auravide auravide

Sejamos Simples

por Maria Cristina Tanajura

Publicado dia 2/10/2008 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Nossa civilização tornou-se toda muito complexa, complicada. Muito desenvolvimento tecnológico, cada dia um novo equipamento eletrônico mais sofisticado – com um manual de instruções assustador... Tudo, eu sinto, tende a ficar mais cheio de nuances, de atalhos, de caminhos, de alternativas. Enfim, nossa vida se tornou um amontoado de decisões que precisam ser tomadas – de preferência rapidamente – a todo momento.

Enquanto isto, a Natureza continua no seu mesmo ritmo, silenciosamente, harmoniosamente, seguindo o seu curso. Flores lindas estão se abrindo, neste exato momento de primavera, as ondas se quebram nas praias, as nuvens desenham formas nos céus, impulsionadas pelo vento, as folhas velhas das árvores caem e as flores, também. Os pássaros cantam, ouçamos, ou não. Tudo equilibrado, descomplicado, na simplicidade que têm as coisas verdadeiras.

Nós, seres humanos, cada dia mais conhecedores das coisas todas, nos sentindo importantes, vamos nos tornando distanciados do que é simples, natural, verdadeiro. Isto é uma pena!

Jesus, quando esteve entre nós, não complicou suas teorias, seus conselhos. Falou-nos principalmente por parábolas, estoriazinhas do dia a dia, bem fáceis de serem assimiladas. Sua sabedoria até hoje é inatingível! Psicanalistas e terapeutas voltam-se para ela, com a certeza de que verdades tão simples curam a alma e nos podem fazer felizes.
É tão bom ser simples! Tão mais fácil, tão mais verdadeiro, sincero e honesto. Por que não sermos?

Para que dissimular o que sentimos, quando o sentimos? Para que nos escondermos por trás de tantas máscaras construídas por nós mesmos e nos distanciarmos de quem somos? Não será a verdade o melhor caminho? A lealdade, a sinceridade, não serão mais fáceis de serem vividas?

Quantas teorias complicadas e herméticas são construídas por pessoas inteligentes, mas que não acertam a andar numa linha reta, mas estão sempre vivendo em círculos... e nos levando com elas, se deixarmos.
No entanto, é simples amar. Muito simples. Se não jogamos com os nossos sentimentos, se não buscamos usá-los para controlar outros. Se apenas amamos.
É simples viver de acordo com a nossa voz interior. Difícil e complicado é vivermos tentando silenciar o que Ela nos diz, o tempo todo criando teorias racionais cheias de razões, para justificarmos nossas atitudes.

Se não forem como as criancinhas, não entrareis no Reino dos Céus – disse-nos Jesus. Simples crianças que vivem o presente, que se entregam, que não são dominadas pelo medo, que tiram proveito de tudo de bom e bonito que existe em volta, que acolhem o irmão sem preconceitos, sem julgamentos, que sabem brincar, sorrir. Que abraçam o outro sem muitas vezes saber o seu nome... Enfim, o reino dos céus pode se instalar entre todos, se jogarmos fora tanta coisa complicada e aprendermos a viver mais simplesmente... Sendo levados pela Vida, acreditando que o caos existe em nossas mentes, apenas, mas que o Universo é maravilhosamente bem dirigido.
Vivendo, simplesmente sendo... 
Texto Revisado

 

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 260

foto-autor
Sobre o Autor: Maria Cristina Tanajura   
Socióloga, terapeuta transpessoal.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Não se trata do que eu devo nem do que eu quero...
artigo Infeliz
artigo O sagrado
artigo Tenha uma vida afetiva abundante

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa