auravide auravide

Amar ao próximo como a si mesmo. É possível?


Facebook   E-mail   Whatsapp

Desde criança ouvia de algumas pessoas que devíamos amar aos outros como a nós mesmos. Ainda pequena adquiri o hábito de observar as pessoas em relação ao que falavam e como se comportavam. Percebia que elas não faziam o que diziam, que elas não amavam os outros como elas mesmas. Muitas delas não conseguiam sequer amar a si próprias.

O que eu constatava era que existia uma total desconexão delas consigo mesmas, com o que pensavam e diziam. O que falavam não correspondia com a forma como agiam. Ficava pensando, por que elas não se davam conta dessa incoêrencia? Como acreditavam amar a outros como a si mesmas se não conseguiam dar-se conta do que faziam e do que sentiam?

Anos se passaram e ainda hoje observo isso nas pessoas de forma geral. Elas se comportam como se fossem duas pessoas ou mais pessoas dentro de uma só. Hoje entendo que são partes de um ser, que não consegue se perceber como um todo. São partes que vivem mas não interagem. Como se fossem figura e fundo, luz e sombra. Por isso a desconexão.

Percebo também que amar aos outros não é tarefa nada fácil. Como podemos amar quem nos faz ou fez mal? Afinal, inimigos são inimigos, não importa se a inimizade é por causa de uma disputa ou pelo fato do inimigo ter tirado a vida de nosso filho. E, então, como entender a mensagem de Jesus e de tantos outros mestres, que falam de perdão e compaixão?

Na minha opinião, esse entendimento se dará através da empatia. E o que é a empatia?  "Na psicologia e nas neurociências contemporâneas a empatia é uma "espécie de inteligência emocional" e pode ser dividida em dois tipos: a cognitiva - relacionada à capacidade de compreender a perspectiva psicológica das outras pessoas; e a afetiva - relacionada à habilidade de experimentar reações emocionais por meio da observação da experiência alheia". (Wikipedia)
Ou seja, quando nos colocamos no lugar do outro, procurando ver através da sua lente e não da nossa, podemos entender o porquê de suas atitudes. Ao entendermos, abrimos caminho para a compreensão e consequentemente para a aceitação e o perdão.

Parece fácil, não é mesmo? Mas não é.

Voltemos novamente ao começo. Como podemos nos colocar no lugar do outro se não enxergamos nem a nós mesmos? Para chegar a esse ponto tão almejado e estimulado precisamos incialmente nos conhecer, aceitar nossos limites e dificuldades e amar a nossa humanidade perfeitamente imperfeita. Só assim, poderemos: nos colocar no lugar do outro, amar o diferente e amar quem nos faz sofrer. Por quê? Porque amaremos a nossa humanidade que está dentro dele, amaremos a nossa imperfeição que está ali espelhada. Não se trata de amar aquela pessoa propriamente dita, mas amar esse outro que é parte de nós, essa parte nossa que se encontra no outro. Afinal, somos todos um, não é mesmo?

Várias ferramentas estão à nossa disposição para darmos esse passo em direção a nós mesmos, são diferentes terapias, técnicas, meditação, oráculos, enfim, instrumentos colocados à nossa disposição. É só perder o medo e se permitir.

Até a próxima!

Texto revisado
Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 6


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: GUARACIARA ROMA   
Psicóloga, Terapeuta de Vida Passada, Frequências de Brilho e Cura Reconectiva® / Reconexão®. Especialista em Cuidados Integrativos pela Unifesp, com MBA em Gestão Avançada de Recursos Humanos, Conferencista, escritora de diversos artigos, consultora, facilitadora de Oficinas de Sentimentos, de treinamentos, cursos, workshops.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Psicologia clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa