Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Amor... eu faço as minhas coisas e você faz as suas. Ok?

por Silvana Giudice

Publicado dia 18/4/2019 em Psicologia

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


São muitos os casamentos que se mantém anos a fio em total ausência de vida. Dois náufragos do tédio, da insipidez, da monotonia...

Vez ou outra, surge uma luzinha e esperanças reacendem e sustentam aquela mesmice, mas um pouco diferente.

Uma viagem, um perfume, uma lingerie nova, uma fantasia...

Algum mal nisso? Nenhum! São combustíveis que agregam, animam, renovam... mas é preciso mais. É preciso respeito individual.

Eu não preciso fazer tudo com você. Você não precisa fazer tudo comigo. Pré-requisito para qualquer relacionamento saudável.

Eu preciso reconhecer quem eu sou, minhas qualidades e recursos, assim como minhas limitações e assumir total responsabilidade por tudo que sinto, penso e faço, sem projetar em você meus conflitos, necessidades e carências... e claro, vice e versa.

Um espaço onde você tenha seus próprios interesses que não me inclua e nem por isso eu me sinta excluida por você. Afinal, eu não jogo futebol.

Um momento que eu desfrute da descontração com amigas e nem por isso você se sinta menos querido ou amado.

Apenas eu faço as minhas coisas e você as suas. 

Que lindo você respeitar as minhas preferências e individualidade porque da mesma maneira eu respeito você.

A rotina engessada não é só a morte do amor, é a morte da alma. O outro não nasceu para responder os meus desejos e temores.

Se não permitimos espaço,  a cada discussão aprofundamos a distância, o desprezo e na pior das hipóteses nos tornamos silenciosos, onde a indiferença e o tanto faz torna-se uma regra.

Existe uma Oração da Gestalt, escrita por Frederic Perls que é considerada uma síntes da visão sobre as relações interpessoais.

Eu sou eu

Você é você.

Eu faço minhas coisas, você faz as suas.

Não estou neste mundo para viver de acordo com as suas expectativas e você não está neste mundo para viver de acordo com as minhas.

Mas se por acaso nos encontrarmos, é lindo!

Se não... nada há por fazer!

Texto Revisado


Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1

Sobre o Autor: Silvana Giudice   
Psicoterapeuta Reencarnacionista Numerologia Pessoal- Empresarial- Vocacional Terapia Floral Tarô Aconselhamento Endereço- Tatuapé- proxima Metrô Carrão telefone- (011) 3586-8885 e 98706-0806 Tatuapé- São Paulo mais informações- [email protected]
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Cuide da sua energia
artigo O Invisível, visível, 2
artigo Quando as Estrelas Descem Para Dançar no Coração do Homem
artigo O poder do desinteresse

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.








horoscopo



auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa