auravide auravide

Quem ama, dá bandeira!!!


Facebook   E-mail   Whatsapp

O amor entre um casal é um tema que toca os nosos corações. Não existe um relacionamento perfeito, o que existe é um dia de cada vez.
E nesse um dia de cada vez existe a construção do amor. Sim, podemos e devemos construir o amor, devemos lapidar as duas pessoas que criam este amor.
Como diria Bert Hellinger: “Existe algo maior, existe algo mais bonito, existe algo mais dificil?”
Olhe para você, olhe para suas atitudes, olhe para os seus desejos e veja que na sua individualidade cabe a cumplicidade, um projeto em comum para os dois. E dentro desta cumplicidade, de um projeto em comum saiba que o outro também tem seus desejos, suas vontades e que ele também vai entrar com a individualidade dele no projeto em comum da cumplicidade do casal.

A cumplicidade é o nosso destino final, não é a completude e o tudo lindo para sempre é a construção do dia-a-dia do amor dentro de todas as fases.
O amor não será o mesmo para sempre. Então, que fazer? Teremos que casar novamente, e novamente, e novamente com o mesmo parceiro. Isso mesmo!!! Muitos casamentos no mesmo casamento, renovando os nossos contratos amorosos para que eles não caduquem.
Refazendo o amor, reconstruindo o amor, um amor tranquilo para toda uma vida de diferentes fases, diferentes humores, diferentes atitudes, renovar, reconstruir, fazer um relacionamento novo no mesmo relacionamento de agora.
Para podermos estar na cumplicidade não podemos ter bola de cristal e sair adivinhando o que o outro quer ou o que achamos que o outro quer, sente, temos que perguntar. O famoso conversar.

Conversar não é apenas ter uma “DR” - discutir a relação é saber usufruir da palavra. A palavra solta machuca; existem formas de dizer, de conversar, o que dizer, a hora; tem hora que não tem hora... então, fale um pouco menos para que você não fira o amor do outro.

Tem uma história que eu gosto muito de contar... é a história das 1001 noites de Sherazad. A história de um sultão que decide aniquilar todas as mulheres com quem se encontrava no mundo, após satisfazer seus prazeres carnais. Sherazad encantou-se pelo sultão e resolveu ir para o sacrifício. O pai de Sherazad era o carrasco que abatia as mulheres por ordem do sultão e fez de tudo para que sua filha não se casasse com ele. Mas de nada adiantaram as preocupações do pai, Sherazad queria o sultão, mesmo sabendo do risco que corria. Tiveram, então, uma noite de prazer carnal, mas antes do amanhecer Sherazad contou-lhe uma história, que emendada em outra e em outra e em outra acabou durando 1001 noites.

O sultão percebeu que o prazer carnal que terminava rapidamente podia ser associado à eroticidade da palavra e assim decidiu ter uma única mulher com quem podia visitar 1001 lugares com a força da palavra durante muitos dias e horas no findar da força sexual de uma noite.
Como diz, Rubem Alves: “Sherazad sabia que os relacionamentos baseados nos prazeres da cama acabam decapitados pela manhã, acabam em separação. Por isso quando o sexo já estava morto na cama e amor não mais podia se dizer através dele ela o ressucitava pela magia da palavra começava uma longa conversa sem fim que deveria durar mil e uma noites…"

Conversar é dar um pouco mais naquilo que acrescenta, é fazer o amor florescer, é cuidar de quem você ama cuidando de você; então, meu caro, não tem jeito mesmo! Quando amamos damos bandeira, pois queremos o melhor para a relação, para mim , para o outro e para a soma dos dois em um.
Dê bandeira: quando existe a troca, quando você está inteira e o seu parceiro está inteiro no relacionamento, quando um está para o outro e o outro está para este um…..quando o amor entre os dois realmente existe…..
Quando o amor é só de um lado, não tem amor, dessa forma não alimente quem não te quer, quem não quer o seu amor. Procure aquele que lhe quer e faça a sua troca inteira do amor.
Boas trocas bandeirosas inteiras no amor…

Texto revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 4


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Milene DArc Lima   
Trabalho com com psicoterapia infantil, de adolescentes, adultos, casais e constelação familiar. Através de várias técnicas entre elas a hipnose, a acupuntura, constelação familar, EMDR, entre outras, trabalho de forma única com cada paciente, ou seja, é um terapia feita sob medida.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Psicologia clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa