Menu

Uma bobagem chamada Reforma Íntima

Atualizado dia 2/7/2024 10:05:23 PM em Espiritualidade
por Paulo Tavarez


Facebook   E-mail   Whatsapp

No movimento espírita e espiritualista, uma das frases que mais ouvimos é "Reforma íntima". Acho essa frase um erro, uma bobagem, pois reforma íntima, como preconizam, é substituir uma crença por outra. É deixar de acreditar no inferno e passar a acreditar no umbral, é deixar de acreditar em demônios e acreditar em obsessores, é deixar de acreditar em ressurreição e acreditar em reencarnação; ou seja, é sempre a substituição de uma crença por outra.

As crenças criam doutrinas e rebanhos de doutrinados. Sou contra qualquer tipo de crença; ou o sujeito sabe ou não sabe, acreditar é para os cegos.

Não estamos aqui para reformar nada; insistir nesse postulado é manter as pessoas na mesma condição de escravidão mental em que se encontram. Estamos aqui, única e exclusivamente, para nos desconstruirmos. Não há o que ser reformado; qualquer informação nova que não liberte o ser através do desapego, da renúncia e do total desinteresse pelo mundo é mais do mesmo que sempre tivemos.

Nossa luta é pela desconstrução! Precisamos desconstruir vícios mentais como a vaidade, o orgulho, o egoísmo, a ambição, a ignorância e tudo aquilo que configura esse personagem criado a partir das ilusões do mundo.

Precisamos desconstruir o apego às coisas, às pessoas, às tradições, aos conceitos, às regras e às verdades estabelecidas; enfim, estamos aqui para demolir tudo. O quanto avançamos em nosso progresso espiritual está intimamente ligado ao quanto desconstruímos.

Não há o que ser reformado, não há como maquiar esse falso eu, não podemos continuar lustrando um personagem enquanto tentamos realizá-lo; lembrem-se sempre das palavras do Mestre Jesus: "Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á" Mt 17.
 
Percebam que Jesus diz claramente que não devemos tentar salvar essa vida, pelo contrário, precisamos perdê-la. A vida a que se refere o Mestre, é a vida fictícia de um personagem agarrado a saga mundana, prezo às injunções da matéria sonhando com realizações.

Ramakrishna dizia que o barco pode estar na água, mas a água não pode estar no barco; o homem pode estar no mundo, mas o mundo não pode estar no homem. 
 
Se temos que passar por esse oceano, passemos sem que sejamos afogados por ele.
 
Texto Revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstar Avaliação: 3 | Votos: 2


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Conteúdo desenvolvido por: Paulo Tavarez   
Conheça meu artigos: Terapeuta Holístico, Palestrante, Psicapômetra, Instrutor de Yoga, Pesquisador, escritor, nada disso me define. Eu sou o que Eu sou! Whatsupp (só para mensagens): 11-94074-1972
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.
Deixe seus comentários:



Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


Siga-nos:
                 




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 


Siga-nos:
                 


© Copyright 2000-2024 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa