Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Atração masculina

por Flávio Bastos
Atração masculina

Publicado dia 12/9/2009 em Psicologia

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


"O que as mulheres fariam sem os homens? Domesticariam outro animal". (autoria desconhecida)

Há décadas, a ciência investiga as origens dos mecanismos da sedução masculina e, atualmente, a mesma pergunta permanece a instigar os pesquisadores: "O que está por trás do perfil de homem ideal, eleito por determinada mulher?"
Sigmund Freud, considerado o pai da psicanálise, deu a sua contribuição ao afirmar que o parceiro é escolhido conforme traços físicos, fisionômicos - e de caráter - da figura referencial masculina mais importante da infância da mulher. O que quer dizer: seu pai biológico ou substituto.

Pesquisas recentes informam que o segredo da atração masculina está na largura do rosto. Conforme paleontólogos do Museu de História natural, em Londres, as dimensões da região entre a boca e a sobrancelha são cruciais para determinar o grau de atração do homem para o sexo oposto.

Os cientistas examinaram medidas dos crânios de 68 homens e 53 mulheres da Universidade de Witwaterstrand, na África do Sul, e concluíram que os homens com mandíbulas e sobrancelhas largas e maçãs do rosto acentuadas apresentam aparências mais masculinas, que seriam mais atraentes para as mulheres.

Um estudo da Universidade da Califórnia revelou que para as mulheres nada se compara ao cheiro de um homem. O estudo prova que o odor liberado pelos homens influencia o humor, a excitação sexual e cerebral do sexo feminino: "De acordo com esta investigação, mulheres cujo olfato foi submetido a uma substância presente no suor masculino apresentaram elevados níveis hormonais ligados à sexualidade, intensificaram a libido e exibiram um rítmo cardíaco acelerado. Ao sentir o cheiro dos pré-harmona, as mulheres estudadas demoraram até cerca de 15 minutos para manifestar os sintomas, que permaneceram ativos durante mais de uma hora".

A realidade, segundo a pesquisa, é que o suor masculino funciona como um afrodisíaco para atrair o sexo oposto. O "androtesnodiona", o feromônio que é encontrado no suor dos homens e, como aditivo, em numerosos perfumes e loções, bastam para incrementar os níveis de cortisol, um hormônio relacionado com o estresse e também com o estímulo sexual das mulheres. A pesquisa indica que os humanos, assim como os ratos, as borboletas e as mariposas, por exemplo, segregam um cheiro que afeta o sexo oposto.

Outra pesquisa,  também recente, revela que as mulheres, inconscientemente, selecionam seus parceiros conforme avaliação do estado geral de saúde dos mesmos, ou seja, homens saudáveis, fortes, têm a tendência de gerar filhos com as mesmas características biológicas do pai. E a partir desta "seleção natural" ocorrem as escolhas...

COMENTÁRIO

No entanto, o que em parte a ciência ainda negligencia, é a atração de origem espiritual que existe entre os seres humanos. E essa energia passa pela longa história de sucessivas vidas do espírito encarnado em um corpo físico.

Nesse sentido, muitas foram as paixões do espírito que veio, vida após vida no corpo de uma mulher. Experiências passionais com o sexo oposto que deixaram-lhe marcas, registros em sua memória extracerebral, como tipo físico e traços fisonômicos preferenciais, além de traços de caráter, odores dos parceiros e energias trocadas nas relações sexuais, contribui, e muito, na forma da mulher atual, inconscientemente, fazer a sua escolha do tipo masculino que mais lhe agrada.

Por exemplo: se em uma vida passada, uma mulher teve uma relação passional intensa com um homem que tinha um determinado perfil, essas informações ficam registradas em seu inconsciente e farão parte de um conjunto de dados que será essencial no momento da escolha do parceiro ideal na vida presente.

Essa constatação é o resultado de uma experiência pessoal baseada na coerência científica e fundamentada em dezenas - talvez centenas - de regressões com mulheres que apresentaram problemas de relacionamento com o sexo oposto, pelo simples fato de terem reprimido as manifestações da libido no momento da escolha do parceiro. Ocorrendo, dessa forma, um bloqueio em relação ao que o inconsciente informava sobre as suas preferências masculinas...

Portanto, a coerência científica encontra-se na relação da escolha feminina estar baseada numa série de fatores inconscientes - e conscientes -, que começa nos registros de vidas passadas e termina nos registros da vida atual que, como vimos, passa pela psicanálise de Freud, pela Biologia, Química e pela Paleontologia. Esse conjunto de informações que perde-se na bruma do tempo, é o responsável pela busca daquilo que é inerente à natureza feminina: a satisfação pelo exercício do amor manifestado em suas diversas formas.

Contudo, a atração entre os seres humanos transcende a energia de manifestação físico-sexual que são indispensáveis complementos para uma vida a dois. É quando atingimos o climax através do desenvolvimento da atração espiritual. E nesse sentido, o de transcendermos além do gozo proporcionado pelas relações de nível físico, o Brahma Kumaris, através de sua visão budista passa-nos uma interessante receita de vida: "Quando você tem mente e coração limpos e consegue liderar pelo exemplo, esse poder se manifesta através das vibrações positivas que você emana. A partir daí, as pessoas que estão ao redor se inspiram e seguem na direção positiva que você escolheu. Como resultado, cresce a rede daqueles que olham para dentro a fim de mudar. Se você tem amor pela honestidade, será esta qualidade que as pessoas apreciarão. Elas irão até você por isso. Se no mundo físico são os opostos que se atraem, na dimensão espiritual são os semelhantes que se juntam".

Cresçamos em busca da completude fundamentada na energia do amor que flui intensamente entre seres que se amam. Basta, para isso, não reprimirmos o que é inerente em nós e que pede passagem para expressar-se em forma de energia equilibrada. Inclusive, a energia de atração espiritual que independe do sexo.

Psicoterapeuta interdimensional.
flaviobastos



Texto revisado por: Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 237

Sobre o Autor: Flávio Bastos   
Flavio Bastos é criador intuitivo da Psicoterapia Interdimensional (PI) e psicanalista clínico. Outros cursos: Terapia Regressiva Evolutiva, Psicoterapia Reencarnacionista, Terapia Floral, Psicoterapia Holística, Parapsicologia, Capacitação em Dependência Química, Hipnose e Auto-hipnose e Dimensão Espiritual na Psicologia e Psicoterapia.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.





horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa