Menu

Uma reptiliana encarnada, tentando se passar por pleiadiana

Atualizado dia 5/3/2024 11:14:08 AM em Espiritualidade
por Teresa Cristina Pascotto


Facebook   E-mail   Whatsapp

Costumo chamar os conhecidos reptilianos, como reticulianos, pois sua origem é de Zeta Reticuli. Porém, para deixar as informações que vou passar, mais adequadas, vou chamá-los de reptilianos. Existem várias raças reptilianas. Assim como na Terra, em que temos várias raças.

Os reptilianos, de qualquer raça que seja sua origem, trazem como base, o dom do mimetismo. Não de forma plena, mas de forma mais sutil e fraca, em termos de frequência similar ao que/quem querem imitar. Mesmo que somente queiram criar um personagem mais adequado ao mundo, eles criam não somente no comportamento, mas numa certa frequência que "imita seres humanos" mais adequados socialmente.

Aqui na Terra, há muitas informações negativas a respeito dos reptilianos, o que faz com que, intuitivamente, eles tentem se ocultar, tentando então, parecer ser "outro ser", ou se comportando de forma falsa. Isso traz revolta e autorrejeição a eles. A revolta é por que, por trás disso, está outra realidade: os reptilianos encarnados se acham extremamente superiores aos outros humanos. Mas se sentem rejeitados por eles. Então são agressivos, hostis, ferozes, furiosos e vibram isso o tempo todo, mas com comportamentos de autocontrole extremo, ou nem tanto, para que os outros não percebam. Se um reptiliano encarnado é menos desenvolvido, ele é mais impulsivo e não controla muito esse estado, e se expõe mais. Mas se é um pouco mais desenvolvido, vai fazer de tudo para ocultar esse lado "mau", para poder se encaixar na sociedade. A negação de si mesmos, faz com que tranquem profundamente suas forças mais destrutivas. Ou pelo menos tentam fazer isso.

Neste texto trago a informação de uma reptiliana que, usando o mimetismo, se faz passar por pleiadiana. Mas isso não significa que ela (e todos os que fazem algo similar) consegue "ser uma pleiadiana", mas que imita muito bem e, diante de pessoas que não têm percepções aguçadas, ela consegue bem usar esse disfarce e enganar as pessoas.

Seria como se ela somente vestisse uma fantasia, em que sua aparência é de pleiadiana, com uma fraca e falsa frequência que agrega à camuflagem, como uma holografia, que apenas esconde a sua real "aparência e expressão". Geralmente, os reptilianos que fazem isso, não tem consciência de que são reptilianos, mas têm sensações desagradáveis com relação a si mesmos, pois, em seu inconsciente, sabem quem são, o que faz com que precisem criar um personagem para estar no mundo. E precisam ocultar o que realmente são em essência. Isso tudo, de forma inconsciente. A menos que algum deles tenha consciência de que é reptiliano. Neste caso, se tentam ser outro ser, a situação é mais grave.

Certo dia, uma pessoa a quem vou chamar de Ana (este não é o nome real dela), fez contato comigo dizendo que leu um artigo meu, que fala sobre pleiadianos encarnados e que se identificou muito com o texto. Ela disse claramente que se sente pleiadiana.

No texto sobre pleiadianos, o conteúdo é basicamente a respeito das buscas terapêuticas e espiritualistas que estes fazem, que são inúmeras, mas que nunca se sentem saciados, acham que nunca encontram respostas, e sofrem com isso, pois se sentem perdidos. O que não é verdade. O que eles buscam é salvação, buscam alguém que vá fazer o "trabalho" por eles.

Desta forma, Ana se acha uma "buscadora sofredora", como se fosse uma guerreira. Quando na verdade, é uma reptiliana, que tem fome de poder e, em suas buscas, vai como uma predadora devorar as energias dos incautos.

Ela disse que se identificava como pleiadiana. Eu senti/ soube que ela não era e intui que não deveria falar nada e deveria "falar com ela, como se ela fosse mesmo". Tive o apoio da espiritualidade, que acaba querendo "jogar o jogo" (a espiritualidade atua como se estivesse apoiando a farsa da pessoa) do outro, quando isso é adequado ao crescimento da pessoa. Então eu lhe disse que era bom ela ter aquele "nível de consciência". Embora eu soubesse que ela era reptiliana.

Eu senti que a alma dela estava precisando de ajuda e, por isso, a espiritualidade conduziu Ana a esse breve contexto.

Em nossa rápida interação, ela foi bloqueada em suas intenções como predadora. Ela tentou reagir a isso de forma "passiva-agressiva" dissimuladamente, mas também foi bloqueada.
Essa interação a deixou furiosa e ela está reagindo de forma muito desequilibrada. Isso a deixou fora de controle, pois trouxe à tona a verdadeira criatura que ela é e tenta esconder de si mesma e dos outros o tempo todo. A espiritualidade me "mostrou tudo isso".

Nesse rápido contexto, todo o fluxo de energia que a alma dela desejava, foi manifestado, ou seja, ela foi levada a uma realidade em que "mostraram para ela" quem ela é de verdade. Ela foi desmascarada. Não de forma explícita, mas profunda, que tocou seu âmago. Porém, ela está reagindo negativamente a isso, lutando contra a verdade dela.

Por ser reptiliana dessa raça mais primitiva, tudo o que ela busca na vida é extrair poder, energias e vida dos outros. Quando ela busca conhecimentos e tratamentos através de outras pessoas, o que ela quer é extrair poder dessas pessoas.

Ela disse que é terapeuta, então, imaginem o quanto ela se vale da fragilidade de seus clientes, enquanto faz um jogo de terapeuta que ajuda, quando na verdade, extrai de seus clientes muitas energias.

Como terapeuta, ela é dissimulada e manipuladora. Está sempre "vestida/fantasiada" e imitando uma frequência de pleiadiana, para atrair e agradar seus clientes Ela sabe bem enganar os clientes, "entregando conselhos" que parecem que são bons, mas, na verdade, são sempre para mantê-los sob seu domínio. Ela está sempre junto deles, em projeção mental, perseguindo-os, para que eles continuem mal e, portanto, continuem precisando dela. Mantê-los mal, é também por conta do fato de que ela suga as energias deles durante as consultas, tanto para se abastecer, quanto para deixá-los sem energia, pois assim, permanecem mais desanimados, deprimidos, se mantendo sob os "cuidados dela", precisando dela.

Uma ressalva: todos os seres humanos, não importa sua origem estelar, buscam energia e poder, e jogam jogos insanos em realidades paralelas. No caso dela, representando aqui os reptilianos, se as pessoas são dominadas, até escravizadas e sugadas em seus poderes e vida, por ela, significa que a alma dessas pessoas escolheu isso para a vida delas e, portanto, precisavam de uma reptiliana para isso. Mas essas pessoas precisam reagir a isso e Ana, precisa ser bloqueada, pois sua alma quer que ela agora pare com isso. Quero dizer que não existem vítimas, que todos são responsáveis. E que as almas escolhem o que "seus eus" irão viver.

Ela se esconde por trás de uma falsa personalidade "revestida" de falsa pleiadiana e, assim, manipula os outros, extraindo deles as energias que deseja.

O reptiliano é assim. Ele vive em busca de poder. Energia é Poder e Poder é energia! E o reptiliano acaba sempre buscando mais e mais energia, ele se torna parasita de muitos, mas sempre fazendo um papel falso na sociedade, aparentando ser bom, ou neutro. E sempre tentando aparentar ser poderoso. Não que os reptilianos não possam ser bons, podem sim, mas isso quando tem autoconhecimento profundo. Mas nunca serão "somente bons", isso é impossível para qualquer humano.

Nessa linguagem dual, de ser bom ou mau, existem reptilianos encarnados que já se desenvolveram mais e podem sim, ser bondosos. Mas o lado mau que carregam, está sempre ativo e pulsando dentro deles, pois como não são confiáveis, acreditam também que os outros também são maus e não confiáveis como eles. Então, sempre estão preparados para uma briga, disputa, ataque ou falsa "defesa". Mesmo os reptilianos que têm uma bondade mais manifestada, eles são muito reativos e, igualmente à Ana, estão sempre falando coisas para ferir, fingindo que não, e com isso, estão sempre distorcendo o que os outros dizem, acreditando que os outros estão falando coisas ruins ou ofensivas a eles. Eles têm uma tendência a terem inúmeros transtornos psíquicos.

Assim foi a reação de Ana, que a partir dessa situação, a fúria maligna dentro dela foi ativada e está em ebulição. Era isso o que a alma dela queria, que viesse à tona a sua verdade, que é essa fúria intensa, esse desequilíbrio anormal, que trouxesse à tona as reações, pensamentos e atitudes de uma "criatura maligna" que ela é. Sim, ela é uma criatura em termos evolutivos.

Ela é um ser agressivo e dominador, implacável em suas perseguições aos outros e em suas vinganças. Nessa fúria que transborda de dentro dela, ela está totalmente na frequência reptiliana primitiva e má, que ela realmente é. Era o que sua alma queria, para que ela mesma tenha a possibilidade de se perceber e ver que suas reações estão muito "anormais". Sua alma agora quer que ela seja mais claramente assim, para não conseguir mais se fingir de equilibrada e bondosa, e pleiadiana.

Isso para que ela possa se controlar em sua fúria reptiliana, mas por bom senso, por tomada de consciência, para ela perceber que esse impulso agressivo dela é "anormal" (por um fato inexistente), já que ela pensa ser pleiadiana. O que já vem ocorrendo com ela, que são situações breves em que ela distorce e reage como criatura, é o melhor que sua alma poderia oferecer a ela.

A raça dela, como já citei, é das mais primitivas, instintivas, são como criaturas que estão encarnadas como humanos, que ainda são muito impulsivas e agressivas.

Ana caiu num extremo desequilíbrio, isso vai fazer com que ela perca o frágil e falso autocontrole que tinha, vai deixá-la mais impulsiva, mais reativa e agressiva em qualquer situação que aconteça daqui para frente. Vai ser difícil ela conseguir se frear, agora que tudo aflorou, como disse, ela vai reagir cada vez mais sem crivos, sem autocontrole, vai reagir de forma predadora mais explícita. Ela estará mais exposta, não vai conseguir dissimular sua realidade reptiliana como vinha fazendo.

Quanto mais ela der importância a situações que a frustrem, e reagir de forma brutal, querendo uma vingança que não terá, tendo pensamentos obsessivos e compulsivos a respeito das situações, mais ela vai quebrar toda a camada de falsidade que ela criou. Ela terá várias situações simples, de discussões ou não, mas que a deixarão possessa de raiva, fazendo com que ela reaja cada vez mais desequilibrada diante dos outros, até mesmo dos clientes.

Para ela tentar não se perder tanto, ela teria que se perceber, perceber o quanto está reagindo de forma insana e primitiva, deveria querer ver a verdade do que realmente estiver ocorrendo. O reptiliano encarnado, num geral das raças, é o tipo de ser que tem que estar sempre certo, é o dono da verdade. É o tipo que não sossega enquanto não consegue provar "sua pseudoverdade" para o outro. Não sossega enquanto não "mata" aquele que ousou o afrontar e frustrar.

De um tempo para cá, Ana já vem se "quebrando" nesse excesso de agressividade e sua alma tem também os "corretivos" para esses impulsos agressivos, em que ela, a alma, junto com a espiritualidade, estão contendo todos os ataques de fúria, pensamentos maldosos, sentimentos malignos, agressividade e tudo  o mais, e estão compactando tudo no entorno de Ana, inserindo essas energias malignas que ela emana contra os outros, em sua própria aura e também inserindo em seus chacras. Os males que ela está desejando para qualquer ser, estão sendo redirecionados a ela, introduzidos nela, para destruir a ela mesma e a ninguém mais. E todas essas energias malignas que está manifestando contra os outros, também estão contidas, comprimidas, e aprisionadas dentro de todos os corpos dela: físico, mental, energético, emocional, espiritual e outros.

Ela mesma está criando uma bomba que a fará implodir. Sua alma quer que ela pare de devorar almas alheias. Quer dar um fim a isso. E esse é o começo.

Esta situação de Ana, só veio como um exemplo para elucidar o que vem acontecendo com muitos reptilianos encarnados, que estão ávidos por poder e já estão impacientes e agressivos demais, porque nunca estão satisfeitos, nunca estão saciados. Como já existem consciências despertas, isso faz com que mesmo que as pessoas não percebam conscientemente, elas começam a ter percepções sutis e reações intuitivas, com relação aos reptilianos que estão mais agressivos em suas dominações. É um tempo para que haja uma mudança nesse cenário.

Porém, isso acontece com todos os encarnados de origem estelar ou terráquea. A humanidade ainda está vivendo de jogos insanos que ocorrem de forma inconsciente, em realidades paralelas. Neste texto, falei abordando um tipo de ser, mas todos os seres humanos jogam os jogos do poder, todos estão em busca de energia.

Até os pleiadianos, como foram citados, estão em busca de energia alheia, quando se fazem de buscadores sofredores, querendo se ligar a alguém que os salve. Já atendi vários pleiadianos que queriam isso. Encerro citando isso, para que não pensem que somente os reptilianos são "maus".

Na dualidade da Terra, todos somos luz e sombra, "bons e maus".

E reforço que os reptilianos/reticulianos, são seres sagrados como todos os seres cósmicos! Eles vêm à Terra para desenvolverem um papel que ajuda a evolução humana, mesmo que seja de forma "agressiva".
 
Texto Revisado



 

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 95


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Conteúdo desenvolvido por: Teresa Cristina Pascotto   
Atuo a partir de meus dons naturais, sou sensitiva, possuo uma capacidade de percepção extrassensorial transcendente. Desenvolvi a Terapia Transcendente, que objetiva conduzir à Cura Real. Atuo em níveis profundos do inconsciente e nas realidades paralelas em inúmeras dimensôes. Acesso as multidimensionalidades Estelares. Trago Verdades Sagradas.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.
Deixe seus comentários:



Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


Siga-nos:
                 




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 


Siga-nos:
                 


© Copyright 2000-2024 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa