uma camisa Dior, uma lingerie Valisere, uma jóia H Stern, e você quem É ??? Todas as coisas que você usa têm uma identidade, qual é a sua identidade? Quem é você?  Qual é a sua história?

De todas as pessoas que estão no mundo, para você a mais valiosa tem de ser você mesmo.
E isso não é egocentrismo, é consciência. Porque se você chega a essa consciência, coloca sua Luz interna a brilhar, e essa sua pequena Luz, vai somando as outras pequenas Luzes já conscientes da existência e contagiando essa casa humana a que chamamos Terra. E a vida passa a ser vivida com alegria, com leveza e com sentimento de gratidão.

Viver na forma humana é uma grande e singular oportunidade, desfrute desta Dádiva!

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo




Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 12
Atualizado em 22/11/2011

Veja também
artigo Sabedoria
artigo Quais as deusas que habitam dentro em mim?
artigo Felicidade em suas asas
artigo Coração Ardente II

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




horoscopo

auravide auravide

auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa