Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Uma viagem para a Índia

por Marcio Simões
Uma viagem para a Índia

Publicado dia 6/6/2012 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Tive a oportunidade de ir para a Índia a trabalho, passei uma semana lá. Como todos devem saber, a Índia é o segundo país mais populoso do mundo e complexo para tentar decifrá-lo em poucas palavras. Eu pretendo neste artigo me abster de toda e qualquer análise religiosa ou política e compartilhar eventos que marcaram a minha viagem e que podem, no mínimo, nos mostrar como podemos aprender e apreciar coisas simples de outras culturas.

Preparação: Antes de ir ouvi sem pré-julgamento cada conselho que me fora dado sobre "cuidados" que eu deveria ter por lá, o que fazer e o que não fazer tais como: só beber água mineral, não comer nada na rua, não usar o banheiro dos indianos, ter cuidado com as comidas apimentadas... e assim por diante. Então, abri a mente para o novo e assim me preparei para apreciar cada experiência, o que de fato me ajudou muito, pois em toda a minha estadia experimentei diversos pratos com seus sabores peculiares, a comida vegetariana e não tive nenhum problema sequer. 

A recepção: Ao chegarmos ao escritório onde eu trabalharia juntamente com outros colegas, fomos atenciosamente recebidos. Todos pararam suas atividades e nos recepcionaram pedindo que déssemos as mãos uns aos outros e juntos ouvimos uma oração na língua deles e mesmo sem entendermos o que estava sendo dito, respeitosamente, acolhemos aquele honesto e profundo ato de boas vindas.

Que maneira mais gentil e profunda de recepção, concordam? É tocante. Este é o tipo de acolhimento que,  creio eu, todos gostariam de ter, é uma excelente forma de dar as boas-vindas. Que tal, da próxima vez em que recebermos amigos em nossa casa, pensarmos em algo que demonstre nosso apreço pela visita. Pode ser uma oração, uma recepção calorosa e honesta, ou até  algo mais comedido. Fique à vontade, se vier do coração será real e verdadeiro e com certeza os seus convidados sentirão, assim como eu.

Namastê: em alguns lugares fui recepcionado com esta saudação que expressa um grande sentimento de respeito, A saber: literalmente significa "curvo-me perante ti", "curvar-se", "fazer uma saudação reverencial", e (te), "te". A palavra, normalmente, é acompanhada de um gesto feito com as duas mãos pressionadas juntas (as palmas tocando-se e os dedos apontando para cima) no centro do peito. Não é sempre que nós ocidentais temos a oportunidade de sermos saudados com tamanho respeito e reverência. Também pude testemunhar outro gesto simples e de grande impacto para mim: algumas pessoas, ao lhe dar algo, seguram o objeto com as duas mãos e o entregam (com um belo sorriso no rosto). Se pudéssemos perceber o quanto simples gestos como estes podem fazer a diferença em nossas vidas e na vida dos outros, faríamos sempre. A gentileza é um dos mais nobres meios de demonstrarmos respeito e carinho para com  outros. O fato de presenciar este ato me faz lembrar ainda mais no poder da gentileza.

O Respeito: a vaca realmente é um animal sagrado e se ela está cruzando a rua, desvia-se o trânsito ou a espera cruzar toda a extensão da rua para continuar.  Lá, o respeito a este animal em particular, é verdadeiro, tão diferente do mundo ocidental, onde abatemos os nossos animais indiscriminadamente para consumo próprio, enchendo-os de remédios para crescimento acelerado... confinando-os... provocando momentos de dor e sofrimento terríveis aos mesmos. Com isto,  impregnam esta energia negativa ( dor e sofrimento)  sobre a carne permanecendo mesmo após a sua morte. Além deste motivo, há também  quem se dedique a não compactuar com estas atrocidades e pára de se alimentar de carne animal definitivamente.

Curiosidades: durante um evento tive a oportunidade de presenciar mais duas curiosidades: 1) - No início, foi reservado um período para a celebração dos aniversariantes do mês (até aí nada de novo). Mas logo em seguida, foi feita a celebração para os aniversariantes de casamento. Aniversariantes de casamento? Que interessante! Pessoas sendo parabenizadas pelos anos de casamento, celebrando 1, 5, 10, 15 anos etc ... Para nós, é comum celebrarmos datas específicas tais como das bodas de prata, de ouro... Celebrar a união é algo que pode passar em branco na correria do dia a dia de nossas vidas atualmente. Então, que tal passar a celebrar a sua união,  não importando se são 2 meses ou 10 anos.Compre um presente,  mande flores, faça algo que o surpreenda e deixe o feliz. 2) - Realizaram a seguinte brincadeira: foram dadas características que pertenciam a duas pessoas que estavam presentes. Todas as pessoas na sala deveriam dizer quais pessoas entre o grupo estavam sendo referenciada. Mas o que me chamou a atenção foi o início da brincadeira onde a seguinte frase foi projetada para todos: Existem dois tipos de pessoas: Aquelas que são vegetarianas e aquelas que não são vegetarianas...

Para a grande maioria de nós, a primeira opção é a exceção, enquanto que lá, é a regra. Achei curioso este tipo de análise. Como eu, quem é adepto da harmonização celular, sabe que um dos pilares deste processo está relacionado a uma alimentação totalmente natural baseada no vegetarianismo e ao que ela representa para o organismo e para o espírito. Abrir mão do consumo de carne é essencial para alcançar resultados importantes no estado de harmonização. Recordo que uma vez ouvi a seguinte frase: "Não comer carne faz parte do processo de expansão da consciência", portanto, concluo o quanto isto faz a diferença para aquelas pessoas, que em sua natureza são vegetarianas, por escolha.

Paz: Já sabendo que a Índia é um país pacífico ancorado na inesquecível filosofia de não violência pregada por Gandhi, tentei vivenciar esta energia durante o tempo m que estive lá, sentindo a atmosfera das coisas, tentando imaginar como foi viver no período de Gandhi. Aproveitei os meus momentos a sós, na maioria das vezes no quarto do hotel, para descansar e tentar captar e ser beneficiado por esta energia.

Com a alegria da novidade, das coisas transcorrendo harmoniosamente, pude sentir a minha vibração bem elevada. Mas como seria diferente? Imaginem a energia que rege aquele lugar! Lembro-me de como me senti ao visitar Rajghat (o memorial a Gandhi). As pessoas entrando e saindo do lugar, excursões de escolas com as crianças indo reverenciar e entender a história do pacifista que libertou o seu país e se tornou um exemplo para o mundo todo. Foi emocionante. 

Com certeza, existe muito mais para se conhecer e desvendar. Quem sabe um dia...  Recomendo a todos que tiverem a oportunidade de um dia ir para a Índia que o façam de mente aberta. Espero que a partir destes pequenos relatos eu tenha conseguido expressar o tamanho da minha gratidão por ter estado lá e presenciado em um lugar tão incrível, com tantas pessoas, gestos tão simples e cativantes que foram capazes de deixar uma marca em minha vida! A Ao país Índia,  presto esta homenagem.

Paz a todos e até a próxima.

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 4

Sobre o Autor: Marcio Simões   
Assuntos de interesse: Espiritualidade Auto Cura Toque Quântico Reiki Ganesha Anjos e arcanjos Autoconhecimento, Harmonização celular, Construções e realizações de sonhos e objetivos, Meditação e Paz. Ganesha, Arcanjos Miguel, Rafael, Gabriel e Uriel.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.





horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa