auravide auravide

Solidão nunca mais...


Facebook   E-mail   Whatsapp

Recentemente, escrevi sobre o tema “solidão”. Minha intenção era transmitir que, apesar das dores que esse sentimento causa, precisamos tentar assumir o controle, transmutando as angústias em boas energias e absorvendo somente o que de fato nos proporcionará alegria e bem-estar.
Quando comecei a escrever, nunca poderia imaginar que o universo seria tão poderoso e sábio, até mesmo comparecendo em momentos de inspiração...
Por mais que já tenhamos vivido uma situação difícil e, imaginando tê-la vencido, somos colocados à prova, ou melhor, à contraprova para uma certeza profunda de que aquele obstáculo, aquele teste foi, de repente, deixado para trás.
Em 30 anos, nunca havia me distanciado tanto da minha família, mesmo vivendo em outra cidade. Às vezes, sentia-me sozinha e inevitavelmente batia aquela sensação de vazio, de abandono. Pois bem, hoje me encontro em outro Estado do País, muito, muito longe de todas as pessoas queridas...

Escrevi que a solidão causa dor e que não é tão fácil conviver com ela, também comentei que podemos revertê-la em algo positivo, por mais difícil que seja, pois temos, em nossas mãos e mentes, o controle completo de nossa vida.
No entanto, existe uma questão, sobre a qual ainda não tenho resposta... mesmo sem querer, às vezes, as lágrimas descem pelo meu rosto só de lembrar o vulto da minha querida mãe... e, quando menos percebo, começo a rir e logo penso: “que sentimento bom”... e sinto algum tipo de ajuda, percebo que não estou só.
A mente com suas infinitas capacidades, como por encanto nos supre de doces e boas lembranças e isso me conforta, porque sei que está tudo bem, que todos estão com saúde e esperando com alegria um precioso encontro. E ainda, podemos nos falar a qualquer momento... basta pegar no telefone ou acessar a internet. É claro que não é a mesma coisa, mas conforta e permite boas risadas juntos...

Li, faz poucos dias, o artigo “Relação presencial ou virtual”, de Flávio Bastos, colaborador do Site, e concordo com ele, que hoje, infelizmente, muitas pessoas se tornam feito zumbis diante da Internet, esquecendo de viver, mas não poderia deixar de comentar que a Net também proporciona muita satisfação e alegria pelo outrora inimaginável fato de podermos ver instantaneamente a outra pessoa em qualquer lugar do mundo... Uma boa imagem da webcam nos permite captar nos fundo dos outros aquele brilho que toca nossa alma, emociona e nos passa alegria e felicidade... assim como o timbre e a vibração que as palavras sinceras transmitem, amenizando a saudade de ambas as partes.

Por causa dessas condições, não há mais lugar para a solidão... as distâncias, como por encanto, encurtam-se e ao final cada contato sentimos que fomos revitalizados, que recebemos uma energia amorosa que nos nutre até o seguinte...
Para aqueles que ainda não conseguem utilizar a contento a ferramenta da Internet, sempre podem dispor do telefone, dos Correios... Sim, mesmo tendo a Internet disponível, também gosto de fazer uso dos Correios e enviar umas cartas-surpresa, algo que, afinal, durante centenas de anos foi o único meio de comunicação entre os seres humanos e, por mais demorado que seja, ajudou profundamente muitos corações distantes.

Agora, vivenciando por completo a experiência da mudança, acredito que possa fechar o tema. Estou a cada dia em um lugar diferente, de culturas e valores preciosos e ricos em diversidades, agregando à minha bagagem o melhor de tudo. Estou cada dia mais feliz e em crescimento profundo, porque consegui vencer, superar de vez um sentimento de dor tão temido por muitos, e que agora não faz mais parte da minha vida, porque... eu nunca estou só!
Não posso deixar de comentar que sei existirem muitas pessoas que lutam, mas não conseguem se libertar... para elas vai um recado, que sinceramente espero possa ajudar, motivar:
“Procure seguir o coração mais do que a mente. Se sentir saudade de algo ou de alguém, reveja a estratégia, jogue pra bem longe o orgulho e... tente começar do zero, não importando o número de tentativas. Procure seguir outro caminho, procure fazer o que realmente lhe faz bem... faça algo novo, condicione sua mente a viver cada dia com muita intensidade e alegria. Não viemos por aqui para passarmos despercebidos, para vivermos acamados e depressivos. É preciso resgatarmos nossa forças e tomarmos as rédeas de nosso destino, escrevendo com coragem e determinação nossa história, sem sermos derrotados, mesmo que, ao final, fiquemos com o corpo todo marcado por profundas cicatrizes...




Texto revisado 

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 144


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Lidiane de França   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa