auravide auravide

Vamos estudar



Estamos vivendo em uma escola. A vida não é de uma só lição, mas sim um curso completo, onde a prova final é o nosso aprimoramento, nossa lapidação espiritual e o diploma é um lugar de estudo e trabalho de profunda paz.
O nosso conhecimento sobre o mundo espiritual leva-nos a pensar que estamos no jardim de infância.

Há quem acredite que Jesus Cristo vai voltar um dia, mas não acredita no mundo espiritual. De onde Jesus vem? Há quem acredite nos santos, rezam, fazem pedidos, mas onde vivem os santos? Há quem reze para os parentes mortos, mas onde eles estão? Há quem fale em espírito ruim. Onde eles vivem? Onde vivem os anjos? Marias, Josés... cadê todo mundo? Onde estão nossos antepassados? No cemitério? E os que foram cremados? Como vão ressucitar todo mundo quando Jesus voltar? Não é isso que dizem? Vão sair andando dos cemitérios? E os cremados, sairão de onde?

Não há como acreditar em Deus sem associá-lo ao mundo espiritual, a outros mundos, outras escolas e a outras vidas.

O céu e o inferno são estados particulares de cada um. Prefiro viver no meu céu interior onde mora a minha consciência, meu amor por mim mesmo, pelo próximo. Este é meu céu, mas tem o meu inferno que está dormindo. Não o conheço, e para ele não acordar, pratico o bem comum entre os seres, os bons pensamentos, as boas atitudes. Às vezes penso que gostaria de conhecê-lo, mas como vejo muita gente colocando seu inferno para fora por qualquer coisa, prefiro que o meu adormeça para sempre, e pratico o silêncio do desejo da felicidade do próximo.

Tantas perguntas, mas somente poucos têm coragem de responder que acreditam no mundo espiritual. Aqueles que passaram por aqui vão para outra escola para continuar a lição, mas todos fazem uma escala no hospital espiritual para tratar dos vícios, dos apegos, dos desejos materiais (nada demais, é como se fosse um spa para desintoxicar o espírito das coisas materiais). Isso depende muito de cada um. É como se livrar do vício do cigarro. Temos que ter força de vontade, mas teremos muita ajuda dos nossos antepassados e dos guias e médicos espirituais. Pode ser rápido ou não, depende de cada um, para depois ir para a escola espiritual aprimorar o espírito e voltar à escola-Terra para continuar as lições, onde a principal é amar ao próximo como a si mesmo.

No mundo espiritual todos querem voltar para a escola-Terra; preparam-se antes de serem escolhidos para voltar. Lá fica um relatório chamado pré destino... tudo certo, tudo prometido, só que no choque da passagem acabamos esquecendo o prometido. Faz parte da lição procurar, pesquisar e aceitar seu pré destino.

São poucos os que procuram sua verdadeira missão, dando mais importância aos anseios materiais. São poucos os que se dizem espíritas, assim como também são poucos os verdadeiros espiritualistas. O espiritualista tem a fraternidade como sua principal meta para ajudar os mais necessitados sem nenhum tipo de troca. Só que não é isso o que acontece, acredito que este mal esteja com uma minoria.

Achávamos que cair aqui na Terra seria viver no paraíso, uma escola somente de recreio. Puro engano! Aqui não tem recreio e nossa verdadeira missão não tem dia nem hora para ser praticada. Não há tempo ruim para praticarmos a caridade, não há doença que não possamos curar se colocarmos em nosso pré destino. Não há filho ruim que não tenha vindo para nos dar mais uma lição. Não há palavra dita que não mereça ser ouvida. Tudo faz parte do aprendizado, tudo faz parte do aprimoramento, da lapidação do espírito.

Temos que trabalhar diariamente e a todo o instante para evolução do espírito. Aqui é uma escola sem recreio e devemos estudar para evoluir em nossa educação, em nossa conduta, honestidade, caráter, fé, compaixão, gratidão e fraternidade. Já vivemos experiências demais sem fazer um estudo profundo das consequências que poderiam causar à Terra. Enquanto não passarmos nessas matérias a Terra vai seguindo seu curso normal de transformação, podendo terminar esta Nova Era e dar início a outra civilização, assim como já aconteceu em outras vezes. Começando tudo de novo no fim.

O paraíso é um estado de espírito que podemos viver somente no mundo espiritual quando aprovado em todas as matérias. Aqui, a Terra, não seria o paraíso? Deus gostaria, mas estamos botando tudo a perder. Já viu paraíso com suas florestas morrendo, sem flores, cheias de conflitos, com tantas guerras? Com a maioria das pessoas na miséria e doentes? Estamos terminando nossa escola devagarinho, mas esse devagarinho já vem de anos e anos.

Com certeza, não iremos ver a mudança que a Terra vai sofrer para uma nova morada. O mundo está no seu fim de curso. Isso não significa que a Terra vai acabar, mas que ela vai sofrer mais uma mudança depois das várias que já sofreu. Não soubemos fazer da Terra o paraíso. Em vez de estudar preferimos ficar no recreio o tempo todo. Agora estamos pagando o preço e cada dia fica mais caro para a coletividade. Não há lugar seguro para se morar na Terra. Com tantas distorções climáticas, a qualquer momento e em qualquer lugar, pode-se perder tudo. Não vou citar a segurança das pessoas e os crimes de guerra, mas a insegurança da falta de água, os temporais, terremotos, secas, a subida do mar que vai invadir parte da terra; a poluição, a diminuição da camada de ozônio  o clima mais quente, maremoto, tufão, furacão, e todo tipo de revolta climática que se pode imaginar, só que de uma maneira mais forte.

Não há volta. Daqui para a frente nos resta amenizar ou tentar transferir um pouco a renovação da Terra. Agora, o que podemos fazer é estudar para sairmos da ignorância e começar a trabalhar. Estamos precisando recuperar nosso caráter, nossa verdadeira origem, para que Deus, um dia, venha orgulhar-se da sua criação.

É hora de sair do jardim de infância, passar pelas matérias e ir para a Universidade no mundo espiritual.

Estamos sempre evoluindo. Temos muito mais a aprender sobre os mundos, as dimensões, o Universo e também sobre o nosso mundo interior, para que possamos aceitar nosso aprimoramento. A busca pela nossa origem primeira não pode parar, mas, não deve nos paralisar enquanto a vida e a esperança podem se somar à fé em Deus. Se mudarmos nossa maneira de pensar e de viver, quem sabe conquistaremos um bom lugar para nossa nova escola.

BNN

Texto revisado
Publicado dia 22/3/2007
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 204



foto-autor
Autor: Bernardino Nilton Nascimento   
"Não seja um investigador de defeitos, seja um descobridor de virtudes"./ "Quando a ansiedade assume a frente, as soluções vão para o final da fila"./ "Quando os ventos do Universo resolve soprar a favor, até os erros dão certo". BNN
E-mail: bernardinogga@gmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa