auravide auravide

Aprendendo sobre a Tolerância


Facebook   E-mail   Whatsapp

“Tudo o que nos irrita nos outros pode nos levar a um melhor conhecimento de nós mesmos”. (Jung)

Recentemente, lendo um livro, uma frase me chamou bastante atenção: “a tolerância é o prolongamento da aceitação”, ela traz consigo a benevolência, fazendo com que as pessoas possam pensar, agir e viver de forma diferente de si mesmo.

Acredito que uma pessoa tolerante tem como objetivo principal o diálogo aberto e franco procurando uma maior adequação em sua forma de viver e sentir, diferente de ter que ser do seu jeito. Não fica difícil traçar o perfil de uma pessoa quando ela é ou não tolerante, pois é bastante freqüente encontrarmos muita intolerância e inadaptabilidade nos dias de hoje, principalmente, nas situações do nosso dia-a-dia, como por exemplo: no trânsito, no lazer, no trabalho e, sobretudo, nas relações afetivas.

Saber dos nossos limites, onde começa o meu e termina o seu, torna-se fundamental para o respeito mútuo. Se pararmos para observar, quando estamos desequilibrados, tudo parece conspirar para que a situação vivenciada aumente de tamanho, ou seja, a irritação, desconfiança, medo e insegurança tendem a ser tornar nossos maiores inimigos.
É o caso, por exemplo, se nos encontramos no trânsito e começamos a ficar irritados com a fila que não anda, com os motoristas imprudentes; buzinas começam a disparar, pessoas esticam seus pescoços para ofender o motorista ao lado, alguém vem e nos dá uma fechada, ou ainda, alguns mais impulsivos acabam partindo para agressão física.

Uma dica interessante é sempre que se perceber intolerável em alguma situação faça-se a seguinte pergunta: Qual o sentimento que se esconde por trás dessa situação que eu não quero enxergar? Pode ser que você se perceba constrangido, mal hulmorado, inseguro, ansioso, ou ainda, com algum sentimento de inferioridade que aquela situação ou pessoa acaba despertando em você.

Observe-se e concentre suas energias para vivenciar esse sentimento de maneira que sua intolerância se evapore e você possa compreender tanto suas emoções quanto as ações ou comportamentos de quem você esta julgando. Nosso julgamento sobre alguém não servirá como escudo protetor contra nós se nos tornarmos como ele.

Acredito que a atitude de sermos tolerantes vem com a maturidade das experiências vividas e da nossa disposição em nos permitirmos conhecer e aprender sobre cada tipo de atitude, lembrando que sempre seremos o reflexo do outro. Tomar consciência de que a tolerância faz parte do nosso processo de aprendizado e evolução já é um grande começo para a transformação.

Uma técnica que utilizo com bastante freqüência é procurar tomar consciência do que estou sentindo em determinado momento. Por exemplo, se me percebo irritada com alguma coisa ou alguém, procuro sair de mim, praticando a auto-observação; respiro fundo, procuro olhar para mim como se fosse outra pessoa.
Percebo que não posso deixar ser levada por emoções que não me pertencem, ou seja, por que vou dar poder para que o outro me irrite ou me incomode?
Como bem disse uma amiga minha: o outro é o outro, como posso permitir que alguma pessoa determine a maneira como vou sentir, se estou em equilíbrio comigo mesma?

Experimentar a tolerância significa compreender que devemos ter consideração pelo que o outro pensa, sente e escolhe... sendo capazes de responder corretamente às circunstâncias, sem se ferir ou magoar.
Se tivermos a capacidade de acender a nossa luz interior, nos permitindo uma maior ampliação de consciência, perceberemos que:

“Na fonte, há lama; a rosa tem espinhos”.
O sol no eclipse é sol obscurecido,
Na flor também o verme faz o seu ninho,
Erram todos, eu mesmo já errei tanto”.
William Shakespeare – soneto 35.

Texto revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 13


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Tania Paupitz   
Tânia Paupitz é Artista Plástica e Professora de Artes, há 30 anos, sendo sua marca registrada as cores fortes e vibrantes, influência dos estudos de vários artistas Impressionistas como Pissarro e Van Gogh. Cursos de Pintura para Pintura em Óleo ou acrílica sobre tela -iniciantes ou não. www.taniapaupitz.com.br wathsapp - 48 999723446
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Psicologia clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa