auravide auravide

A ética da alma

por Flávio Bastos

Publicado dia 1/9/2008 em Psicologia

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


O termo "ética" é definido pelos dicionários como a ciência que estuda os juízos morais referentes à conduta humana, ou a virtude caracterizada pela orientação dos atos pessoais segundo os valores do bem e da decência pública.

A ética profissional, portanto, segue um conjunto de valores que orientam o psicoterapeuta a ter uma conduta conforme rege o código de ética da entidade de classe a qual ele é vinculado.

Em recente encontro internacional de terapeutas de Vidas Passadas ocorrido na cidade de São Paulo, tive a oportunidade de conversar com uma psicóloga que experenciava um conflito entre seguir a linha tradicional de sua formação acadêmica, ou abrir seu coração e expandir a sua consciência para o exercício da Psicoterapia que analisa o psiquismo além da situação intra-uterina do indivíduo.
Era perceptível a dúvida que lhe angustiava porque nos bastidores do conflito escondia-se um sentimento de culpa em que o sentido da ética profissional era muito forte e que entrava em choque com a possibilidade de repensar a sua práxis através de um novo conhecimento que transcenderia o saber acadêmico.

Estou sendo ética? Era o questionamento que representava a sua dúvida e o dínamo de seu conflito interno. Não que códigos de ética não tenham o seu valor, pelo contrário, eles são a referência e base de consulta para certos casos que realmente ferem um sistema de valores morais e éticos que devem ser respeitados, preservados e cumpridos. No entanto, pelo fato de ser de natureza "sistêmica" e muito ligado ao aspecto racional do ser humano, os códigos de ética tendem a frear a expansão do conhecimento de nível transcendental do psiquismo humano, inibindo, por alimentar sentimentos de culpa ou medo, a iniciativa de profissionais da saúde mental que gostariam de expandir seus conhecimentos no âmbito da psicoterapia transpessoal.

Herdamos valores éticos e morais que encontram-se latentes no superego, uma instância de nossa personalidade. Volta e meia estamos sendo controlados por esse verdadeiro código de valores que trazemos internalizado em nossos inconscientes e que nos ditam o que é certo e o que é errado.

Quando as nossas vivências anteriores e as nossas experiências de infância sofreram influência de valores marcadamente materialista, passamos a apresentar uma tendência de racionalizar os acontecimentos da vida e darmos nenhuma ou pouca importância para valores que transcendem o "aqui, agora" da materialidade palpável e concreta, ou seja, nos tornamos seres condicionados a pensar e agir de uma forma padronizada.

Essa visão padronizada e horizontal dos acontecimentos da vida, levam o indivíduo a limitar-se em relação à possibilidade de expansão do conhecimento (e da consciência) em busca de novos valores que possam agregar-se a valores éticos e morais que ele já traz consigo.

São os novos valores adquiridos pela experiência de nível espiritual que farão o indivíduo refletir a sua existência e, gradualmente, modificar padrões de comportamento e de conduta que o condicionava a uma visão limitada da vida.

O psicoterapeuta, portanto, passa esse novo olhar sobre seus valores éticos, à medida que decide investir no conhecimento que transcende o saber acadêmico. E esse novo olhar verticalista da práxis terapêutica ganha altura em busca de novos valores que contemplem a visão da transcendência humana. Um conhecimento que ao adentrar pela "porta aberta" deixada por Jung, incorpora-se a valores de uma nova visão ética da vida: a ética da alma.

Psicanalista Clínico e Interdimensional.
Atendimento online/messenger
flaviobastos

Texto revisado: Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 8

foto-autor
Sobre o Autor: Flávio Bastos   
Flavio Bastos é criador intuitivo da Psicoterapia Interdimensional (PI) e psicanalista clínico. Outros cursos: Terapia Regressiva Evolutiva, Psicoterapia Reencarnacionista, Terapia Floral, Psicoterapia Holística, Parapsicologia, Capacitação em Dependência Química, Hipnose e Auto-hipnose e Dimensão Espiritual na Psicologia e Psicoterapia.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa