auravide auravide

Será que sou Normal?


Facebook   E-mail   Whatsapp

Ser ou não ser normal é um julgamento que se apoia em crenças e valores que trazem uma noção de limite.
Dependerá da cultura e sociedade em que se vive; a conduta e postura aceitáveis estão dentro de determinados padrões. Por exemplo, é normal, em nossa cultura, o consumo de carne bovina. Na Índia, o animal bovino é sagrado e perambula pelas ruas com todo o respeito.

Diferenças culturais, religiosas e diversas convicções. Cada qual defendendo a sua própria verdade.

O que se tornou unânime é a prisão sufocante que vivemos em prol dessas verdades e o quanto nos esforçamos para sermos considerados pessoas “normais”, impondo-nos uma série de regras a serem seguidas. Temos que assumir determinados comportamentos para sermos aceitos na sociedade.

É muito estressante desempenhar um papel perante o outro e o meio em que vivemos. Qualquer deslize pode comprometer o julgamento sobre nossa “sanidade mental”.
Seguir um padrão comportamental, que reprime, produz um ser “artificial", desconectado de si mesmo. Assumindo a ilusão como realidade e a doença como resultado da artificialidade.
Os transtornos psicológicos de ansiedade e  depressão são os primeiros sintomas que acompanham o ser artificial.

O excesso de regras comportamentais nos impede de agir e viver com naturalidade.

Natural é a condição essencial do homem são.

Viver in natura, apenas ser o que é. A simplicidade nos conduz à paz interior e à saúde integral.
Toda doença advém do ser artificial, essa casca dura e grossa que nos separou do Todo.

Normose é o nome da doença da normalidade. Conceito desenvolvido por Roberto Crema, Jean Yves Leloup e Pierre Weil.

Segundo Pierre Weil, normose é o conjunto de hábitos considerados normais e que, na realidade, são patogênicos e nos levam à infelicidade e à doença.

Para saber se você é “normal”, ou seja, se está com a doença denominada normose, faça um exame de consciência.
 
Você pode ter dificuldades para dormir, não ter prazer em seu trabalho, ter dificuldades em suas relações, estar afastado da natureza, não ter tempo para cuidar de si e para fazer coisas prazerosas. Pode se sentir muito ansioso ou deprimido,  cansado, triste e pode não saber por que sente um vazio dentro de si.

Esses são alguns poucos sintomas que podem caracterizar a normose, que está sob o domínio do ego.

Para sair do estado normótico é necessário buscar o despertar da consciência, retomar o contato com a natureza, reconectar-se com o Buddha que nos habita.

Reconhecer-se...

Não permitir a imolação, que é ato de sacrifício em vão.
Estamos aqui para a prosperidade e para o convívio com a natureza  que a  divindade nos proporciona.

Liberte-se das couraças e sinta o vento lhe tocar o ser, como um cavalo selvagem que corre indomável,  impulsionado por sua rebeldia!

Namastê

Nadya Prem

Texto revisado


 


Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 86


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Nadya Prado   
Psicoterapeuta Transpessoal Técnica Naturopata, com extensão em Psicopatologias Psicanalíticas e Psicossomática Contemporânea., estudiosa dos estados alterados da consciência e transtornos psicológicos, inclusive mediunidade transreligiosa. Atendimentos online no skype Informações e agendamento envie email para [email protected]
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa