auravide auravide

O poder curativo do feminino


Facebook   E-mail   Whatsapp

O princípio feminino está presente em todo ser humano. Ele não está relacionado somente ao corpo biológico feminino.
Este princípio é curador, afetivo, confiante, tranquilo e generoso.

Sabe exatamente o que faz sentido para a essência, e segue na direção apontada, pelo sentir.

É curativo, pois tranquiliza, ama e se perdoa.

Este feminino está ferido, na sociedade, atualmente. Tanto em homens, quanto em mulheres.

E a prova disto é que existe um ceticismo muito grande, uma insegurança constante, medo, ansiedade e foco no fazer, pensar, agir e ter.

Não quero dizer que pensar, fazer, sentir e ter, não são relevantes. É claro que são! O problema está no desequilíbrio, no excesso.

Nunca se tomou tanto remédio ansiolítico na humanidade e a tendência infelizmente, não é reduzir, mas sim aumentar.

Justamente pela falta de habilidade, de não lidar com as próprias emoções e os seus conteúdos internos.

Então, utiliza-se, uma medicação para anestesiar os sentidos, para que a dor “desapareça”.

Tomar um remédio prescrito por um médico, e fazendo acompanhamento terapêutico, faz parte de um processo, quando uma pessoa chegou em um estado que não consegue mais conviver com os seus pensamentos e emoções. Daí esta dupla; remédio e a terapia, são importantes.

Mas antes de chegar em uma situação emocional mais grave, é possível reverter este quadro, se a pessoa se dispõe a olhar para este princípio feminino, que geralmente, está associado a mãe e ao arquétipo da grande mãe.

Quando uma pessoa consegue ver o que bloqueou o seu sentir, elaborar e integrar, ela se torna uma pessoa verdadeiramente livre.

E não se engane os maiores bloqueios e dores emocionais estão ligados a este feminino. Que desemboca na relação com a mãe.

Se esta relação não está resolvida a pessoa tem uma tendência a fuga. Pode fugir de diferentes formas, compras em excesso, comida em excesso, relacionamentos tóxicos, sexo em excesso etc.

Tentar resolver só o sintoma, não trás a solução. Pois a solução, não está no raso, mas sim no profundo. Na relação com a mãe.

Não raro atendo pessoas, em meu consultório, que alegam ter uma ótima relação com a mãe. Mas basta um exercício breve de integração emocional que costumo fazer, que a situação se mostra com ela é.

Em prantos a pessoa consegue reconhecer, que ela estava se iludindo quanto ao seu relacionamento com a sua mãe.

Acredite, se uma pessoa realmente não tem nenhuma pendência emocional, com a mãe. A vida dela flui em todos os sentidos, ela literalmente tem uma vida mais leve e satisfatória.

E pessoas assim, não sentem necessidade de buscar terapia, constelação ou qualquer outro tipo de abordagem, pois estão muito bem e felizes.

Como disse acima fugir não resolve.

Antes de atirar para todos os lados, buscando uma solução para o problema, eu sugiro que a pessoa olhe para a relação com a mãe. Um olhar genuíno, em busca da verdade com ela aconteceu.

Quando a pessoa consegue olhar para isto, e trabalhar esta relação, ela compreende na prática o poder curativo do feminino.

Isto é tão palpável, quanto pegar em uma caneta. Simbolicamente falando.

Ao curar a relação com a mãe, a pessoa cura o seu princípio feminino e sendo assim, consegue ter uma vida emocional completamente diferente. E os resultados acompanham esta mudança de forma sustentável e segura.

Se este artigo fez sentido para você, vou deixar alguns possíveis caminhos para você abaixo, para trilhar rumo à solução.

Mas antes disso, gravei um vídeo no meu canal do Youtube: A sua Mãe é a Chave, para assistir CLIQUE AQUI aproveite e se inscreva no canal vou adorar te ver por lá também.

Fiz um Workshop Teórico Vivencial: Minha Mãe, eu e o meu ego, que trabalhei com algumas ferramentas que uso em consultório, para adquirir o acesso vitalício CLIQUE AQUI
 
Caso queira agendar uma sessão de terapia CLIQUE AQUI para saber quais abordagens, valores e formas de pagamento para iniciar um tratamento terapêutico comigo.

Grande abraço.

Cuide-se com amor.

Instagram CLIQUE AQUI
 
Adriana Mantana
 

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 282


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Conteúdo desenvolvido por: Adriana Mantana   
Terapeuta Junguiana, Consteladora, Renascedora, Terapeuta de Integração Quântica do Ser®, Especialista no Arquétipo da Grande Mãe, Facilitadora do Jogo Maha Lilah, Terapeuta ThetaHealer®, Terapeuta de Barras de Access, Floral de Bach, Radiestesista, Cromoterapeuta, Mestre em Reiki Usui, Cristaloterapeuta, Giver Deeksha, Ativista Quântica.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Psicologia clicando aqui.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa