auravide auravide

O impasse - Caso Clínico

por Cleide Neuza Fernandes Maia

Publicado dia 23/7/2008 em Vidas Passadas

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Odete, mulher franzina, de cabelos longos, quarenta e dois anos, bonita, aparentemente um pouco desleixada. Bancária, de uma cidade vizinha. Casou-se muito jovem – aos dezoito anos - teve dois filhos homens, agora já adultos e independentes.
Quando procurou o tratamento psicológico relatou que se sentia perdida, estranha para si mesma, insatisfeita, sem rumo e infeliz.

O casamento de Odete já ia mal há muito tempo, mas como disse ela, “fui agüentando”. Na verdade, foi um casamento que trouxe uma boa dose de dissabores. Ele, um marido superprotetor, autoritário, “dono da verdade absoluta”. Ela, por sua vez, submissa, dependente, insatisfeita, porém capaz de satisfazê-lo em todos os seus caprichos. Assim, foram levando até certo tempo, criaram os filhos, atualmente um casado e outro trabalhando em outra cidade.

Desde que os filhos se tornaram pré-adolescentes, Odete, até então dona de casa, sentiu a necessidade de fazer algo diferente e investiu nos estudos; formou-se no curso de economia e começou a trabalhar. Fez pós-graduação e com isso passou a sentir-se mais segura e independente e, conseqüentemente, mais livre para rejeitar as imposições do marido. Os conflitos aumentaram; ele desconfiava de que ela estivesse fazendo “algo escondido” – sendo infiel - tornando assim a situação insustentável.

Separou-se do marido e dois anos depois conheceu o homem dos seus sonhos. Descobriu a boa realidade de uma vida a dois, porém, como se não bastassem os longos anos de sofrimento quando casada, o ex-marido passou a persegui-los, reafirmando a traição. Ela, confusa, não por amor, mas por uma sensação de que deveria obedecê-lo e abrir mão do seu grande amor, procurou ajuda.

Nesse momento, talvez você possa estar pensando e até maldizendo o impasse de Odete. Mas tudo tem uma causa que só a própria pessoa pode saber, como também, tudo tem o seu tempo e hora para acontecer. E, devemos buscar nas coisas que nos acontecem e que muitas vezes não entendemos, o sentido mascarado ou mais escondido, oculto na nossa mente.

Durante uma regressão Odete revive uma cena muito interessante: ela, uma menina brincando, correndo nos campos com um menino, mulato, bonito. Cresceram juntos; ele se tornou um rapaz forte, alto e esbelto. Ela, uma moça muito bonita e delicada. E começam a viver um lindo romance às escondidas da família, porque há muito tempo o pai já havia proibido as brincadeiras de criança. Cada vez mais apaixonados, ela acaba engravidando. O pai, ao saber do romance com um negro e subalterno, manda matá-lo. E depois, sabendo da gravidez da filha, revoltado e envergonhado apóia a decisão da madrasta que a envenena.

Descobre agora que reencontrou o seu grande amor. O ex-marido, perseguidor atual e pai naquele momento, parece ainda inconformado com a união dos dois. Ela filha, atual ex-esposa, carregava ainda a sensação de medo daquele momento.

Entendido e superado esse momento, Odete, agora independente, foi capaz de reagir e viver livre e feliz o que desejava há tanto tempo - não sabemos quanto - talvez há séculos. Só quem sente a dor sabe a intensidade do sofrimento e o impacto que ela provoca.

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 20

foto-autor
Sobre o Autor: Cleide Neuza Fernandes Maia   
Psicóloga, atua numa aboradagem psicanalítica e utiliza técnicas de hipnose e regressão.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Não se trata do que eu devo nem do que eu quero...
artigo Infeliz
artigo O sagrado
artigo Tenha uma vida afetiva abundante

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa