auravide auravide

Superando o luto da amada cadela e começando uma nova vida


Facebook   E-mail   Whatsapp

A meiga cadela Mel, sem raça definida, fez a passagem em setembro de 2020, em São Paulo. Foi tudo muito confuso, difícil de aceitar, uma dor insuportável! Quando a tutora “caiu em si”, não tinha mais volta, “só havia um grande vazio e uma imensa dor. Com quase 11 anos de idade, teve a Síndrome de Cushing (1). Apesar de todo tratamento, o caso se agravou, e a passagem ocorreu de forma artificial.
Para Ana, o mundo parecia ter desabado! Havia tomado a pior decisão da sua vida. Tudo ficou cinza e sem graça. Doou brinquedos, medicamentos, pratinhos e a ração que sobrou. Mas, a caminha onde ela dormia ... ah não isso não conseguiu doar. Quatro meses depois, o vazio ainda se fazia presente no seu coração, na sua alma e na sua casa: “parece que isso não vai acabar nunca”, pensava. Mas, a crença na continuidade da vida consolava a tutora saudosa, que diariamente elevava seus pensamentos em preces, pedindo a São Francisco que cuidasse da Melzinha e de outros animais desencarnados. Fizemos comunicação intuitiva, com a consciência espiritual da Mel, e ela nos disse que estava bem, que era para não se culpar de nada.

Então algo aconteceu. Em 23 de abril de 2021, teve o primeiro sonho. Ana viu a querida cadelinha descendo uma imensa escadaria e foi ao seu encontro. Ela a abraçou carinhosamente, e ambas choraram de alegria e de saudade, pois conta ter sentido uma lágrima escorrer pelo olhinho esquerdo dela. No segundo, estavam no quintal de casa e, “do nada”, apareceu uma porteira diante dela, e a paisagem mudou: estavam em uma fazenda: havia um extenso gramado onde brincavam vários cães, todos felizes, e a Mel estava entre eles. Ela acordou renovada. “Que alegria poder vê-la novamente!” – exclamou”. Em uma terceira vez, estavam passeando em uma rua de terra, em um lugar alto, próximo ao topo de uma montanha. O sol brilhava bastante. Mel parecia flutuar, suas patas não tocavam o chão, e seus pelos eram mesclados na cor cinza e preta.

Esta fazenda, e esta rua de terra, podem estar localizadas em uma das colônias espirituais, para onde são levados animais desencarnados, conforme conta o veterinário Marcel Benedeti, no livro “Todos animais merecem o céu” (2). Então, não foi bem um sonho, foram reencontros, experiências fora do corpo físico, também denominada de viagem astral, ou desdobramento, entre outros termos.

Outro fato curioso aconteceu. O cachorrinho do vizinho, que tinha o hábito de aparecer no portão da casa de Ana, para ganhar carinho e uma comidinha, sumiu por três meses. Todos pensavam que Sam havia sido atropelado, mas, um belo dia ele reapareceu, bem magrinho. Depois de muita festinhas e cafunés, ganhou comida, dormiu e foi para a casa ao lado. Na noite anterior, Ana havia chorado muito de saudade da cadelinha. Será que a visita dele foi só coincidência ou pode ser que o espírito da Mel, estava ali presente, para lhe confortar? Será que a Mel o ajudou a encontrar o caminho de casa?

Várias pessoas insistiam para que Ana adotasse um PET. Ela não queria. Dez meses haviam se passado. Oscilavam dúvidas cruéis: será que ela já teria reencarnado? Se não for ela, e adotar esta cachorrinha, a Mel ficaria aborrecida? Se sentiria traída? Ela agradecia e recusava os cães e cadelas que lhe eram oferecidos. Fizemos comunicação intuitiva, com a consciência espiritual da Mel, e ela nos disse que não revelaria se já havia ou não reencarnado, porque isso não era importante. Essencial, era aprendermos a amar incondicionalmente.

Ana fez terapias para se fortalecer e, em agosto de 2021, surgiu outra oportunidade: um filhote resgatado da rua, com 10 meses. Logo pensou que não poderia ser a reencarnação dela, pois, se a passagem fora há 11 meses, não teria transcorrido o período de três meses de gestação, em uma cadela grávida. Ouvindo a voz do coração, decidiu agir em pró da caridade, e acolheu o pequenino, dando-lhe um lar, afeto e comida. Em troca, ganhou companhia de um alegre bagunceiro, que encheu a casa de boas energias.

Interessante foi perceber que Ted demonstrava comportamentos semelhantes ao da Mel. Como explicar? Chico Xavier nos esclarece, com o caso que vivenciou com a cadela Boneca. Contam vários autores, que tempos depois da passagem desta cadelinha querida, ele ganhou outra de presente, que repetiu hábitos idênticos, logo no primeiro encontro. Indagado se seria o espírito da Boneca, Chico respondeu que sim, ela estava ensinando à filhotinha a fazer aquilo que mais lhe agradava (2). Portanto, não era a reencarnação de Boneca, mas sim, de outro espirito canino, que lá estava para dar e receber amor.

Enfim, desejamos que este artigo possa trazer conforto, esclarecimento e esperança aos tutores enlutados, que possam superar suas dores e aprender amar a outro PET.

Obs. A tutora autorizou a apresentação destes relatos, os quais pudemos acompanhar de perto.

(1) Síndrome de Cushing: doença endócrina devido à produção de altos níveis do hormônio cortisol. Ver: https://www.peritoanimal.com.br/sindrome-de-cushing-em-caes-sintomas-e-causas-21744.html

(2) Todos os animais merecem o céu. Marcel Benedeti. Editora Fundação André Luiz – FEAL. 2019

(3) Francisco Cândido Xavier e a cadelinha Boneca. Minas Gerais.  Ver: https://www.luzespirita.net/boneca-e-chico-xavier/

Texto Revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 24


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Conteúdo desenvolvido por: Íris Regina Fernandes Poffo   
Bióloga, espiritualista, terapeuta holística e escritora.
E-mail: irisp@uol.com.br, | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa