auravide auravide

As crianças e seus brinquedos


Facebook   E-mail   Whatsapp

“Aprendi mais sobre os pais do que sobre as crianças.
Elas são basicamente iguais. Só querem brincar”.
(Gabriele Galimberti)



Gabriele Galimberti é um fotógrafo italiano que no decorrer de 18 meses percorreu 58 países visitando crianças com idade média de seis anos para registrar a forma como interagem com seus brinquedos e constroem seu próprio universo lúdico.

Seu projeto demonstra que o ato de brincar reflete o ambiente em que a criança vive, sendo possível encontrar similaridades independentemente de cenário político e cultural ou condição socioeconômica. Assim, a pequena Chiwa, do Malawi (país na África Oriental), e o garoto Orly, do Texas, adoram dinossauros pela proteção que lhes oferecem. Para a menina, contra animais perigosos; para o garoto, contra fantasmas e o povo mexicano que pode sequestrá-lo. Detalhe: sua mãe é mexicana e o país está a apenas três quilômetros de sua casa.

A influência familiar é uma constante. A italiana Alessia ajuda seu avô na fazenda e gosta de brincar com os animais. Assim, seus brinquedos prediletos são ferramentas como pás e enxadas. Já o garoto Enea, que vive no Colorado, gosta de imitar o tio músico. Por isso, seu divertimento são os pequenos instrumentos musicais com os quais tenta tocar as músicas-tema de “Batman” e “Homem-Aranha”.

Como não poderia deixar de ser, brinquedos também espelham sonhos e a visão de futuro de muitos jovens. Noel, do Texas, está convicto de que será um piloto. Tem aviões de todos os tamanhos e joga em simuladores de voos. O ucraniano Pavel quer ser policial e vive cercado por armas de brinquedo. E Naya, da Nicarágua, reúne seus singelos utensílios de cozinha para, com lama e grama do jardim, criar bolos para sua irmã mais velha. Ela diz que gerenciará um restaurante no futuro com a certeza de que os turistas irão adorar!

Outro aspecto interessante observado por Gabriele, que procurava sempre interagir brincando com as crianças e seus brinquedos antes de retratá-las, é que os jovens com melhores condições financeiras eram, em sua maioria, mais possessivos do que os mais pobres, que dispunham de apenas um ou dois brinquedos e, mesmo assim, sentiam-se confortáveis em compartilhar.

Uma das conclusões mais marcantes do estudo é de que os brinquedos revelam as expectativas, anseios e ambições dos pais, como se pudessem projetar em seus filhos suas carências pessoais.

Os tempos atuais são fortemente caracterizados pela presença da televisão e dos equipamentos eletrônicos. Desde a mais tenra idade, as crianças são impactadas por desenhos e agora, cada vez mais precocemente, por tablets e games.

É verdade que os desenhos estão mais educativos. Dia destes pude rever um episódio emblemático do marinheiro Popeye. Nele, Olívia Palito é diretora de uma empresa e decide demitir sumariamente o próprio Popeye por não atender a uma meta por ela estabelecida, fazendo-o de forma tão humilhante que hoje seria fatalmente definida como assédio moral. Pior, ela decide contratar Brutus, que instantes depois, simplesmente a está agredindo fisicamente!

O problema não são os desenhos, mas sim os intervalos comerciais. As campanhas de marketing, em especial nos canais ou horários com programação infantil, são impressionantes, gerando um desejo de consumo desenfreado.

Cabe aos pais, dentro deste contexto, auxiliar seus filhos na escolha de seus brinquedos, de modo a lhes proporcionar desenvolvimento pessoal, cognitivo, motor e social. E, acima de tudo, a grande alegria de brincar.

PS1: Veja no site as fotos das crianças mencionadas neste texto.

Acesse: As Crianças e seus brinquedos

PS2: Toda minha gratidão ao amigo Eduardo Luiz Veras, que me apresentou o projeto Toy Stories, de Gabriele Galimberti. Acesse todas as fotos do ensaio em:

Fotos: Gabriele Galimberti




Texto revisado
Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 35


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Tom Coelho   
Tom Coelho é educador, palestrante em gestão de pessoas e negócios, escritor com artigos publicados em 17 países e autor de oito livros. E-mail: [email protected] Visite: www.tomcoelho.com.br e www.setevidas.com.br.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Psicologia clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa