auravide auravide

Ter alguém para poder falar!


Facebook   E-mail   Whatsapp

Como é importante se ter um relacionamento com alguém com que se possa contar nas horas de maiores dificuldades, sejam elas quais forem.
Algumas vezes se encontra essa pessoa no próprio casamento, outras vezes em amizades ou mesmo em pessoas que, mesmo não se tendo uma grande proximidade, tem-se uma grande confiança depositada nelas, pois elas correspondem a essa confiança, além de serem acolhedoras.
Encontrar esse alguém não é fácil e nem depende apenas de quem escolhe, mas também dessa correspondência à confiança citada acima. Pessoas falam abertamente sobre seus problemas sem verificarem onde e para quais pessoas estão falando. Depois começam a acontecer coisas que quem falou “descuidadamente” não consegue entender o porquê desses acontecimentos.

Não é tudo que se deve falar a todos. Há situações que são muito pessoais, íntimas e que só deverão ser compartilhadas com quem realmente sabe ouvir e que irá de alguma forma, ajudar. Nem que a ajuda seja o apenas ouvir.
Intensa angústia, forte pressão no peito e imensa vontade de chorar. O pensamento não flui com facilidade. Quer entender o que está acontecendo, mas não consegue. Pensa em círculos, não consegue refletir sobre seus próprios pensamentos e sentimentos. Passa a agir desorientadamente, alguns agem obstinada e inflexivelmente, pois têm medo de fazerem “bobagens”, outros se tornam “intratáveis”.
Quando alguém guarda algo que lhe é importante apenas para si mesmo, pois tem receio de não ser compreendido, de ser mal interpretado, de ser julgado, começa a sentir um peso interno que leva o indivíduo literalmente a ter dificuldades de movimentação física, além de outras conseqüências fisiológicas e emocionais.

Em consultório, é muito comum que pessoas saiam extremamente aliviadas só por terem podido falar de coisas que estavam guardadas a “sete chaves”. O falar e ser ouvida já é terapêutico. Todos já devemos ter tido a experiência de, ao não estar suportando mais determinada situação, buscar alguém e “desabafar”. A partir daí, tira-se um grande fardo de sobre os ombros.
O poder falar do que incomoda a alguém tem o efeito de também se ouvir enquanto fala, ou seja, ao estar relatando e explicando algo, nesse exato momento, temos a compreensão real do que estamos dizendo. É a hora em que acontece os “clicks”. As ideias se fecham, tornam-se mais compreendidas. Quantas vezes, ao estar falando algo a alguém, vocês disseram: “Poxa, falando disso, agora é que eu estou percebendo...”?

Manter um estado fechado dentro de si gera um crescimento constante do problema, pois as proporções dos fatos vão se avolumando, perdendo então sua verdadeira dimensão. As situações se tornam grandes demais e quando reveladas para alguém, imediatamente ocorre a sensação de alívio. Alguns dizem: “Eu não aguentava mais guardar isso comigo”.
Após ter conseguido expressar seus temores, suas angústias, elas se tornam então mais leves e a pessoa percebe que as situações ou os fatos não eram tão graves assim.
Muitos dependentes químicos recaem por não conseguirem expressar aos que os cercam suas ansiedades, suas pressões internas e, então, não suportando seus estados, buscam a droga, que levará à “descarga” emocional e física para novamente recomeçarem.
Algumas pessoas, por não conseguirem falar de suas aflições, seus problemas, vão vendo-os crescerem dentro de si de tal forma que não identificam mais possibilidades de saída, agindo então tresloucadamente, cometendo crimes e se suicidando.

Nos dias atuais, pouco se tem dado atenção aos relacionamentos. Quando surge a necessidade de um “ombro amigo” é que as pessoas se deparam com o não terem cultivado uma amizade sólida, transparente, sem melindres e interesses e fica então o estar só entre tantas pessoas. Duas perguntas para você: tem alguém com quem você possa realmente se abrir? E as pessoas podem contar com você se elas precisarem?



Texto revisado
Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 4


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Paulo Salvio Antolini   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Psicologia clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa