Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide
Home > Psicologia
É possível curar nossa relação com pais tóxicos e abusivos?

É possível curar nossa relação com pais tóxicos e abusivos?

por Roberto Debski
Facebook   E-mail   Whatsapp


Como sabemos, só há uma maneira de sermos e termos relações saudáveis, que é, segundo o cocriador das constelações familiares, Bert Hellinger nos ensinou, seguir as leis sistêmicas da Vida, que denominou Ordens do Amor.

Quando vivemos de acordo com nossas próprias regras da vida, agindo de acordo com nossas próprias leis, e o que entendemos por certo e errado, inevitavelmente geraremos problemas.
Aquilo que causa a doença e a cura, é o mesmo, o AMOR.
Tudo sempre é feito, baseado e justificado por amor.
Há o amor que adoece e o amor que cura.
O amor que adoece é apegado, exigente, "excessivo", infantil, abusa, gera emaranhamentos.
O amor que cura está em ORDEM, segue as Ordens do Amor, PERTENCIMENTO, HIERARQUIA E EQUILÍBRIO DE TROCA.

Nossas famílias não são totalmente saudáveis, elas seguem adiante enquanto houver algum grau de amor em ordem.
Se a família adoecer gravemente, em algum momento pode morrer, deixar de gerar descendentes.
Pais razoavelmente saudáveis cumprem suas funções materna e paterna, ensinam a amar o igual (mãe) autopreservação, amor próprio, segurança, autoestima, reconhecer, validar e amar o diferente (pai), levam seus filhos para a vida, dão modelo de como lidar com dinheiro e profissão, com o tempo se tornam desnecessários e os filhos vão em frente constituir suas próprias famílias razoavelmente saudáveis sem apegos ou culpas em relação à sua família de origem.

Não precisarão retornar após algum tempo para a família de origem por culpa, para "cuidar dos pais" que não aprenderam a envelhecer saudavelmente e se cuidarem sozinhos, retornar à casa dos pais separados e com filhos para seus pais cuidarem, com dificuldades em se sustentar ou manter relações afetivas saudáveis etc..
Pais tóxicos, mãe narcísicas, pais infantilizados com amor doentio são emaranhados a questões com seus próprios pais e excluídos nos sistemas familiares.
Nesse padrão de relacionamento, manterão filhos dependentes, os quais serão projetos desses pais, e geralmente não conseguirão ser pessoas autônomas.
Essa relação familiar será em geral doentia, abusiva, agressiva aprisionando todos numa teia de sofrimento, cobranças, julgamentos e culpas.

Algum dia nascerá uma ovelha negra que escolherá trilhar a má consciência, e, sem julgamentos fará diferente de sua família.
Mostrará como pode ser viver um padrão relacional diverso daquele gerado pelas crenças e valores familiares e a partir daí a família poderá ser algo mais saudável.
Uma mãe tóxica, narcísica usa o filho (geralmente filha) porque ela própria sofreu na relação com sua própria mãe.
Inconscientemente ou não, despeja nessa filha suas frustrações e mágoas, enquanto protege outro filho, num modelo conhecido das relações com mães narcísicas.
Essa filha muitas vezes necessitará se afastar da relação, a fim de se proteger física e emocionalmente, e curar em si a maternagem doentia.

Sabemos que quando não curamos nossas feridas, há uma grande possibilidade de as levarmos adiante para nossos próprios filhos.
Precisamos nos tornar adultos e aprender a tomar conta de nossa criança interior ferida, carente e abandônica.
Somente nosso lado adulto saudável pode assumir essa imprescindível função.
Nos tornarmos, enquanto adultos, o pai e a mãe de nossa criança interior e damos a ela, enfim, tudo o que necessita para ser saudável, carinho, proteção, segurança e amor saudável.

As constelações, a psicoterapia, a ampliação da consciência, enquanto busca contínua, são ferramentas poderosas para mudar os padrões familiares e ajudar esse sistema a resgatar o amor em ordem para essa e as próximas gerações.

Roberto Debski
Médico e psicólogo
Facilitador em constelações sistêmicas


Texto Revisado

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo




Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 6
Atualizado em 29/03/2019

Veja também
artigo A resiliência pode ajudá-lo a superar a crise
artigo Só o agora importa
artigo Você sabe quem é quem na trama familiar da mãe abusiva?
artigo Coração Ardente

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa