Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
Home > Psicologia
 Somos Parte Integrante do Planeta Terra

Somos Parte Integrante do Planeta Terra

por Maria Helena Neves de Albuquerque
Facebook   E-mail   Whatsapp


Cada ser humano tem em si um manual sutil com os apontamentos do seu EXISTIR pensante.

Isto porque, enquanto travessias, carregamos alguns matizes das nossas vidas passadas. Logo, é importante observar cada passo do nosso SER para resgatar os débitos das outras dimensões do planeta Terra.

Estudiosos quânticos e espiritualistas costumam pontuar que, quando esses débitos não são resgatados em tempo hábil, reverberam de modo devastador na sacralidade interior dos humanos fragilizado-os em inteirezas. Construindo pontes para alçar outras tantas travessias sombrias como aquelas que não foram quitadas, mas, por questões de tempo, ainda poderão vir a ser, noutros campos de concentrações humanas. Logo, fica evidente que cada gota do suor ou do orvalho que escorrer em nossas faces nesse Existir pensante, clama pela necessidade de um resgate. E, se, por alguma razão não quitados, geram débitos avassaladores nos corpos sutis mesclados com juros e correção monetária.

Psicoterapeutas, psiquiatras e tantos outros especialistas no ramo da hipnoterapia contam em seus escritos científicos, algumas das suas experiências enquanto atendendo um público desconectado da sua realidade-mundo. Pessoas que, no seio dos seus familiares ou sozinhas, enfrentam suas guerras internas e ainda costumam pontuar que..., “de repente, o mundo foge aos meus pés”, ou seja, suas conexões mente-matéria e realidade-mundo solicitam o “sopro divino” imediato, para o seu ego se reconectar com a sua sacralidade interior perdida no dia a dia dos seus momentos aziagos. Frágeis. Vazios.

Como psicoterapeuta junguiana, apoiamos uma cliente com um depoimento que nos chamou a atenção. Para ela, o seu caminhar parecia regado por um vale de lágrimas. Incertezas. Desamor. Enfim, essa cliente pontuava que, o seu Existir parecia “um vale sombrio por todos os lados”... E assim se expressava: “a natureza circundante emudeceu para mim, e igualmente para os pássaros em revoadas”... Após a nossa escuta terapêutica concluímos que, cada pulo que ela dava para sair daquelas passagens recaia numa vala enlameada. Ziguezagueada. Escura. Imensa. Açoberbante.

E nesse contexto pelas coisas do SER e EXISTIR, a nossa cliente não conseguia respirar de modo calmo, tranquilo e, em outras palavras; driblava a si mesma e consequentemente os porões do seu inconsciente.

 Na Psicologia Transpessoal e na visão de alguns médicos Espiritualistas, a Hipnoterapia é, de fato, uma técnica que ajuda aliviar o sofrimento de alguns pacientes fragilizados em inteirezas e enquanto passantes do planeta Terra. E essa técnica contribui para rememorar momentos de outras vidas e que, uma vez constelados, são capazes de curar as almas sofridas em estados  vitais, ou seja, momentos úteis nesse Universo azul.

O Holismo e a Transpessoalidade (“A Quarta Força em Psicologia”), compreendem também esses sentires e, por assim dizer, reconhecem momentos sombrios que coadunam com a “Síndrome do Pânico”, pontuada de modo científico pelos estudiosos da alma humana com todas as suas miríades. Daí, fica compreendido que essa síndrome que fragiliza os seus portadores é invasiva para os corpos físicos e sutis. E, é, de repente. Isto porque de acordo com os clientes acometidos por essa síndrome destruidora, faltam-lhes forças internas para um respirar tranquilo. Porque o coração dispara e o medo é estranho em seus corpos físicos e sutis. Principalmente, instantes nos quais, a vida flui e o portador da enfermidade da alma paralisa, e aguarda inerte a presença do seu morrer.

Para os estudiosos da Física Quântica, da Transpessoalidade ou do Healing, esses sentires não dispensam o apoio do psiquiatra, enquanto Medicina Positivista, principalmente, nas questões da administração medicamentosa para minorar as crises mais severas.

Daí, fica entendido que esses processos terapêuticos, associados aos resultados medicamentosos, são importantes no observar e no apoio do Psicoterapeuta Transpessoal, da Tradicional Medicina Oriental Chinesa para poder aliviar o sofrimento da clientela sofrida. Individualizando-a. Fortalecendo o Ego dos acometidos por essa síndrome severa.

 A Hipnose é, de fato, um bom referencial científico e contemporâneo para resolver essas dificuldades espiritualistas no espaço-tempo. Nas questões da Síndrome do Pânico o que para tanto, o psicoterapeuta hipnólogo lança mão dos métodos e técnicas do processo que envolve as teorias do seu conhecimento nos aspectos da Individuação e Fortalecimento do Ego pontuados pela Psicologia Junguiana.

De acordo com o Psiquiatra Brian Weiss, a busca do Equilíbrio e da Cura com as pessoas desconectadas da sua realidade-mundo no espaço e no tempo, têm tido resultados impressionantes. E em seu livro “Muitas Vidas, Muitos Mestres”, o cientista acima descrito pontua várias ocasiões nas quais a sua paciente (Catherine (1988), foi submetida ao processo da Hipnose que segunda os seus depoimentos em “estado de profundo relaxamento” mudou a sua vida. Curou um quadro crônico que somavam medos, crenças distorcidas, ansiedades, depressões, insônias, fobias e ataques do pânico. Isto porque os Conflitos submersos nos porões do inconsciente daquela paciente foram constelados após várias sessões de Hipnose. E assim se expressa de modo científico o psiquiatra e hipnoterapeuta Brian Weiss:

 “O mundo de hoje invade o nosso cotidiano e até mesmo os momentos de descanso com pressões e demandas que se acumulam, tumultuando nossa mente. Torna-se cada vez mais difícil nos voltarmos para dentro de nós mesmos, tentando visualizar a causa das nossas angústias... A regressão de vidas passadas através da meditação é segura. O subconsciente sabe o que faz, por assim dizer, e não irá deixar nada prejudicial passar para a memória”.

Nota: direitos reservados e protegidos: nenhuma parte desse texto poderá ser reproduzida por qualquer meio, sem a autorização prévia do autor ou editora por escrito. A infração está sujeita à punição, segundo a Lei 9.610/98

Texto Revisado
 

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo




Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

Avaliação: 5 | Votos: 1
Atualizado em 28/04/2020

Veja também
Quando nossa vida voltará ao normal?
Uma nova percepção
Quem são os pais omissos na trama das mães perversas
Alimentos antifisiológicos: anti-vida!

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.






Energia do Dia
Plenitude. Dia para concluir tudo que for possível e planejar metas futuras. Combata qualquer sensação de derrota e cultive o otimismo e a autoconfiança. Aja de boa vontade.
Faça sua numerologia


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa