auravide auravide

COMO VAI VOCÊ?


Facebook   E-mail   Whatsapp

Ser feliz é um estado de espírito, geralmente, conquistado através de uma grande força de vontade e, principalmente, da nossa disponilidade interna para encararmos as mudanças pessoais, importantes para nosso processo evolutivo.

Não é cena incomum encontrarmos alguém que nos pergunta:
- Como vai você?

As respostas podem ser as mais variadas, porém, as mais comuns são: – “está tudo ótimo” ou, "não estou muito bem” e, neste caso, a pessoa em questão poderá dar início a uma série de queixas e lamúrias com relação a seus problemas pessoais.

No caso da pessoa que responde: “está tudo ótimo comigo”, nem sempre sua resposta poderá estar de fato correspondendo à sua realidade interna de infelicidade.
Quantas pessoas que aparentam uma extrema felicidade e não são felizes?
Não raro, encontramos pessoas com sorrisos forçados, risadas inusitadas, que não são felizes, vivendo suas vidas através de uma aparência nem sempre condizente com sua realidade interna.

Convivemos hoje com situações muito mais estressantes do que há alguns anos. A famosa doença do século - as depressões e síndromes do pânico tão em voga nos dias atuais; o esgotamento nervoso ocasionado por uma vida estressante e corrida; as reações emocionais exageradas de pessoas que, sem qualquer motivo aparente, "explodem", dando vazão a uma violência exarcebada, geralmente, oriunda de processos infelizes.

Acredito que quando deixamos aberta a porta da nossa mente, todos os tipos de pensamentos surgem, ocasionando o que poderíamos chamar de um estado total de inconsciência.

No livro "O Despertar de uma Nova Consciência” de Eckhart Tolle, ele comenta o seguinte:

“Quase todas as pessoas ainda estão identificadas com o fluxo incessante da mente, do pensamento compulsivo, em sua maior parte repetitivo e sem importância. Não existe nenhum “eu” fora dos nossos processos de pensamentos e das emoções que os acompanham.
“E é esse o significado de ser espiritualmente inconsciente”.


No momento em que conseguimos romper com a identificação dos nossos pensamentos, somos capazes de sentir a mudança interior em nosso estado de espirito, deixando de ser o conteúdo de nossas mentes, para nos tornarmos a consciência lá no fundo. Estes são os momentos inusitados, onde podemos experenciar um estado alterado de consciência, no qual predominam sentimentos profundos como: uma alegria indefinivel, paz interior, serenidade, oriunda de uma conexão maior com nossa essência interior.

Imaginemos nossa mente como um grande jardim que diariamente necessita ser cultivado, regado, podado. Se deixarmos nossa mente à deriva, as “ervas daninhas”, que são os nossos pensamentos negativos acabam tomando conta do nosso jardim mental.
Por isso, a consciência de que aquilo que estamos conquistando deva ser preservado, ou seja, se meu jardim está florido, bonito e limpo, porque vou deixar que ervas daninhas, venham lhe tirar sua beleza?

Estar consciente daquilo que cultivamos no dia-a-dia nos obriga ao exercício mental; treinando nossa mente para que o positivo prevaleça, fazendo com que ao respondermos a alguém: "estou ótimo", de fato e de direito estejamos!

É fácil? Claro que não!
É um treinamento diário que exige de nós uma alta performance, em termos de persistência, força de vontade; nos oferecendo várias possibilidades para exercê-la com eficácia: ou podamos nosso jardim cortando as ervas daninhas que surgirem no meio do caminho, ou ainda, nos utilizamos do método da “substituição”, acrescentando mais flores que, com certeza, irão deixar nosso jardim mais florido e bonito.

A felicidade é algo inerente a todos nós e, podemos estar escolhendo através do nosso livre arbítrio, os pensamentos que nos trazem felicidade ou infelicidade. A emoção em si não é a infelicidade. Apenas a emoção associada a uma história triste é infelicidade.
Portanto, lembremos que na essência da nova consciência está a transcendência do pensamento, a recém-descoberta capacidade de nos elevarmos ao pensamento, de compreendermos uma dimensão dentro de nós que é infinitamente muito maior do que ele.

Texto revisado
Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 15


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Tania Paupitz   
Tânia Paupitz é Artista Plástica e Professora de Artes, há 30 anos, sendo sua marca registrada as cores fortes e vibrantes, influência dos estudos de vários artistas Impressionistas como Pissarro e Van Gogh. Cursos de Pintura para Pintura em Óleo ou acrílica sobre tela -iniciantes ou não. www.taniapaupitz.com.br wathsapp - 48 999723446
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Psicologia clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa