Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide
Home > Psicologia
Por que é tão difícil mudar?

Por que é tão difícil mudar?

por Aline Lisboa Farias
Facebook   E-mail   Whatsapp


Nós últimos meses tenho sido tomada pelo incessante pensamento. “Por que é tão difícil mudar?”. Os psicólogos lidam diariamente com essa problemática e muitas vezes se sentem frustrados. Em rodas de conversa de amigos psicólogos é muito natural surgir o comentário “Será que estou errando em alguma coisa?”. Sei que a resposta a ser dada depende também da abordagem teórica seguida. Mas, nesse post quero dizer o que eu conclui a respeito da dificuldade de mudar, mas em uma linguagem que alcança a todos os psicólogos. Acho que discutir essa temática ajuda a todos. Então, vamos lá.

1- “Eu nasci assim, eu cresci assim, eu sou mesmo assim”.

Apesar dos pacientes nos procurarem em busca de mudanças para si, muitos deles meio a muitas palavras, sempre soltam algo do tipo. “Eu já nasci assim”. “Essa é minha personalidade”. “Eu sou assim”. Esse tipo de crença é absolutamente limitante, pois impede qualquer tipo de mudança. Impedem inclusive tentativas de mudança.

2- Sair da zona do conforto

Mudar gera angústia e desconforto. Poucas pessoas estão dispostas a entrar na zona do desconforto. Poucas pessoas na verdade estão dispostas a pagar o preço pela transformação.

3- Mudar para que?

Pode parecer bobo, mas muitos não conseguem explicar porque almejam determinada mudança. É como se reproduzissem uma fala alheia. E o que deveria ser “eu quero mudar” acaba sendo “eu tenho que mudar”.

4- Ganhos secundários

Diversas vezes mantêm-se padrões de comportamentos que geram sofrimento como por exemplo ansiedade, mas mesmo assim o indivíduo continua na sua sofrida repetição. E não é anormal descobrir que a pesar do sofrimento, também há outros ganhos que no qual o sujeito não se dá conta. Por exemplo, um jovem adulto com dificuldade de adquirir sua autonomia descobre que mantem-se dependente porque assim fica mais próximo emocionalmente de sua mãe.

5 – “Parar para pensar, nem pensar”

Inúmeras pessoas vivem a vida no completo automatismo. É como a famosa frase da Lya Luft “Parar para pensar, nem pensar”. Como é possível mudar sem uma mínima reflexão a cerca de seu modo de estar na vida. Será possível?

6 – Vitimização

Diante da insatisfação e da vontade de mudar, muitas pessoas gastam muito mais tempo e energia lamentando e se vitimando do que pensando na sua mudança. A verdade é que enquanto alguém fica na postura vitimada, a mudança dificilmente será possível.

7 – Medo do novo

Essa é bem clichê, eu sei. Mas não deixa de ser uma realidade. Diante do novo, do inesperado, começam-se as criações para preencher as lacunas. O problema é que tem pessoas que iniciam um processo de imaginação muito negativo, ou seja, pensam em tudo que pode dar errado. Fatalmente, esses pensamentos lhe leva a desistir rapidamente.

Se você está em busca de mudança e precisa de um Psicólogo em Osasco, contate-nos.


Texto Revisado


Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo




Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1
Atualizado em 12/04/2019

Veja também
artigo A resiliência pode ajudá-lo a superar a crise
artigo Só o agora importa
artigo Você sabe quem é quem na trama familiar da mãe abusiva?
artigo Coração Ardente

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa