auravide auravide

Como lidar com os sintomas de uma vida caótica


Facebook   E-mail   Whatsapp

Nenhuma pessoa em plena consciência deixaria sua vida nas mãos de alguém.
Mas embora isto não seja algo consciente, a imensa maioria faz exatamente isto.

Um sentimento ferido pode durar uma vida toda, sem que a pessoa se dê conta disto e consequentemente ela pode se tornar amarga, cética, fria e distante por isto. Não preciso nem dizer o quanto isto gera um impacto negativo nas relações subsequentes.

E a pessoa acaba acreditando que existe alguma coisa errada com ela.

Isto não é uma verdade, mas é preciso fazer o caminho de entrada pois a solução se encontra dentro do ser. Não existe atalho e o famoso jeitinho para limpar feridas antigas e dolorosas da psique humana.

Costumo parabenizar os meus clientes quando iniciam sessões de terapia comigo, pois este movimento requer coragem.

E não se trata de qualquer coragem, refiro-me à coragem de ser ver, de olhar para a criança maltratada, a adolescência e as questões pendentes e não resolvidas do passado.

E olhar a relação com os pais é essencial, por mais que a pessoa afirme: “Adriana, tenho uma relação ótima com os meus pais”. Se a realidade dela é caótica, a relação com os pais pode não ser tão bem resolvida assim.

Basta se perguntar:

· Eu me sinto amada como eu sou por meus pais?

· Recebi atenção e cuidados na infância por eles?

· Me sentia segura e aceita?

· Tive consideração e estima de ambos?

· Quem me levava para escola?

· Quem me ajudou ler e escrever?

· Quando estava triste, quem estava ao meu lado me amparando?

Por estas perguntas, a pessoa consegue ter uma noção de como foi a sua infância emocionalmente. Entenda que não quero culpar os pais, mas trazer para o ser, a consciência de sua realidade como ela foi. Sem ficar tentando fingir que nada aconteceu.

Entendo as leis sistêmicas, afinal, também sou consteladora. No entanto, para ser grata e amar os pais verdadeiramente, primeiro é preciso reconhecer a dor e o choro muitas vezes reprimido em tenra idade. Só assim a pessoa conseguirá de fato tomar o amor dos pais.

Sem isto, fazer uma constelação familiar se torna um teatro, sem o devido efeito na vida da pessoa.

Quantas vezes a pessoa repete um mesmo problema, justamente porque está fugindo do enfretamento real, aquele que fará toda diferença em termos de qualidade de vida e resultados.

Entendo perfeitamente, pois em alguns casos, ela pode não estar pronta para a cura de suas feridas emocionais mais profundas.

Por isto disse que neste processo não tem atalho e nem jeitinho, pois depois que tudo isto é visto, limpo, elaborado e integrado a pessoa se transforma de dentro para fora. Mas isto demanda tempo e vontade.

Quando o ser chega no ponto final da dor, ela diz: “Chega! Não aguento mais, eu farei o que for preciso para solucionar esta questão e este desconforto interno”.

Neste momento ela está pronta!

Sem chegar neste ponto, ela ainda quer algo instantâneo e isto não é real, em se tratando da psique humana.

O ego deseja tudo para ontem, isto faz parte da função dele. Quer na hora e do jeito dele. Por isto tantas pessoas conseguem vender fórmulas mágicas, porque o ego deseja ardentemente que isto seja real.

As receitas prontas e rápidas podem até funcionar para algumas coisas, mas se você já tentou e não funcionou, quer dizer que para você, não funcionou, portanto, é preciso sair da areia da praia e aprofundar em seu oceano interno.

As águas profundas não são muito frequentadas, porque ninguém sabe ao certo o que sairá de lá. Talvez um monstro marinho, daqueles de filme de ficção. Ou um alienígena que veio de outro planeta. Mas no fundo mesmo, são as questões ancestrais dolorosas, os complexos transgeracionais e os traumas.

Uma pessoa pode estar com problemas sérios financeiros, ou afetivos e não se dá conta que pode ter um complexo de pobreza, ou até mesmo um complexo de inferioridade atuando fortemente em sua vida. Este complexo pode ser um complexo familiar, ou seja, foi transmitido de geração para geração.

Saber disto é importante? Com toda certeza.

Mas só saber não basta, é preciso ir até a raiz do problema para desatar de verdade este nó.

E sem terapia fazer isto fica muito complicado. Pois existem vários livros que a pessoa pode iniciar suas pesquisas, para fazer o autotratamento. Mas isto vai demandar muito tempo, no meu caso foram mais de 15 anos.

Outra questão é que ela pode até tentar fazer sozinha, mas nas águas abissais não existe segurança, como mencionei acima, ninguém sabe ao certo o que sairá de lá. Mas quando existe a presença de um terapeuta qualificado, o caminho de entrada fica mais seguro, pois a pessoa entra e sai com a ajuda do profissional.

Como o mundo interno não é visto a olho nu ele tende a ser subestimado, mas os efeitos são evidentes através da realidade da pessoa.

· Vida afetiva desestruturada

· Vida financeira caótica

· Saúde debilitada

· Caos na vida profissional

· Problemas familiares

· Dificuldades nos relacionamentos interpessoais

E outros efeitos, que você pode estar sentido agora aí em sua vida.

Então, navegar nas águas profundas pode até não ser confortável, mas acredite é o que realmente funciona.

Se você chegou no ponto de virada e não aguenta mais a realidade como ela se apresenta, vou deixar alguns possíveis passos para você abaixo, caso tenha sintonizado com o meu trabalho.

Mas antes gravei uma meditação de limpeza e centramento no meu canal do youtube, para ouvir CLIQUE AQUI aproveite e se inscreva no canal vou adorar te ver por lá também. 
 
Gravei áudios com exercícios terapêuticos. Para trabalhar seu relacionamento com sua mãe CLIQUE AQUI, para trabalhar o seu relacionamento com o seu pai CLIQUE AQUI
 
Caso queira agendar uma constelação familiar CLIQUE AQUI
 
 Agora se deseja iniciar sessões de terapia, CLIQUE AQUI para agendar uma sessão comigo. 
 
Cuide-se com amor!

Abraços.

Instagram CLIQUE AQUI
 
Adriana Mantana

Texto Revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 318


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Conteúdo desenvolvido por: Adriana Mantana   
Terapeuta Junguiana, Consteladora, Renascedora, Terapeuta de Integração Quântica do Ser®, Facilitadora do Jogo Maha Lilah, Terapeuta ThetaHealer®, Terapeuta de Barras de AccessT, Floral de Bach, Radiestesista, Operadora de Mesa Quântica Radiônica, Cromoterapia, PNL, Mestre em Reiki Usui, Cristaloterapeuta, Giver Deeksha, Ativista Quântica.
E-mail: adrianagcl@gmail.com | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Psicologia clicando aqui.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa