auravide auravide

Confiança!


Facebook   E-mail   Whatsapp

"Desespero" poderia ser o outro nome desse artigo. Quase todos nós já passamos e muitos podem estar passando por situações que parecem não ter solução, desde situações amorosas até situações financeiras, passando também por problemas de saúde e outros mais.
Conforme a situação vai se mostrando complicada, a pessoa tenta resolvê-la, muitas vezes apelando para fórmulas "mágicas", iniciando-se um processo de enfraquecimento das forças interiores. A pessoa se sente cada vez mais enfraquecida e, então, torna-se vulnerável a todos e quaisquer tormentos. A cada dia que passa pior fica o quadro desenhado. Tudo é negro, sem luz.
Algumas pessoas, na tentativa de ajudar, ficam dizendo que tudo vai passar, mas dão referenciais "ocos" como indicação do caminho de saída, que se acreditado no início, logo se mostraria não válido, o que tem como efeito a prostração ainda maior de quem vive a situação.
A insegurança inicial começa a dar lugar ao medo descontrolado, onde qualquer coisa sobressalta e assusta, fazendo com que o indivíduo fique mais acuado do que uma fera ferida. Da depressão à perda de controle total e agressividade generalizada, parece que não vai haver jeito de convencê-lo de que novos tempos virão.

O enfraquecimento se generaliza, torna-se físico, a pessoa fica com o sistema imunológico em baixa e qualquer coisa a derruba, adoentada. A dificuldade para pensar é enorme, tudo tem um tamanho desproporcional e difícil de suportar. A busca de solução torna-se uma seqüência de ações sem direção, que além de tudo machucam, ferem e deixam marcas.
Quando parece que não há mais forças, e às vezes elas se esgotaram mesmo, vem então o entregar-se, o parar de lutar agitadamente e aí ocorre o mais surpreendente: após breve período de apatia e desencanto, começa a surgir uma pequenina luz.
Na verdade, a pessoa, inevitavelmente, passa a aceitar sua situação e como já dissemos, aceitar não significa concordar e, então, começa a vislumbrar possibilidades e pontos de partida que não conseguia ver enquanto relutava com o acontecido.
Mas o caminho mal começou. Muitas "recaídas" ainda se sucederão, pois a busca das soluções "mágicas" ou a espera por ajuda daqueles que nos cercam ainda existe. Contribuem para isso comentários críticos daqueles que, percebendo uma pequena reação, acham que devem mostrar o quanto tinham razão e não foram ouvidos. É como pisar na cabeça de quem está emergindo para respirar e afundá-la novamente dentro dágua. Outra vez falta o oxigênio. Esse processo vai se repetindo até a hora em que a pessoa pára definitivamente de contar com os outros, em sua expectativa mágica.

De tão exausta, a pessoa pára de se debater e, desta forma, pode olhar para o que está vivendo, começa uma ação, no início sem esperança de solução, mas no sentido de "tenho que sobreviver" e quando menos se espera, suas dificuldades começam a se desfazer. Já repararam que situações aparentemente impossíveis de solução, deixam em nós a impressão de que não sabemos bem como foram resolvidas? Que as dificuldades, embora aparentemente intransponíveis, foram removidas uma a uma e dentro da capacidade de cada um para tal?
Por pior que seja o que se está enfrentando, procurar manter o domínio de si mesmo é o primeiro passo para não permitir que o desespero nos domine. Aceitar que tal situação possa estar ocorrendo com você é fundamental para poder encará-la de frente e, então, agir. Muitas vezes, a situação exige uma espera. Se não se percebe isso, o tempo em que ela deveria estar "quieta", esperando o momento para ser resolvida é preenchido pelo desespero, sofrimento e ações sem propósito.

É por isso que o nome deste artigo é "Confiança". Poderia ser também "Fé". Por pior que seja o que estejamos vivendo, se estivermos centrados em nós mesmos, conseguiremos ultrapassar essa fase com menores desgaste e dor.
Quando tudo passou, "parece mentira". (E foi, pois não fazia sentido todo aquele sofrimento).

Texto revisado
Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 10


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Paulo Salvio Antolini   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Psicologia clicando aqui.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa