auravide auravide

Revivendo as dores do passado - Caso Clínico

por Cleide Neuza Fernandes Maia

Publicado dia 9/6/2008 em Vidas Passadas

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Rose era uma jovem que vivia nas proximidades de Paris há alguns séculos atrás. Vinte e dois anos, bonita, delicada e acima de tudo dotada de grande amor para com as pessoas, independentemente da origem, cor ou raça. Cuidava de todos que sofriam com seu dom de cura pelas mãos. Isso causava, nas pessoas, esperança e gratidão. Naquela comunidade era conhecida pela bondade de seus atos, pela humildade e retidão em suas atitudes e, principalmente, pela igualdade com que tratava a todos.

Ela, sem instrução, sem títulos, conseguia eliminar grandes sofrimentos do corpo e da alma daquelas pessoas que a procuravam e depositavam nela toda esperança de vida. Tamanha era sua capacidade e dedicação que passou a ser, para alguns, alvo de inveja e da falta de escrúpulos.

Como uma jovem tão pobre, sem conhecimento acadêmico conseguia curas inexplicáveis aos olhares críticos dos doutores? Eles, os médicos da época, questionavam Rose, queriam descobrir seus segredos e até comprar tal “descoberta” que a ciência até então não o fizera. Rose, nem ela mesma sabia exatamente e explicava: “Eu apenas penso, coloco as mãos e a pessoa melhora”. Isso, cada vez mais intrigava aqueles que se julgavam poderosos diante da vida e dos necessitados. Cada vez mais exauridos em seus questionamentos e sem resultados, vendo a busca do grande número de pessoas por aquele “tratamento” com resultados positivos, sentem-se traídos por Rose, especialmente Lanoy.

Lanoy é um jovem médico, bonito e rico que se aproxima de Rose com o propósito de conseguir dela o segredo de suas curas. Rose se apaixona por ele e ele usa todos os tipos de argumentos de sedução para “tomar-lhe” o conhecimento que pensa que ela guarda.

Nada conseguindo, a ameaça, prende e tortura. Ela passa muito tempo presa, amarrada pelas mãos e pelos pés, sem poder se movimentar. Sente dores horríveis. Sem ela nada dizer, eles queimam-lhe as mãos.

É levada pelos amigos e escondida. Recupera-se cheias de marcas: movimenta-se com dificuldade, as mãos deformadas... Mesmo assim, Rose o perdoa – tamanha é a grandeza do seu coração e continua curando as pessoas.

Não tardou muito o filho de Lanoy foi tomado por uma doença incurável. Sem querer procurar Rose, perde o filho. Ainda não rendido aos desígnios superiores, um certo dia Lanoy cai do seu cavalo, bate o ombro em uma pedra. Rose o encontra sentindo fortes dores. Ela coloca suas mãos sobre ele, retira-lhe as dores e as transfere para si. Naquele momento não importava sentir dor, mas aliviar o sofrimento alheio. Sem saber explicar como e porquê, sabia que um dia ele as retiraria dela.

Marina sofria terríveis dores até uns meses atrás: fibromialgia. E, através da regressão toma conhecimento de toda esta história e sente grande melhora; permanece apenas com um pouco de dor no ombro direito. Reconhece um profissional de acupuntura como o causador de suas dores. E com algumas sessões a dor do ombro desaparece totalmente.

Marina ainda bastante jovem – quarenta e cinco anos - antes desesperançada, retoma sua vida e segue o caminho interrompido aos vinte e dois anos e, depois de ter refletido e revisto os antigos aprendizados sobre a importância da existência, do amor ao próximo e da alegria de viver plenamente, retoma o tratamento de cura com as mãos em parceria com ele: Elton, antes Lanoy.

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 25

foto-autor
Sobre o Autor: Cleide Neuza Fernandes Maia   
Psicóloga, atua numa aboradagem psicanalítica e utiliza técnicas de hipnose e regressão.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa