auravide auravide

Eu sou diferente


Facebook   E-mail   Whatsapp

Numa quarta-feira ensolarada e úmida, pouco tempo depois de uma daquelas tempestades de verão, recebi Rosana para uma sessão de Vidas Passadas. Mulher bonita, vestida com roupas da moda e com um corte de cabelo bem moderno, ela não quis conversar muito comigo antes de começarmos com a parte mediúnica que mostrou um soldado lutando na guerra, uma pessoa sem referências de família, namorada ou amigos.
Um homem solitário, íntegro, determinado mas muito sofrido. E mesmo estando convivendo com muita proximidade com os colegas e, corajosamente, ajudando os companheiros, sentia-se solitário, não confiava nas pessoas, nem compartilhava suas emoções. Uma cena mostrou sua dor quando os amigos comentavam sobre as namoradas, sobre saudades da família e ele somente ouvia, sem se colocar, sem se mostrar. Tudo muito fechado e restritivo.

Quando terminamos essa parte da sessão Rosana olhou para mim e disse: “Eu sou diferente das outras pessoas, por isso não me abro com elas”. Esta frase parecia solta no ar, mas estava mostrando o quanto essa moça estava sofrendo. Procurei entender como ela era diferente, e por que sofrer por ser diferente, já que estamos num mundo em que as diferenças são mais aceitas?

Ela tomando coragem, continuou seu desabafo dizendo que era homossexual, que tinha se afastado da família por conta do preconceito dos pais e dos irmãos e que depois disso nunca mais confiou seus sentimentos mais íntimos. Essa postura tinha se enraizado ainda mais quando foi traída por sua namorada. Ela estava apaixonada e a outra simplesmente saiu com outra pessoa, deixando minha cliente arrasada.

Falando tudo isso, seus olhos se encheram de lágrimas e o choro compulsivo tomou conta do ambiente. Depois disso, ela relaxou contando coisas da infância e adolescência. Conversamos abertamente sobre sexualidade e expliquei para ela que o espírito é livre e que todos nós já fomos homens ou mulheres, em vidas passadas, e que as referências do corpo físico servem a um propósito no que diz respeito ao nosso crescimento e aprendizado. Falamos muito sobre auto-aceitação, em não querer ser igual às outras pessoas. Expliquei que os Mestres incentivam a nossa expressão dentro daquilo que somos, e nos direcionam para nos aprimorar espiritualmente e desenvolver nossos dons e talentos, pois cada um tem a sua luz, seu mundo, suas habilidades. Mas, é claro, que nem sempre tudo isso é fácil, e que sabemos que o mundo ainda é cheio de preconceitos e que não é nada fácil manifestar a nossa força interior.

Rosana concordou que precisava se abrir mais para as pessoas e que essa abertura não estava vinculada apenas à questão sexual, mas ao seu ser como um todo. Ela precisava se abrir para ter amigos, para aprender coisas novas, no sentido espiritual, e sair desse espaço triste e cheio de dor. Contei para ela que aprendi com os Mestres que não nascemos prontos, que eles ensinam que estamos nessa vida para aprender coisas novas, nos desenvolver, mudar e compartilhar a luz com a qual fomos abençoados no nascimento.

Expliquei que os encontros familiares normalmente são kármicos, cheios de lições importantes como perdão, libertação e amor desapegado. Esclareci também que apesar de todos nós um dia termos enfrentado relacionamentos falidos, decepções e traições, que precisamos continuar caminhando para o amor, até desenvolver uma força interior profunda para que manifestemos um amor intenso por nós mesmos em forma de auto-aceitação. Pois quem desenvolve esse tipo de sentimento não fica refém do amor de outras pessoas e, de forma aparentemente mágica, começa atrair pessoas na mesma energia e naturalmente experimenta mais amor e felicidade.

Se você gostou dessa abordagem, não deixe de visitar o meu blog e ouvir as canalizações dos Mestres da Fraternidade Branca em especial da Mestra Rowena da Chama Rosa.

Confira os ensinamentos e meditações curativas que Maria Silvia ensina participando de um dos seus grupos.
Venha participar do seu Grupo de Meditação Dinâmica que acontece todas as quartas-feiras no seu espaço em São Paulo. Venha ouvir pessoalmente as canalizações.


Texto revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 193


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Maria Silvia Orlovas   
Maria Silvia Orlovas é uma forte sensitiva que possui um dom muito especial de ver as vidas passadas das pessoas à sua volta e receber orientações dos seus mentores.
Me acompanhe no Twitter e Visite meu blog
E-mail: msorlovas@gmail.com | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Vidas Passadas clicando aqui.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa